Alto Comissariado para as Migrações

  • Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social

    A ACEGIS reconhece-se enquanto entidade de referência nas áreas estratégicas da cidadania, inclusão, igualdade de género, empreendedorismo e inovação social. Intervimos ativamente pela construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva!

  • Espanha. Grupo 'La Manada' libertado sob fiança de seis mil euros Esta quinta-feira o Tribunal de Navarra decretou que os cinco homens seriam libertados, na condição de pagarem, cada um, uma caução de seis mil euros. O grupo de cinco homens conhecidos como La Manada (A Manada) foi esta sexta-feira libertado sob caução. O Tribunal de Navarra […]

Alto Comissariado para as Migrações lança Planos Locais para a integração das Comunidades Ciganas

28 Junho, 2018
/ / /

Alto Comissariado para as Migrações lança planos Locais para a integração das Comunidades Ciganas

O financiamento aos municípios para a elaboração do projeto será na ordem de 4500 euros. Os municípios motivados em participar, deverão enviar, até dia 14 de julho de 2018.
O Alto Comissariado para as Migrações lançou recentemente o projeto “Planos Locais para a Integração das Comunidades Ciganas”, dirigido a municípios e comunidades locais.
Com esta iniciativa, o ACM, enquanto entidade coordenadora, pretende promover a intervenção local e a participação democrática das comunidades ciganas, promover parcerias para desenhar e implementar estratégias de aproximação entre as comunidades ciganas e a sociedade maioritária, apoiar a conceção de 10 Planos Locais para a Integração das Comunidades Ciganas e conceber um Guia para a elaboração de Planos Locais, que possa ser disseminado a outros municípios após o fim do projeto.
Este projeto-piloto, financiado pelo Programa da União Europeia de Direitos, Igualdade e Cidadania (2014-2020), terá a duração de 12 meses, com início a 1 de maio de 2018 e conclusão a 30 de abril de 2019.
O financiamento aos municípios para a elaboração do projeto será na ordem de 4500 euros.
Os municípios motivados em participar, deverão enviar, até dia 14 de julho, uma “Manifestação de interesse”, para o email naci@acm.gov.pt.

 

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.363 outros subscritores

Ao clicar em “Subscrever”, está a aceitar a nossa política de privacidade.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Consulte a nossa Política de Privacidade. © ACEGIS, direitos reservados. 

Partilhe este artigo!


 

Read More

MyCNAIM: lançamento da aplicação móvel de apoio a pessoas migrantes e refugiadas

20 Junho, 2018
/ / /
Comments Closed

Alto Comissariado para as Migrações lançou esta quarta-feira a aplicação móvel MyCNAIM. Uma ferramenta de apoio a pessoas migrantes e refugiadas.

MyCNAIM é uma aplicação móvel disponibilizada nos sistemas operacionais IOS e Android, a partir da qual os/as migrantes podem aceder às informações sobre os vários serviços promovidos pelo ACM,I.P.. APP está disponível em Português, Inglês e Árabe e pode ser instalada a partir da PlayStore e APPStore para IOS e Android.
MyCNAIM APP is a mobile application where migrants are able to access information about the various services promoted by ACM, IP, as well as information on the legal framework for entry and stay in Portugal, requests for international protection, access to Portuguese nationality, housing, work, health, education, equivalence and recognition of academic qualifications, learning Portuguese, among other useful information related to their integration in Portugal.
O Alto Comissariado para as Migrações, no âmbito das medidas Simplex +, lançou esta quarta-feira, dia 20 de junho, a APP MyCNAIM, uma aplicação para telemóvel que faculta informação em diversas áreas aos cidadãos migrantes e refugiados/as. A APP está disponível em Português, Inglês e Árabe e pode ser instalada a partir da PlayStore e APPStore para IOS e Android.
MyCNAIM é uma aplicação móvel disponibilizada nos sistemas operacionais IOS e Android, a partir da qual os migrantes podem aceder às informações sobre os vários serviços promovidos pelo ACM,I.P., bem como informações sobre o enquadramento legal de entrada e permanência em Portugal, pedidos de proteção internacional, acesso à nacionalidade portuguesa, habitação, trabalho, saúde, educação, equivalência reconhecimento de habilitações académicas, aprendizagem da língua portuguesa, entre outras informações uteis relacionadas com a sua integração em Portugal.

