Iniciativas em destaque

  • Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social

    A ACEGIS reconhece-se enquanto entidade de referência nas áreas estratégicas da cidadania, inclusão, igualdade de género, empreendedorismo e inovação social. Intervimos ativamente pela construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva!

  • Dia Internacional da Juventude: celebrando os jovens construindo paz Atualmente, existem cerca de 1.8 mil milhões de jovens entre os 10 e os 24 anos de idade, cerca de um quarto da população mundial. A maior geração de jovens de sempre na história da humanidade, está nas nossas mãos ajudá-la a tornar-se a geração que […]

Convite para apresentação de candidaturas a Bolsas do Ensino Superior

9 Agosto, 2017
/ / /

Convite para apresentação de candidaturas a Bolsas do Ensino de Ensino Superior a Alunos/as Carenciados/as.

As operações a apoiar enquadra-se no Eixo Prioritário 2 – Reforço do ensino superior e da formação avançada do Programa Operacional Capital Humano (PO CH), incidindo em Bolsas Individuais de Doutoramento e Pós-Doutoramento.
Este apoio visa contribuir para o aumento da percentagem de estudantes apoiados pela Ação Social no ensino superior e atingir os 124.000 estudantes; e de aumentar para 40% a percentagem de pessoas entre os 30-34 anos com formação de nível superior, ou equivalente.
A dotação de Fundo Social Europeu (FSE), a alocar ao presente aviso, é de 84.000.000M€ (oitenta e quatro milhões de euros).
Convite para apresentação de candidaturas à Tipologia de Operação Bolsas Individuais de Doutoramento e Pós-Doutoramento. 
O presente aviso enquadra-se no objetivo especifico do Programa Operacional Capital Humano que visa aumentar o número de diplomados/as do ensino superior, melhoria da qualidade das ofertas e reforço da orientação para as necessidades do mercado de trabalho.
As operações a apoiar enquadra-se no Eixo Prioritário 2 – Reforço do ensino superior e da formação avançada do Programa Operacional Capital Humano (PO CH), incidindo em Bolsas Individuais de Doutoramento (BD), Bolsas de Doutoramento em Empresas (BDE) e Bolsas de Pós-Doutoramento (BPD).
São elegíveis todas as bolsas de doutoramento, doutoramento em empresas e pós-doutoramento em curso no novo período de programação.
Estes apoios deverão estar maioritariamente alinhados com a estratégia nacional para a especialização inteligente (ENEI) ou com outras prioridades políticas nacionais e ainda contribuir para o aumento do número de doutorados e de pós-doutorados no mercado de trabalho não académico, com particular destaque para o tecido empresarial, dotando as pequenas e médias empresas (PME) e as grandes empresas de recursos altamente qualificados que permitam incrementar a exportação de produtos e serviços baseados no conhecimento científico e tecnológico e na criatividade.
Este apoio visa contribuir para o aumento da percentagem de estudantes apoiados pela Ação Social no ensino superior e atingir os 124.000 estudantes,  conformidade à Meta do Plano Nacional de Reformas (PNR) e da Estratégia Europa 2020, nomeadamente com o objetivo de aumentar para 40% a percentagem de pessoas entre os 30-34 anos com formação de nível superior, ou equivalente.
Destinatários/as
São destinatários(as) destas operações pessoas individuais que satisfaçam as condições de acesso necessárias ao ingresso em ciclo de estudos conducente à obtenção do grau académico de doutor (bolsas de doutoramento – BD e bolsas de doutoramento em empresas- BDE) e pessoas individuais detentoras do grau académico de doutor, para realizarem trabalhos avançados de investigação no âmbito de instituições científicas portuguesas de reconhecida idoneidade (bolsas de pós–doutoramento – BPD).
O presente convite para a apresentação de candidaturas é destinado exclusivamente à Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), I.P., enquanto beneficiária responsável pela execução das respetivas medidas de política pública, na aceção prevista no artigo 39.º do Decreto-Lei n.º 137/2014, de 12 de setembro, e nos termos definidos na primeira parte da alínea c) do artigo 23.º do RECH.
O período de candidaturas inicia-se a 09 de Agosto de 2017 e termina a 08 de Setembro de 2017  para alunos/as carenciados/as das regiões de intervenção do POCH, Norte, Centro e Alentejo.