Desta forma, a App MyCNAIM visa aproximar os serviços existentes nos Centros Nacionais de Apoio à Integração de Migrantes (CNAIM) e Centros Locais de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM), à população migrante, através de um novo canal de comunicação. A funcionar como alternativa ou complemento ao atendimento presencial nos serviços do Alto Comissariado para as Migrações, facilita o acesso imediato à informação relacionada com a integração de migrantes em Portugal, nomeadamente por pessoas que se encontrem em regiões do país onde não existam CNAIM e/ou CLAIM.

 

App MyCNAIM

Através do sistema de georreferenciação, são disponibilizados a localização e os contactos de vários serviços como os Centros Nacionais de Apoio à Integração de Migrantes (CNAIM), os Centros Locais de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM), as associações de imigrantes, os gabinetes de inserção profissional, entre outros.
Os/as utilizadores/as podem também aceder através de uma hiperligação ao website da Plataforma de Português Online, ao formulário de queixa disponibilizado no website da Comissão para Igualdade e Contra a Discriminação Racial, ou ao Welcome Kit aos Refugiados.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.363 outros subscritores

Ao clicar em “Subscrever”, está a aceitar a nossa política de privacidade.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Consulte a nossa Política de Privacidade. © ACEGIS, direitos reservados. 
Read More

RefuJobs – A Plataforma de Emprego para Refugiados

29 Maio, 2018
/ / /
Comments Closed

RefuJobs – A Plataforma de Emprego para Refugiados

A procura e oferta de emprego para refugiados/as em Portugal podem ser feitas, através da plataforma RefuJobs. Uma ferramenta digital de apoio à contração, que conta com mais de 150 ofertas de emprego, com informação em inglês, árabe e português.
RefuJobs – A Plataforma de Emprego para Refugiados
A plataforma RefuJobs tem por objetivo potenciar as competências profissionais das pessoas refugiadas e as oportunidades de emprego disponíveis em entidades e empresas portuguesas.

A procura e oferta de emprego para refugiados/as em Portugal podem ser feitas, através da plataforma RefuJobs. Uma ferramenta digital de apoio à contração, que conta com mais de 150 ofertas de emprego, com informação em inglês, árabe e português.
A plataforma digital, lançada na passada sexta-feira pelo Alto Comissariado para as Migrações (ACM) visa potenciar não só as competências profissionais das pessoas refugiadas, mas também publicitar as oportunidades de emprego disponíveis em entidades e empresas portuguesas.
A Plataforma Refujobs é uma ferramenta online de apoio à contratação na qual poderão inscrever-se, de forma gratuita, potenciais candidatos/as e empresas com o objetivo de realizar o matching entre os perfis das pessoas refugiadas e as respetivas oportunidades de Emprego/Formação.
Além de disponibilizar informação acerca de emprego, a plataforma disponibiliza ainda informação sobre apoios ao empreendedorismo e formação e capacitação de pessoas refugiadas para a implementação dos seus próprios negócios.
Esta é mais uma medida do Governo inscrita no “Simplex +” para a integração no mercado de trabalho das pessoas refugidas em Portugal.

A plataforma digital que visa potenciar não só as competências profissionais das pessoas refugiadas, mas também publicitar as oportunidades de emprego disponíveis em entidades e empresas portuguesas.

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.363 outros subscritores

Ao clicar em “Subscrever”, está a aceitar a nossa política de privacidade.
Poderá cancelar este serviço a qualquer altura, através da opção “Cancele a subscrição”, disponível no rodapé das nossas newsletters.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Consulte a nossa Política de Privacidade. © ACEGIS, direitos reservados. 
Read More

Comissão para a Igualdade lança concurso “77 palavras contra a discriminação racial”

6 Abril, 2018
/ / /
Comments Closed

Comissão para a Igualdade lança concurso “77 palavras contra a discriminação racial”

O concurso está aberto até dia 4 de maio, a qualquer cidadão/cidadã a residir em Portugal, independentemente da sua nacionalidade ou profissão, a partir dos 7 anos de idade.
O Concurso Nacional “77 Palavras Contra a Discriminação Racial” é instituído pela Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR), com o apoio do Alto Comissariado para as Migrações (ACM, I.P.), Instituto Público integrado na Presidência do Conselho de Ministros.

 

A Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR), com o apoio do Alto Comissariado para as Migrações (ACM, I.P.), lançou no dia 21 de março, Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial, o concurso nacional “77 Palavras contra a discriminação racial”.
Lançado no Dia Internacional para a Eliminação da Discriminaçao Racial, assinalado no dia 21 de março, este Concurso tem por finalidade convidar à redação de textos com exatamente 77 palavras que promovam a interculturalidade e o combate à discriminação racial.
O concurso convida qualquer cidadã/cidadão residente em Portugal com mais de 7 anos de idade a redigir textos com 77 palavras que promovam a multiculturalidade e o combate à discriminação racial. 
Os/as finalistas, cujos textos serão editados em livro publicado pelo ACM, I.P.,  e divulgados  em plataformas digitais, em redes sociais e no blogue http://77palavras.blogspot.pt, serão conhecidos/as até ao dia 10 de junho.
O prazo para apresentação de candidaturas termina dia 4 de maio de 2018.
Mais informações sobre «77 palavras contra a discriminação racial em www.acm.gov.pt ou www.cicdr.pt, e através do e-mail 77concurso@acm.gov.pt.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.363 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

Alto Comissariado para as Migrações está a recrutar formadores/as por todo o país

6 Março, 2018
/ / /
Comments Closed

Alto Comissariado para as Migrações está a recrutar formadores/as por todo o país

O Alto Comissariado para as Migrações (ACM, I.P.) está a recrutar formadores/as nas seguintes áreas: Ciências Sociais e Humanas; Ensino / Ciências da Educação; Ciências Políticas; Direito. Candidaturas até 30 de março.
O Alto Comissariado para as Migrações (ACM, I.P.) é um instituto público que tem por missão colaborar na definição, execução e avaliação das políticas públicas, transversais e setoriais em matéria de migrações.

Bolsa de Formadores/as ACM

O ACM,I.P. pretende recrutar formadores/as distribuídos/as por todo o país nas seguintes áreas: Ciências Sociais e Humanas; Ensino / Ciências da Educação; Ciências Políticas; Direito. 
 O Alto Comissariado para as Migrações (ACM, I.P.) é um instituto público que tem por missão colaborar na definição, execução e avaliação das políticas públicas, transversais e setoriais em matéria de migrações, relevantes para a atração dos migrantes nos contextos nacional, internacional e lusófono, para a integração dos imigrantes e grupos étnicos, em particular as comunidades ciganas, e para a gestão e valorização da diversidade entre culturas, etnias e religiões

A Bolsa de Formadores/as ACM
A formação ACM, I.P., dirigida a cidadãos, profissionais e entidades que, direta ou indiretamente, estejam ligados às questões da Interculturalidade e das Migrações, é realizada através da Bolsa de Formadores ACM.
A Bolsa de Formadores tem como objetivos:
Promover uma melhor compreensão da diversidade cultural;
Sensibilizar para o acolhimento e integração de migrantes e minorias étnicas em Portugal;
Formar para a interculturalidade.
A intervenção da Bolsa de Formadores/as assume-se como um instrumento estratégico de concretização das atribuições do ACM, I.P. e das prioridades de política pública no domínio das migrações na medida em que responde à necessidade de formação e sensibilização sentidas pelos vários atores da sociedade de acolhimento como Escolas, Municípios, Centros de Saúde, Forças de Segurança, Associações, Empresas, entre outros.
As ações de formação/sensibilização são, na sua maioria de curta duração, de 4 a 6 horas, estando os conteúdos e materiais formativos já definidos para cada ação.

Requisitos dos/as candidatos/as
Obrigatórios
  • Certificado de Competência Pedagógica (CCP); Experiência profissional na Formação de Adultos;
  • Experiência profissional em uma ou mais das seguintes áreas: migrações, cidadania, interculturalidade, direitos humanos, gestão da diversidade, legislação sobre imigração, saúde da população migrante, religiões, metodologias de educação não formal;
  • Excelente capacidade de expressão, comunicação e gosto por relações interpessoais, particularmente em contexto de formação;
  • Situação regularizada junto da Autoridade Tributária e da Segurança Social em Portugal; Flexibilidade horária.
Preferenciais:
  • Grau de Ensino Superior (bacharelato, licenciatura), preferencialmente, nas seguintes áreas: Ciências Sociais e Humanas; Ensino / Ciências da Educação; Ciências Políticas; Direito. Formação específica nas áreas identificadas anteriormente;
  • Domínio das TIC sobretudo em processos de ensino-aprendizagem;
  • Capacidade e interesse de conviver e trabalhar com outras pessoas, em meios multiculturais;
  • Capacidade de adaptação e tolerância à ambiguidade; Espírito de cooperação, abertura, capacidade de negociação e gestão de conflitos;
  • Autonomia, criatividade, proatividade; Disponibilidade de deslocação;
  • Disponibilidade para participar no processo de formação inicial intensiva (previsivelmente de 3 dias). 