AVISO POCH-68-2017-12
Acesso Balcão 2020 para submissão de candidaturas
As dúvidas ou questões relacionadas com as candidaturas devem ser remetidas para o endereço de correio eletrónico poch@poch.portugal2020.pt, ou para o suporte do Portugal 2020.
Para mais informações, clique aqui.
Read More

Congresso Internacional – Igualdade de Género: Velhos e Novos Desafios

3 Agosto, 2017
/ / /

Congresso Internacional – Igualdade de Género: Velhos e Novos Desafios

O Centro de Investigação Interdisciplinar em Direitos Humanos (DH-CII) da Universidade do Minho promove, no próximo dia 06 de outubro, a Conferência Internacional Igualdade de Género: Velhos e Novos Desafios.
Entrada Gratuita. Inscrição obrigatória – Até dia 2 de outubro de 2017. 

O Centro de Investigação Interdisciplinar em Direitos Humanos (DH-CII) da Universidade do Minho promove, no próximo dia 06 de outubro, a Conferência Internacional Igualdade de Género: Velhos e Novos Desafios, com a participação de académicos e académicas de várias áreas disciplinares e de pessoas de reconhecido mérito na promoção da igualdade de género nos setores político e empresarial nacionais.

Atentos/as os contínuos sinais de fragilidade das conquistas alcançadas ao longo do último século em matéria de igualdade de género, impõe-se refletir criticamente sobre os fatores que explicam a persistência da violência e da discriminação fundadas no género e sobre as respostas que devem ser dadas por académicos, ativistas de direitos humanos e decisores políticos a este(s) problema(s).

Em foco estarão temas como a vulnerabilidade das mulheres em contexto migratório, a “criminalidade de género” (incluindo a MGF e a perseguição), a intersecção entre género, trabalho e família e os obstáculos à participação das mulheres nos órgãos de decisão empresarial e política.

Inscrição obrigatória – Até dia 2 de outubro de 2017
ciidh@direito.uminho.pt

Local: Escola de Direito da Universidade do Minho

Organização:  Direitos Humanos – Centro de Investigação Interdisciplinar

Coordenação científica: Patrícia Jerónimo, Teresa Coelho Moreira e Miriam Rocha.

Entrada Gratuita (Inscrição obrigatória).

Programa- Congresso Internacional Igualdade de Género: Velhos e Novos Desafios.
Para mais informações, clique aqui.
Read More

Abertura de Candidaturas para 12 Bolsas de Estudo para Refugiados em Portugal

2 Agosto, 2017
/ / /

Abertura de Candidaturas para 12 Bolsas de Estudo para Refugiados em Portugal

Submissão de candidaturas de 1 a 10 de agosto de 2017.

 


No seguimento da assinatura do Protocolo de Cooperação entre o ACM e a Associação Plataforma Global para Estudantes Sírios (APGES), encontra-se aberto, até ao dia 10 de agosto, o concurso para admissão de candidatos para o ano letivo 2017-2018.
Com o objectivo de apoiar a formação académica de jovens detentores/as do estatuto de refugiado, que gozem do direito de protecção internacional ou que tenham sido acolhidos em Portugal ao abrigo de programas de recolocação, reinstalação ou por razões humanitárias, são concedidas 12 bolsas de estudo para o ano lectivo 2017-2018 ao abrigo de um Protocolo de Cooperação entre o Alto Comissariado para as Migrações (ACM) e a Plataforma Global para os Estudantes Sírios (APGES).
Serão apenas consideradas candidaturas para realização de estudos superiores em cursos de licenciatura, cursos de mestrado integrado, pós-graduações ou, ainda a título excepcional, para programas de doutoramento em instituições de ensino superior portuguesas legalmente reconhecidas e para ciclos de estudos devidamente acreditados e registados.


Destinatários/as e Elegibilidade
Podem candidatar-se cidadãos e cidadãs de estados terceiros, detentores do estatuto de refugiado, que gozem do direito de protecção internacional ou que tenham sido acolhidos/as em Portugal ao abrigo de programas de recolocação, reinstalação ou por razões humanitárias.
Para concorrer é necessário:
 Ter idade inferior a 35 anos; Ter concluído o ensino secundário que permita o acesso ao ensino superior ou já ter estado matriculado/a no ensino superior e ter concluído com êxito, pelo menos algumas disciplinas do 1º ano até à data de submissão da candidatura;
Possuir domínio da língua portuguesa e conhecimentos da língua inglesa.
Relativamente às bolsas de doutoramento, possuir o grau académico de mestre ou, em alternativa:
 ter o grau de licenciatura e ser detentor/a de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido, pelo órgão científico legal e estatutariamente competente da universidade onde pretendem ser admitidos, como atestando capacidade para a realização de ciclo de estudos conducente ao grau de doutor;
ser detentor/a de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização de ciclo de estudos conducente ao grau de doutor pelo órgão científico legal e estatutariamente competente da universidade onde pretendem ser admitidos/as.
Financiamento e Valor da Bolsa
A bolsa a atribuir corresponde ao valor do pacote de serviços que serão prestados ao bolseiros/as, devendo este incluir: a inscrição do estudante num estabelecimento de ensino superior, um quantitativo mensal calculado em função de outros apoios sociais de que o bolseiro/a beneficie, os quais, em conjunto, deverão corresponder a 300 euros líquidos mensais.
A bolsa poderá incluir ainda um complemento para aquisição de material bibliográfico e escolar, bem como um complemento de transporte, de acordo com uma tabela anual estabelecida pela APGES.
Caso o/a estudante não disponha ou não tenha direito a alojamento providenciado pela organização ou instituição de acolhimento, dever-lhe-á igualmente ser facultado um quarto numa residência universitária de acordo com as disponibilidades e tipologias usuais.
As bolsas atribuídas neste concurso serão financiadas ao abrigo de um Protocolo de Cooperação, concluído entre o ACM e a Plataforma Global dos Estudantes Sírios.
Formalização de Candidaturas
As candidaturas devem ser submetidas eletronicamente, utilizando o formulário em língua inglesa disponível on-line, a partir do dia 1 de Agosto de 2017, no portal da Plataforma Global de Apoio a Estudantes Sírios (www.globalplatformforsyrianstudents.org).
Cada candidato/a poderá apresentar apenas uma única candidatura.
Candidaturas de 1 a 10 de agosto de 2017.

Documentos para Download:
AVISO DO CONCURSO – em português
REGULAMENTO – só em português
FORMULÁRIO DE CANDIDATURA (FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO) – só em inglês

 Informações e Contactos:
APGES – Casa do Regalo – Tapada das Necessidades – 1350-213 LISBOA Tel: 213931440; Fax: 213965079 Email: secretariado@casadoregalo.pt ou helenabarroco@casadoregalo.pt
Para mais informações, clique aqui.

 

Read More

Prémio de Comunicação “Pela Diversidade Cultural”

1 Agosto, 2017
/ / /

Prémio de Comunicação “Pela Diversidade Cultural” – 2017

O Alto Comissariado para as Migrações, I.P. promove o Concurso Prémio de Comunicação “Pela Diversidade Cultural”.
O prazo de candidaturas da edição de 2017 decorre de 31 de julho a 22 de setembro.