Formalização de Candidaturas

Os/as interessados/as deverão preencher o formulárioaté o dia 30 de Março de 2018.
Não serão aceites candidaturas através de Curriculum Vitae. Não serão consideradas candidaturas que não cumpram os requisitos obrigatórios.
Para informações: formacaoacm@acm.gov.pt

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Subscreva gratuitamente a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Junte-se a 13.363 outros subscritores

Read More

Alto Comissariado para as Migrações abre candidaturas ao FAPE

7 Novembro, 2017
/ / /
Comments Closed
O Alto Comissariado para as Migrações (ACM) abre candidaturas ao Fundo de Apoio à Estratégia Nacional para a Integração das Comunidades Ciganas (ENICC) - 2018-2019.
O período de apresentação de candidaturas decorre até dia 30 de novembro de 2017.
 

Alto Comissariado para as Migrações abre candidaturas à III Edição do FAPE - Fundo de Apoio à Estratégia Nacional para a Integração das Comunidades Ciganas 

No seguimento das primeiras edições, o FAPE tem como missão incentivar a promoção do combate à discriminação e sensibilização junto da sociedade, promover a formação sobre cidadania, aumentar a participação cívica ativa das comunidades ciganas e dar a conhecer a história e cultura ciganas.
Objetivos:
a) Promover o combate à discriminação e sensibilização da opinião pública;
b) Promover a formação sobre cidadania e incentivar à participação comunitária ativa das comunidades ciganas;
c) Promover o conhecimento da história e cultura ciganas;
d) Promover outras ações que concorram diretamente para a execução das metas definidas nas prioridades estabelecidas pela ENICC.

 Tipologias de Intervenção
Os projetos deverão enquadrar-se nas seguintes tipologias de intervenção:
a) Ações com vista ao combate da discriminação das comunidades ciganas e à promoção do diálogo intercultural entre estas e a sociedade maioritária;
b) Ações centradas na promoção da igualdade de género e/ou focalizadas no desenvolvimento de competências e de conciliação da vida profissional, pessoal e familiar;
c) Ações de formação em história e cultura ciganas e de promoção do associativismo e da participação comunitária;
d) Ações/iniciativas de promoção de atividades económicas e empreendedoras;
e) Ações/iniciativas de valorização da importância da escolarização e/ou da continuidade no percurso escolar;

Os projetos podem ter uma duração máxima de 18 (dezoito) meses, devendo o seu período de execução compreender o período decorrido entre 1 de fevereiro de 2018 e 31 de julho de 2019. 
A dotação financeira disponível do programa é de 250.000,00€ (duzentos e cinquenta mil euros) e o ACM I.P. financiará, no máximo 95% do custo total elegível de cada projeto aprovado, limitado ao valor máximo estipulado na modalidade de apoio previsto:
  1. 5.000,00€ (cinco mil euros) para projetos de natureza pontual, até 10 projetos;
  2. 25.000,00€ (vinte e cinco mil euros) para projetos de natureza regular e contínua, até 8 projetos.

 

Candidaturas

 
As candidaturas deverão ser realizadas em formulário digital próprio
As entidades interessadas poderão, durante o período de apresentação das candidaturas e, em caso de dúvidas e/ou esclarecimentos adicionais, colocá-las através do e-mail candidaturasfape@acm.gov.pt ou aquando da realização das Sessões de Esclarecimento que decorrerão em Lisboa e no Porto:
  • Lisboa, dia 10 de novembro (sexta feira): 15h00 – 17h00, no Auditório do Centro Nacional de Apoio à Integração de Migrantes (CNAIM), sito na Rua Álvaro Coutinho, nº 14 – 1150-025 Lisboa.
  • Porto, dia 16 de novembro (quinta feira): 15h00 – 17h00, na Biblioteca Almeida Garrett – Sala UNICER, sita na Rua de D. Manuel II – Jardins do Palácio de Cristal – 4050-239 Porto.  
 O(a)s interessado(a)s em participar nas Sessões, deverão fazer a sua inscrição, através do e-mailcandidaturasfape@acm.gov.pt, até ao dia 09 de novembro (Lisboa) ou até ao dia 15 de novembro (Porto).