 


O Alto Comissariado para as Migrações, I.P. promove o Concurso Prémio de Comunicação “Pela Diversidade Cultural” com o objetivo de premiar trabalhos, publicados e/ou difundidos nos meios de comunicação tradicionais e digitais, com um contributo relevante para a promoção da diversidade cultural, o combate à discriminação em função da nacionalidade, etnia, religião ou situação documental e, em particular, para a integração das comunidades migrantes e ciganas presentes em Portugal.
Este concurso prevê a participação de profissionais da comunicação social/jornalismo devidamente habilitados/as, de produtores/as de conteúdos, guionistas e/ou argumentistas nas áreas da informação, programação, conteúdos digitais, entretenimento e/ou ficção nacional para televisão, teatro e cinema, e também de jovens de idades compreendidas entre os 15 e os 24 anos.
Os prémios a atribuir no âmbito do presente concurso são os seguintes:
Prémio Diversidade Cultural – € 3.000,00 (três mil euros;
Prémio Imprensa Escrita – € 1.500,00 (mil e quinhentos euros);
Prémio Rádio – € 1.500,00 (mil e quinhentos euros);
Prémio Televisão – € 1.500,00 (mil e quinhentos euros)
Prémio Fotojornalismo – € 1.500,00 (mil e quinhentos euros);
Prémio Órgãos de Informação Regionais e Locais – € 1.500,00 (mil e quinhentos euros);
Prémio Jovem – € 500,00 (quinhentos euros) em Cartão de Oferta;
Prémio Diversidade nos Guiões – € 1.500,00 (mil e quinhentos euros) .
O período de candidaturas, que podem ser individuais e coletivas, vai decorrer até 22 de setembro, sendo considerados os trabalhos realizados e publicados entre 16 de julho de 2016 e 22 de setembro de 2017.

Documentos para Download:
Regulamento
Formulário de candidatura individual
Formulário de candidatura coletiva
Para mais informações, clique aqui.
Read More

6.ª edição do Concurso Todos Contam

21 Julho, 2017
/ / /

Concurso Todos Contam 2017

Encontram-se a decorrer as candidaturas para a 6.ª edição do Concurso Todos Contam.
As escolas podem submeter a concurso os seus projetos de educação financeira  até ao dia 13 de outubro de 2017.

 


6.ª edição do Concurso Todos Contam – Candidaturas até 13 de outubro de 2017.
O Concurso Todos Contam distingue os melhores projetos de educação financeira a implementar nas escolas. É organizado pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros – Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões – e pelo Ministério da Educação, através da Direção-Geral da Educação e da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional.
A 6.ª edição do concurso dirige-se a projetos a serem implementados no ano letivo 2017/2018 em agrupamentos de escolas, escolas não agrupadas, estabelecimentos de ensino particulares e cooperativos e escolas profissionais que ministrem a educação pré-escolar e o ensino básico e secundário.
As escolas podem submeter a concurso os seus projetos de educação financeira para o ano letivo de 2017/2018 até ao dia 13 de outubro de 2017, através do endereço eletrónico concurso@todoscontam.pt.

 

PRÉMIOS
Serão atribuídos cinco prémios, constituídos por livros e materiais escolares: um para a educação pré-escolar, um por cada um dos três ciclos do ensino básico e um para o ensino secundário.
Poderá também ser atribuído um prémio de continuidade para distinguir projetos plurianuais que tenham participado no Concurso Todos Contam ao longo de três edições consecutivas. 
A entrega dos prémios será faseada: metade do valor do prémio será atribuída após o anúncio oficial dos vencedores no Dia da Formação Financeira, a 31 de outubro de 2017, e outra metade após o final do ano letivo 2017/2018, mediante prova da efetiva implementação dos projetos.
Candidaturas até 13 de outubro de 2017.

Documentos para Download:
Para mais informações, clique aqui.
Read More

Passaporte Qualifica | Mais Qualificação, Melhor Emprego

20 Julho, 2017
/ / /

Passaporte Qualifica |Mais Qualificação, Melhor Emprego

Passaporte Qualifica encontra-se disponível para as entidades de educação e formação, enquanto ferramenta de apoio à dinamização e gestão das suas ofertas, nomeadamente na adequação das mesmas às necessidades dos seus públicos-alvo e territórios de intervenção.