 

O período de apresentação de candidaturas ao Fundo de Apoio à ENICC - FAPE decorre de 07 a 30 de novembro de 2017.

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
© ACEGIS, direitos reservados.
Informação e atualidade no âmbito da Economia Social e Solidária.

 

Jogo Educativo – Cidadania 4kIDS! Uma forma divertida de aprender Cidadania.
Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS!
 

 

Read More

Abertura de Candidaturas para 12 Bolsas de Estudo para Refugiados em Portugal

2 Agosto, 2017
/ / /
Comments Closed

Abertura de Candidaturas para 12 Bolsas de Estudo para Refugiados em Portugal

Submissão de candidaturas de 1 a 10 de agosto de 2017.

 


No seguimento da assinatura do Protocolo de Cooperação entre o ACM e a Associação Plataforma Global para Estudantes Sírios (APGES), encontra-se aberto, até ao dia 10 de agosto, o concurso para admissão de candidatos para o ano letivo 2017-2018.
Com o objectivo de apoiar a formação académica de jovens detentores/as do estatuto de refugiado, que gozem do direito de protecção internacional ou que tenham sido acolhidos em Portugal ao abrigo de programas de recolocação, reinstalação ou por razões humanitárias, são concedidas 12 bolsas de estudo para o ano lectivo 2017-2018 ao abrigo de um Protocolo de Cooperação entre o Alto Comissariado para as Migrações (ACM) e a Plataforma Global para os Estudantes Sírios (APGES).
Serão apenas consideradas candidaturas para realização de estudos superiores em cursos de licenciatura, cursos de mestrado integrado, pós-graduações ou, ainda a título excepcional, para programas de doutoramento em instituições de ensino superior portuguesas legalmente reconhecidas e para ciclos de estudos devidamente acreditados e registados.


Destinatários/as e Elegibilidade
Podem candidatar-se cidadãos e cidadãs de estados terceiros, detentores do estatuto de refugiado, que gozem do direito de protecção internacional ou que tenham sido acolhidos/as em Portugal ao abrigo de programas de recolocação, reinstalação ou por razões humanitárias.
Para concorrer é necessário:
 Ter idade inferior a 35 anos; Ter concluído o ensino secundário que permita o acesso ao ensino superior ou já ter estado matriculado/a no ensino superior e ter concluído com êxito, pelo menos algumas disciplinas do 1º ano até à data de submissão da candidatura;
Possuir domínio da língua portuguesa e conhecimentos da língua inglesa.
Relativamente às bolsas de doutoramento, possuir o grau académico de mestre ou, em alternativa:
 ter o grau de licenciatura e ser detentor/a de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido, pelo órgão científico legal e estatutariamente competente da universidade onde pretendem ser admitidos, como atestando capacidade para a realização de ciclo de estudos conducente ao grau de doutor;
ser detentor/a de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização de ciclo de estudos conducente ao grau de doutor pelo órgão científico legal e estatutariamente competente da universidade onde pretendem ser admitidos/as.
Financiamento e Valor da Bolsa
A bolsa a atribuir corresponde ao valor do pacote de serviços que serão prestados ao bolseiros/as, devendo este incluir: a inscrição do estudante num estabelecimento de ensino superior, um quantitativo mensal calculado em função de outros apoios sociais de que o bolseiro/a beneficie, os quais, em conjunto, deverão corresponder a 300 euros líquidos mensais.
A bolsa poderá incluir ainda um complemento para aquisição de material bibliográfico e escolar, bem como um complemento de transporte, de acordo com uma tabela anual estabelecida pela APGES.
Caso o/a estudante não disponha ou não tenha direito a alojamento providenciado pela organização ou instituição de acolhimento, dever-lhe-á igualmente ser facultado um quarto numa residência universitária de acordo com as disponibilidades e tipologias usuais.
As bolsas atribuídas neste concurso serão financiadas ao abrigo de um Protocolo de Cooperação, concluído entre o ACM e a Plataforma Global dos Estudantes Sírios.
Formalização de Candidaturas
As candidaturas devem ser submetidas eletronicamente, utilizando o formulário em língua inglesa disponível on-line, a partir do dia 1 de Agosto de 2017, no portal da Plataforma Global de Apoio a Estudantes Sírios (www.globalplatformforsyrianstudents.org).
Cada candidato/a poderá apresentar apenas uma única candidatura.
Candidaturas de 1 a 10 de agosto de 2017.

Documentos para Download:
AVISO DO CONCURSO – em português
REGULAMENTO – só em português
FORMULÁRIO DE CANDIDATURA (FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO) – só em inglês

 Informações e Contactos:
APGES – Casa do Regalo – Tapada das Necessidades – 1350-213 LISBOA Tel: 213931440; Fax: 213965079 Email: secretariado@casadoregalo.pt ou helenabarroco@casadoregalo.pt
Para mais informações, clique aqui.

 

Read More

Prémio de Comunicação “Pela Diversidade Cultural”

1 Agosto, 2017
/ / /
Comments Closed

Prémio de Comunicação “Pela Diversidade Cultural” – 2017

O Alto Comissariado para as Migrações, I.P. promove o Concurso Prémio de Comunicação “Pela Diversidade Cultural”.
O prazo de candidaturas da edição de 2017 decorre de 31 de julho a 22 de setembro.

 


O Alto Comissariado para as Migrações, I.P. promove o Concurso Prémio de Comunicação “Pela Diversidade Cultural” com o objetivo de premiar trabalhos, publicados e/ou difundidos nos meios de comunicação tradicionais e digitais, com um contributo relevante para a promoção da diversidade cultural, o combate à discriminação em função da nacionalidade, etnia, religião ou situação documental e, em particular, para a integração das comunidades migrantes e ciganas presentes em Portugal.
Este concurso prevê a participação de profissionais da comunicação social/jornalismo devidamente habilitados/as, de produtores/as de conteúdos, guionistas e/ou argumentistas nas áreas da informação, programação, conteúdos digitais, entretenimento e/ou ficção nacional para televisão, teatro e cinema, e também de jovens de idades compreendidas entre os 15 e os 24 anos.
Os prémios a atribuir no âmbito do presente concurso são os seguintes:
Prémio Diversidade Cultural – € 3.000,00 (três mil euros;
Prémio Imprensa Escrita – € 1.500,00 (mil e quinhentos euros);
Prémio Rádio – € 1.500,00 (mil e quinhentos euros);
Prémio Televisão – € 1.500,00 (mil e quinhentos euros)
Prémio Fotojornalismo – € 1.500,00 (mil e quinhentos euros);
Prémio Órgãos de Informação Regionais e Locais – € 1.500,00 (mil e quinhentos euros);
Prémio Jovem – € 500,00 (quinhentos euros) em Cartão de Oferta;
Prémio Diversidade nos Guiões – € 1.500,00 (mil e quinhentos euros) .
O período de candidaturas, que podem ser individuais e coletivas, vai decorrer até 22 de setembro, sendo considerados os trabalhos realizados e publicados entre 16 de julho de 2016 e 22 de setembro de 2017.

Documentos para Download:
Regulamento
Formulário de candidatura individual
Formulário de candidatura coletiva
Para mais informações, clique aqui.
Read More

Programa Escolhas abre candidaturas à 3ª edição do Projeto U CAN

14 Novembro, 2016
/ / /
Comments Closed

Programa Escolhas abre candidaturas à 3ª edição do Projeto U CAN 

Estão abertas até ao dia 30 de novembro o período de candidaturas para a 3ª edição do U CAN do Programa Escolhas.

Este projeto visa atribuir bolsas de estudo a estudantes filhos de imigrantes e refugiados, até aos 24 anos, que se encontrem em situação vulnerável.