 


Passaporte Qualifica
O Passaporte Qualifica é um instrumento (digital) de orientação e registo individual de qualificações e competências, que permite, não só, registar as qualificações obtidas pelo adulto ao longo da sua vida, mas também simular percursos de qualificação possíveis e organizar o percurso de qualificação efetuado ou a efetuar, em função das qualificações que o indivíduo pode obter e da progressão escolar e profissional que pode alcançar, identificando as competências em falta, por forma a possibilitar a construção de trajetórias de formação mais adequadas às necessidades de cada indivíduo, de entre as diferentes trajetórias possíveis.
O Passaporte Qualifica destina-se:
– a adultos com idade igual ou superior a 18 anos que procurem melhorar as suas qualificações, tendo em vista, nomeadamente, a conclusão do ensino secundário e/ou a obtenção de uma qualificação profissional;
– a jovens, entre os 15 e os 29 anos, que não estejam empregados, nem a estudar ou a frequentar formação (Jovens NEET).
O Passaporte Qualifica é um instrumento (digital) de orientação e registo individual de qualificações e competências, que:
– Regista as qualificações e competências adquiridas ou desenvolvidas ao longo da vida (esta informação poderá ser consultada detalhadamente no Registo Individual de Competências – RIC);
– Simula e apresenta diversos percursos de qualificação possíveis para a obtenção de novas qualificações e/ou progressão escolar e profissional, a partir da capitalização dos resultados de aprendizagem que o adulto já alcançou e das competências que adquiriu até ao momento;
– Sugere diferentes trajetórias de formação (escolar, profissional ou de dupla certificação) ou de reconhecimento, validação e certificação de competências (processo de RVCC) que o adulto poderá escolher para a conclusão da meta de qualificação que selecionou;
– Identifica as unidades de formação concluídas e respetivos pontos de crédito que capitaliza de formações anteriores, para a qualificação pretendida;
– Lista as unidades de formação e respetivos pontos de crédito em falta para a obtenção do percurso selecionado;
– Informa quais as Entidades de Educação e Formação onde o adulto poderá encontrar a oferta de formação que selecionou ou os Centros Qualifica onde poderá realizar um processo de RVCC, tendo como referência o seu local de residência (ou outra à sua escolha) e a data da sua pesquisa.

O Passaporte Qualifica encontra-se disponível para as entidades de educação e formação, enquanto ferramenta de apoio à dinamização e gestão das suas ofertas, nomeadamente na adequação das mesmas às necessidades dos seus públicos-alvo e territórios de intervenção.
Este instrumento torna-se assim de suma importância para as entidades de educação e formação, uma vez que permite a divulgação e promoção das suas ofertas educativas e formativas e, desse modo, um potencial aumento do número de formandos/as.
Nesse sentido, reforçamos a necessidade do registo atualizado de todas as formações a realizar, com vista a uma mais ampla divulgação e um maior ajustamento entre a oferta e a procura.

.

Programa Qualifica.
Mais Qualificação, Melhor Emprego

Passaporte Qualifica poderá ser acedido a partir do Portal Qualifica www.qualifica.gov.pt ou diretamente no sítio da Internet especificamente criado para o efeito:www.passaportequalifica.gov.pt
Para mais informações, clique aqui.
Read More

Lançamento da Saudementalpt, a primeira plataforma de saúde mental e neurológica

14 Julho, 2017
/ / /
Comments Closed

Lançamento da Saudementalpt, a primeira plataforma de saúde mental e neurológica No próximo dia 22 de julho, dia Mundial do Cérebro, vai ser lançada a Plataforma Saudementalpt – a primeira plataforma online que agrega informação e respostas na área da saúde mental e neurológica nacional. Saudementalpt – Plataforma de saúde mental e neurológica nacional.   Lançamento da […]

Read More

Prémio Direitos Humanos 2017 | Assembleia da República

13 Julho, 2017
/ / /
Comments Closed

Prémio Direitos Humanos 2017 | Assembleia da República

Prémio no valor pecuniário de 25 mil euros, que visa reconhecer e distinguir o alto mérito da atividade de organizações não governamentais na divulgação ou promoção do respeito pelos direitos humanos.
Candidaturas abertas até 31 de julho de 2017.

A Associação ACEGIS divulga o Prémio Direitos Humanos da Assembleia da República, edição de 2017.
Prémio no valor pecuniário de 25 mil euros, que visa reconhecer e distinguir o alto mérito da atividade de organizações não governamentais na divulgação ou promoção do respeito pelos direitos humanos.
 O Prémio Direitos Humanos destina-se a reconhecer e distinguir o alto mérito da atividade de organizações não governamentais ou original de trabalho literário, histórico, científico, jornalístico, televisivo ou radiofónico, divulgados em Portugal entre 1 de julho do ano anterior e 30 de junho do ano da atribuição, que contribuam para a divulgação ou o respeito dos direitos humanos, ou ainda para a denúncia da sua violação, no País ou no exterior, da autoria individual ou coletiva de cidadãos portugueses ou estrangeiro.
O Prémio destina-se a galardoar:
– O alto mérito da atividade de ornizações não governamentais; ou
– O trabalho, individual ou coletivo, de cidadãos portugueses ou estrangeiros, designadamente literário, científico, histórico ou jurídico, jornalístico ou audiovisual, qualquer que seja o respetivo suporte, divulgado em Portugal no período a que respeita;
– Que contribua designadamente para:
a) a divulgação ou o respeito dos direitos humanos;
b) a denúncia da sua violação no País ou no exterior.
O Prémio é atribuído a cidadãos (e cidadãs)  portugueses (as)  ou estrangeiros(as)  ou a organizações não-governamentais, sobre os trabalhos e atividades a que se refere o artigo 2.º, independentemente de apresentação de candidatura.
O Prémio é atribuído anualmente pelo Presidente da Assembleia da República, no dia 10 de dezembro, Dia Nacional dos Direitos Humanos, ouvida a Conferência de Líderes, mediante proposta do júri constituído no âmbito da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.
Os trabalhos ou relatos de atividades que sejam objeto de candidatura são apresentados individual ou coletivamente, podendo cada candidatura apresentar mais do que um trabalho, até ao limite de três.
Os mesmos trabalhos ou relatos de atividades devem ser remetidos, em três exemplares, por correio registado, dirigidos ao:
Presidente da Assembleia da República
Prémio Direitos Humanos
Assembleia da República
Palácio de São Bento  1249-068 Lisboa
São admitidos os trabalhos ou relatos de atividades que derem entrada na Assembleia da República até ao dia 31 de julho de cada ano, contando para este efeito a data do respetivo registo postal.
Não são consideradas as candidaturas apresentadas fora do prazo, nem as que não se enquadrem no disposto no artigo 2.º. do regulamento do Prémio.
Findo o período previsto no n.º 3, a lista das candidaturas é divulgada na página da Assembleia da República na Internet, no separador relativo ao Prémio Direitos Humanos.
O Prémio é entregue na Assembleia da República, em cerimónia oficial, no Dia Nacional dos Direitos Humanos.

Candidaturas até ao próximo dia 31 de julho de 2017.​
Regulamento do prémio 
Em 2016, o Prémio Direitos Humanos foi atribuído a António Guterres.
Para mais informações, clique aqui.
Read More

“Tenho uma criança” – Guia completo para futuros e recém pais e mães

5 Julho, 2017
/ / /
Comments Closed

Simplex+ : “Tenho uma criança” – Guia informações para futuros ou recém pais e mães

O guia “Tenho uma Criança” dá informações aos pais sobre a saúde e bem-estar da criança, prestações sociais, direitos laborais ou declarações de rendimentos.

 

Simplex+ : “Tenho uma criança” – Guia informações para futuros ou recém pais e mães
“Tenho uma criança” é uma das medidas do programa Simplex+2016 que reúne, num só guia, toda a informação relevante sobre a paternidade e maternidade nos primeiros anos da criança, seja na área da saúde, prestações sociais, direitos laborais ou declarações de rendimentos.
Está já disponível, no Portal do Cidadão, o guia «Tenho uma criança», destinado a futuros e recém pais e mães, que agrega informação sobre os direitos das grávidas trabalhadoras, licenças parentais e passos necessários ao registo do nascimento de uma criança.
O guia informa ainda sobre os apoios financeiros disponíveis e os benefícios fiscais, ajuda a encontrar um plano sobre vacinação, bem como esclarece sobre educação pré-escolar, entre outras informações relevantes que até aqui estavam dispersas pelos vários serviços públicos.
Desenvolvida pelas áreas governativas da Modernização Administrativa, Finanças, Justiça, Ministro Adjunto, Educação e Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e Saúde, «Tenho uma criança» é uma das medidas do programa Simplex+ 2016.
Para saber mais, consulte: Portal do Cidadão – Tenho uma criança