Cada bolsa terá um valor máximo de 1.500,00 euros.

projecto-ucan_acegisPrograma Escolhas abre candidaturas à 3ª edição do Projeto UCAN – Bolsas de Estudo para jovens universitários em situação vulnerável.
O Projeto U CAN, enquadrado na aposta da educação superior para a plena inclusão social, abrange também todos os outros jovens que se encontrem numa situação socioeconómica vulnerável, que os condicione na prossecução dos estudos. Cada bolsa terá um valor máximo de 1.500,00 euros.
Para além da bolsa de estudo, o U CAN garante um apoio personalizado aos jovens, através da dinamização de uma Rede de Mentores, sendo o acompanhamento de cada bolseiro, por uma pessoa com formação superior, que o apoie no seu percurso académico e pessoal, um objetivo central do projeto.
No total das duas edições anteriores do projeto U CAN, foram atribuídas 96 bolsas, com 94 bolseiros a obter bom aproveitamento escolar na maioria das disciplinas, e estiveram envolvidos 66 mentores.
As candidaturas deverão ser remetidas por correio para Programa Escolhas, Rua dos Anjos, N.º 66, 3º andar, 1150-039 Lisboa
Candidaturas até 30 de novembro de 2016.
.
Documentos para Download:
Regulamento Projeto U CAN
Formulário de Candidaturas

.

Para mais informações, clique aqui.

Read More

Candidaturas ao Programa Operacional de Promoção da Educação – OPRE

21 Outubro, 2016
/ / /
Comments Closed

Candidaturas ao Programa Operacional de Promoção da Educação – Programa OPRE

Encontram-se abertas candidaturas ao Programa Operacional de Promoção da Educação – OPRE, uma iniciativa dirigida a jovens estudantes do ensino superior, provenientes das comunidades ciganas, com o objetivo central de evitar o abandono precoce deste ciclo de estudos.

As candidaturas deverão ser apresentadas até dia 4 de novembro.

programa-opre_acegisO Programa Operacional de Promoção da Educação – Programa OPRE – é uma iniciativa dirigida a jovens estudantes do ensino superior, provenientes das comunidades ciganas e com carências económicas, que visa evitar o abandono precoce deste ciclo de estudos
Programa Escolhas (PE), integrado no ACM, abriu candidaturas ao Programa Operacional de Promoção da Educação – OPRE, uma iniciativa dirigida a jovens estudantes do ensino superior, provenientes das comunidades ciganas, com o objetivo central de evitar o abandono precoce deste ciclo de estudos.
Desenvolvido em parceria pelo PE, pela Associação Letras Nómadas e pela Rede Portuguesa de Jovens para a Igualdade de Oportunidades entre Mulheres e Homens, o Programa OPRE pretende atenuar as barreiras existentes entre estas comunidades e o sistema de ensino formal, disponibilizando 25 bolsas de estudo universitárias, bem como um conjunto de medidas de formação, tutoria e acompanhamento destes/as jovens bolseiros/as e respetivas famílias.
O Programa OPRE tem por finalidade apoiar o prosseguimento de estudos superiores de jovens estudantes provenientes das comunidades ciganas, que se encontrem a frequentar qualquer ano, em estabelecimento de ensino superior público, particular ou cooperativo do ensino superior, e que tenham obtido aproveitamento na maioria das disciplinas/unidades curriculares do ano curricular antecedente.
Condições de acesso às bolsas de estudo
Podem candidatar-se à atribuição de bolsas de estudo do Programa OPRE os/as jovens que reúnam cumulativamente os seguintes requisitos:
  • Sejam provenientes de comunidades ciganas e residentes no território nacional;
  • Estejam matriculados/as num curso homologado do ensino superior;
  • Tenham obtido aproveitamento na maioria das disciplinas/unidades curriculares do ano curricular antecedente.
As candidaturas devem ser remetidas, por correio, para Programa Escolhas, Rua dos Anjos, N.º 66, 3º andar, 1150-039 Lisboa. Qualquer candidatura que não seja remetida por esta via poderá ser excluída do processo de análise.
Para mais informações ou esclarecimento de dúvidas, contacte-nos através dos seguintes endereços de email alexandraf.consultores@programaescolhas.pt ou associacaoletrasnomadascigana@gmail.com.
Candidaturas até 4 de novembro de 2016.
.
Documentos DownloadDocumentos para Download
Regulamento do Programa OPRE
Formulário de Candidatura
.

Para mais informações, clique aqui.