 

 

Read More

4.º Fórum da Cidadania

29 Junho, 2017
/ / /
Comments Closed

4.º Fórum da Cidadania

No dia 8 de julho de 2017, realiza-se, na Reitoria da Universidade de Lisboa, o 4.º Fórum da Cidadania, no qual se pretende aprovar a “Carta de Lisboa – Direitos e Responsabilidades”.
Entrada Livre. Inscrições até 30 de junho de 2017.

 

O 4º Fórum da Cidadania vai realizar-se no dia 8 de julho de 2017, entre as 9h00 e as 17h30, na Reitoria da Universidade de Lisboa.
A entrada é livre mas sujeita a inscrição.

Na Declaração “Lisboa, Cidade com Direitos” aprovada em Maio de 2016 no 3º Fórum da Cidadania, propôs-se à cidade o lançamento de um processo deliberativo que conduzisse à aprovação de uma “Carta de Lisboa dos Direitos e Responsabilidades” no 4º Fórum da Cidadania que irá realizar-se dia 8 de julho de 2017 na Reitoria da Universidade de Lisboa.
Dando cumprimento à tarefa que lhe foi atribuída no 3º Fórum, a Comissão Organizadora do Fórum da Cidadania está empenhada na organização de Fóruns Territoriais, em cooperação com as Juntas de Freguesia, a Rede Social e as Comissões Sociais de Freguesia, as associações cívicas da cidade, outras organizações e cidadãos e cidadãs.
A Carta – e sobretudo o processo da sua construção colectiva – tem como meta a mobilização de vontades de todas as pessoas que aspiram a uma democracia central, autárquica e cidadã mais vigorosa participada e deliberativa, capaz de transformar Lisboa e fazer dela uma Cidade com Direitos.
Consulte aqui a proposta da Carta de Lisboa – Direitos e Responsabilidades que se propõe à Cidade e participe através do preenchimentos dos formulários disponíveis.
Inscreva-se  aqui até dia 30 de junho.

CONTACTOS
Câmara Municipal de Lisboa
Departamento para os Direitos Sociais, Divisão para a Participação e Cidadania
Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos  | E-mail:  forumcidadania@cm-lisboa.pt
Para mais informações, clique aqui. 

 

Read More

Gabinete de Apoio a Vítimas de Violência no Namoro

29 Junho, 2017
/ / /
Comments Closed

Gabinete de Apoio a Vítimas de Violência no Namoro O Gabinete é promovido pela Associação Plano i e destina-se a prestar apoio psicológico a estudantes universitárias/os, vítimas ou ex-vítimas de violência no namoro. As consultas são gratuitas e prestadas por psicólogas/os especializadas/os. Gabinete de Apoio a Vítimas de Violência no Namoro No âmbito do Programa […]

Read More

III Edição Escola SOMOS

19 Junho, 2017
/ / /
Comments Closed

III Edição Escola SOMOS

SOMOS – Programa Municipal de Educação para os Direitos Humanos
10 a 15 de julho de 2017 – Escola Secundária de Camões

Escola SOMOS – Programa Municipal de Educação para os Direitos Humanos
A Câmara Municipal de Lisboa, no quadro do SOMOS – Programa Municipal de Educação para os Direitos Humanos, através do Pelouro dos Direitos Sociais, e em parceria com a Escola Secundária de Camões, o Instituto Português do Desporto e da Juventude, a Associação de Apoio à Vítima, a Sons da Lusofonia, Casa Qui, Par – Respostas Sociais e Centro de Vida Independente promove de 10 a 15 de julho de 2017 a III Escola SOMOS.
A terceira edição da Escola SOMOS realiza-se na Escola Secundária de Camões (Liceu Camões) localizado na Praça José Fontana, surgindo como uma forma de capacitar entidades, cidadãs e cidadãos e criar um espaço de encontro e promoção de sinergias, entre diferentes atores e entidades parceiras.
Um espaço privilegiado de desenvolvimento de competências e criação de sinergias em torno da Educação para os Direitos Humanos, para a Cidadania Democrática e para a Educação Não Formal, com seis Formações de Multiplicadores e Multiplicadoras e outras atividades paralelas a acontecer ao mesmo tempo.

A III Escola SOMOS tem como objetivos:
  • Promover o encontro entre diferentes atores envolvidos no SOMOS e no universo da Educação para os Direitos Humanos e Cidadania Democrática em Lisboa;
  • Promover a partilha de experiências, práticas e saberes de entidades da cidade de Lisboa que trabalham no domínio da Educação para os Direitos Humanos e da Cidadania Democrática;
  • Capacitar multiplicadoras e multiplicadores em Educação Não Formal, Educação de Pares, Educação para os Direitos Humanos e Educação para a Cidadania Democrática que trabalhem na cidade, com vista à sua potencial integração na Bolsa de Multiplicadoras e Multiplicadores do SOMOS;
  • Disseminar produtos relevantes no domínio da Educação para os Direitos Humanos e Cidadania Democrática.  
Na III Escola SOMOS promovem-se seis formações em paralelo, de participação gratuita, mediante a inscrição prévia para participação. Qualquer pessoa na cidade de Lisboa pode candidatar-se para cada uma das 6 formações a decorrer na III Escola SOMOS
As e os participantes podem inscrever-se aqui.

 

A Escola inclui também as seguintes actividades não formativas:
Biblioteca Humana (13 de julho) – evento promovido pela APAV;
Buffet das Organizações (11-14 de julho) –  mostra do trabalho desenvolvido por diferentes organizações da cidade. No dia 13 de julho haverá um momento de networking;
Aperitivos e Digestivos (11 a 14 de julho) – serão momentos informais, antes e depois do almoço, de partilha de produtos, boas práticas e experiências por parte de diferentes entidades.

Escola SOMOS , um espaço privilegiado de desenvolvimento de competências e criação de sinergias em torno da Educação para os Direitos Humanos, para a Cidadania Democrática e para a Educação Não Formal, com seis Formações de Multiplicadores e Multiplicadoras e outras atividades paralelas a acontecer ao mesmo tempo.
Inscrições até 25 de junho de 2017.
Para mais informações, clique aqui.

 

Read More
  • Jogo Educativo – Cidadania 4Kids!

  • UMA FORMA DIVERTIDA DE APRENDER CIDADANIA!

    São jogos, quebra-cabeças, puzzles, sudokus e muito mais!

    100% Português. 100% Solidário.

    Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS!

  • ECONOMIA SOCIAL EM DESTAQUE | ATUALIDADEInformação e atualidade no âmbito da Economia Social e Solidária

    Dia Internacional da Juventude: celebrando os jovens construindo paz

    11 Agosto, 2017
    Dia Internacional da Juventude: celebrando os jovens construindo paz Atualmente, existem cerca de 1.8 mil milhões de jovens entre os 10 e os 24 anos de idade, cerca de um quarto da população mundial. A maior geração de jovens de sempre na história da humanidade, está nas nossas mãos ajudá-la a tornar-se a geração que […]

    Pós-Graduação em Empreendedorismo e Inovação

    10 Agosto, 2017
    1.ª Edição da Pós-Graduação em Empreendedorismo e Inovação no ISCSP – Universidade de Lisboa Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas – ISCSP  As candidaturas à Pós-Graduação do ISCSP para o ano letivo de 2017-2018 encontram-se abertas até ao dia 30 de setembro de 2017. 1.ª Edição da Pós-Graduação em Empreendedorismo e Inovação no ISCSP […]
31 visitantes ligados agora
1 visitantes, 30 bots, 0 membros