Read More

4.ª Edição do Selo de Escola Intercultural – Abertura de candidaturas

11 Julho, 2016
/ / /
Comments Closed

4.ª Edição do Selo de Escola Intercultural – Abertura de candidaturas

Candidaturas Abertas até 15 de julho 2016

Selo de Escola Intercultural - ACEGISEncontram-se abertas as candidaturas para a 4.ª Edição do Selo de Escola Intercultural. Os estabelecimentos de educação e ensino poderão apresentar a sua candidatura de 27 de junho de 2016 a 15 de julho de 2016.
A Direção-Geral da Educação (DGE) e o Alto Comissariado para as Migrações, I.P. (ACM, I.P.) têm o prazer de convidar os estabelecimentos de educação e ensino a participar na 4.ª edição do Selo de Escola Intercultural.
Com esta iniciativa, pretende-se distinguir os estabelecimentos de educação e ensino públicos, particulares ou cooperativos que, através dos seus projetos educativos e das suas práticas, promovem o reconhecimento e a valorização da diversidade linguística e cultural, como uma oportunidade e fonte de aprendizagem para todos/as.
Esta distinção traduz-se na atribuição de um certificado e de um selo digital por Níveis de certificação – Nível I, Iniciação; Nível II, Intermédio; Nível III, Avançado -, para utilizar em elementos de comunicação, durante dois anos letivos consecutivos.
A candidatura a apresentar deverá refletir uma visão multifacetada do estabelecimento de educação e ensino, pelo que se recomenda a constituição de um grupo de trabalho composto por diferentes intervenientes na vida da escola.
O prazo de candidaturas decorre de 27 de junho de 2016 a 15 de julho de 2016.
O procedimento de candidatura é submetido eletronicamente, através do preenchimento doGuião de Avaliação de Práticas de Educação Intercultural, acessível na plataforma http://area.dge.mec.pt/selointercultural.
Quaisquer esclarecimentos complementares poderão ser solicitados através do seguinte endereço eletrónico: cidadania.edu.intercultural@dge.mec.pt.
Consulte o Regulamento

Mais informações aqui. 

Read More

Programa de Capacitação “Mais Líderes – Jovens Cigan@s”

29 Fevereiro, 2016
/ / /
Comments Closed

programa_mais lideresPrograma de Capacitação “Mais Líderes – Jovens Cigan@s”

Alto-Comissariado para as Migrações

Inscrições até 31 de março 2016

 

O Alto-Comissariado para as Migrações já abriu o período de candidaturas ao Programa de Capacitação “Mais Líderes – Jovens Cigan@s”.
O objetivo desta iniciativa é promover uma participação ativa dos/das jovens ciganos/as no plano cívico e associativo, utilizando metodologias participativas e contexto de reuniões, ações de formação, sessões de informação/sensibilização, fóruns online e visitas de estudo.
Os(as) interessados(as) podem inscrever-se até 31 de março de 2016.

Mais informações sobre o Programa aqui.

Read More
  • Jogo Educativo – Cidadania 4Kids!

  • UMA FORMA DIVERTIDA DE APRENDER CIDADANIA!

    São jogos, quebra-cabeças, puzzles, sudokus e muito mais!

    100% Português. 100% Solidário.

    Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS!

  • ECONOMIA SOCIAL EM DESTAQUE | ATUALIDADEInformação e atualidade no âmbito da Economia Social e Solidária

    Candidaturas Programa Cidadãos Ativ@s

    17 Julho, 2018
    Candidaturas para ONG | Programa Cidadãos Ativ@s O Programa Cidadãos Ativ@s (2018-2024) foi criado na sequência do concurso para a gestão em Portugal do Active Citizens Fund, um fundo destinado a Organizações Não Governamentais (ONG), no âmbito do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu. Estão abertas as candidaturas para Organizações Não Governamentais que desenvolvam proje

    Abertura Candidaturas para Financiamento de Projetos no âmbito do Programa Nacional para a Saúde Mental

    11 Julho, 2018
    Abertura de Candidaturas para Financiamento de Projetos no âmbito do Programa Nacional para a Saúde Mental A Direção-Geral da Saúde abriu 6 concursos para financiamento de projetos no âmbito do Programa Nacional para a Saúde Mental para entidades coletivas privadas sem fins lucrativos. Candidaturas até 25 de julho de 2018. A Direção-Geral da Saúde (www.dgs.pt) […]
71 visitantes ligados agora
3 visitantes, 68 bots, 0 membros