Inovação Social

  • Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social

    A ACEGIS reconhece-se enquanto entidade de referência nas áreas estratégicas da cidadania, inclusão, igualdade de género, empreendedorismo e inovação social. Intervimos ativamente pela construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva!

  • Espanha. Grupo 'La Manada' libertado sob fiança de seis mil euros Esta quinta-feira o Tribunal de Navarra decretou que os cinco homens seriam libertados, na condição de pagarem, cada um, uma caução de seis mil euros. O grupo de cinco homens conhecidos como La Manada (A Manada) foi esta sexta-feira libertado sob caução. O Tribunal de Navarra […]

Cerdeira – A primeira Aldeia da Inovação Social

3 Julho, 2018
/ / /
Comments Closed

Cerdeira – A primeira Aldeia da Inovação Social

Nos dias 4 e 5 de julho, a Aldeia da Cerdeira, na Serra da Lousã, será palco do melhor da inovação social, reunindo, num só espaço, os projetos de inovação social mais relevantes que se realizam em Portugal.
A Aldeia do Xisto de Cerdeira, situada na Serra da Lousã, foi o lugar escolhido para a Portugal Inovação Social apresentar os resultados dos dois anos de atividades e partilhar casos de sucesso. Cerdeira transforma-se assim na Aldeia da Inovação Social nos dias 4 e 5 de Julho, onde vai encontrar os projetos de Inovação Social mais relevantes.
Projetos e empreendedores sociais vão juntar-se para discutir ideias e mostrar o impacto dos projetos já apoiados pela Portugal Inovação Social. Recorde-se que, no total, já foram atribuídos 12 milhões de euros a 137 candidaturas da região Norte, Centro e Alentejo, destinados ao financiamento de planos de capacitação para o investimento social e o desenvolvimento de projetos no âmbito dos programas Parcerias para o Impacto e Títulos de Impacto Social.
A sessão de abertura do evento conta com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (sujeito a confirmação), da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, da Representante da Comissão Europeia em Portugal, Sofia Alves, do Presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes, do Presidente da Portugal Inovação Social, Filipe Almeida, e do Presidente da Comissão Diretiva do PO ISE, Domingos Lopes.

 

 

 

A Aldeia da Inovação Social é um projeto promovido pelo Portugal Inovação Social, uma iniciativa pública nacional que tem como missão a promoção da inovação e do empreendedorismo social no País, através da mobilização de fundos da União Europeia, no âmbito do Portugal 2020.

O objectivo é transformar toda a aldeia num espaço de partilha e troca de experiências, bem como fazer uma mostra dos projetos de inovação social portugueses.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.377 outros subscritores

Ao clicar em “Subscrever”, está a aceitar a nossa política de privacidade.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Consulte a nossa Política de Privacidade. © ACEGIS, direitos reservados. 

Partilhe este artigo!


 

Read More

Abertura de candidaturas ao Programa EDP Solidária – Saúde 2018

2 Julho, 2018
/ / /
Comments Closed

Abertura de candidaturas ao Programa EDP Solidária - Saúde 2018

Decorre, de 2 a 20 de julho, o período de candidaturas ao programa EDP Solidária Saúde 2018. Este ano, será disponibilizado um milhão de euros para apoiar projetos que visem a melhoria do conforto térmico dos/as utentes nas entidades candidatas.

EDP Solidária - Saúde 2018

Fundação EDP disponibiliza €1.000.000 para iniciativas que visem a melhoria do conforto térmico em instalações do Serviço Nacional de Saúde e de IPSS. Candidaturas decorrem de 2 a 20 de julho de 2018.

Decorre, de 2 a 20 de julho, o período de candidaturas ao programa EDP Solidária Saúde 2018. Este ano, será disponibilizado um milhão de euros para apoiar projetos que visem a melhoria do conforto térmico dos utentes nas entidades candidatas.
Os projetos podem ser apresentados por instituições de carácter público integradas no Serviço Nacional de Saúde e por IPSS que prestem serviços de saúde, com registo obrigatório na Entidade Reguladora da Saúde.
“O programa EDP Solidária tem sido, desde a sua génese, um motor de desenvolvimento de centenas de projetos ligados à área social, em todos os distritos do país, apoiando projetos que melhoram a qualidade de vida de pessoas e comunidades vulneráveis e que combatem situações de exclusão social”, explica Miguel Coutinho, administrador e diretor geral da Fundação EDP. Em 2018, a Fundação EDP volta a apostar num programa que, destaca Miguel Coutinho, “tendo o seu foco no conforto térmico, contribuirá para a diminuição de assimetrias sociais, ou seja, para uma sociedade mais equitativa e sustentável”.
O Programa EDP Solidária Saúde apoia anualmente projetos que tenham como objetivo melhorar as condições clínicas e sociais decorrentes de problemas de Saúde, incluindo a reabilitação pontual de instalações e a aquisição de equipamentos médicos, entre outros recursos.
Criado pela Fundação EDP em 2004, o Programa EDP Solidária é uma das maiores linhas privada de investimento social em Portugal. Desde então, apoiou já 370 projetos em todo o país, num investimento global superior a 12,5 milhões de euros.

Em 2018, o foco do Programa EDP Solidária Saúde será dirigido ao apoio a iniciativas que visem a melhoria do conforto térmico dos utentes de instituições ou serviços do SNS e de IPSS que prestem serviços de saúde.

Candidaturas

As candidaturas decorrem entre os dias 2 e 20 de julho de 2018. 
Mais informações:edpsolidaria@sairdacasca.com / 910087550 (dias úteis das 10h-13h e 14-17h).
Se tiver dificuldades técnicas ao submeter a sua candidatura: 213008056 (dias úteis das 10h-13h e 14h-17h). Caso não receba a confirmação no prazo de 48 horas, deve enviar um email solicitando a mesma para edpsolidaria@sairdacasca.com, indicando o nome da entidade promotora.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.377 outros subscritores

Ao clicar em “Subscrever”, está a aceitar a nossa política de privacidade.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Consulte a nossa Política de Privacidade. © ACEGIS, direitos reservados. 

Partilhe este artigo!


 

Read More

Passaporte português vai ser o primeiro da UE com grafia braille

2 Julho, 2018
/ / /
Comments Closed

Passaporte português vai ser o primeiro da UE com grafia braille

Nova funcionalidade vai permitir aos cidadãos e cidadãs com deficiência visual identificar nome, número e data de validade do documento.
O Passaporte eletrónico português vai incluir uma vinheta em braille, uma medida inovadora na União Europeia que permitirá aos cidadãos com deficiência visual identificar nome, número e data de validade do documento, foi anunciado durante a cerimónia que assinalou os 42 anos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). 
A Secretária de Estado para a Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, a quem foi entregue um passaporte com a vinheta em braille, afirmou que «uma vez mais Portugal foi pioneiro», e «pequenos passos como este vão permitir às pessoas mais e melhor autonomia».
O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, afirmou que há vários países a trabalhar em projetos semelhantes, mas Portugal foi o primeiro país europeu a ter o passaporte com este tipo de grafia «em pleno funcionamento».
«A vinheta em braille é decisiva e integra a nossa política de igualdade de oportunidades. Tem uma dimensão simbólica, mas é uma garantia de igualdade de oportunidades entre os cidadãos», disse o Ministro.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.377 outros subscritores

Ao clicar em “Subscrever”, está a aceitar a nossa política de privacidade.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Consulte a nossa Política de Privacidade. © ACEGIS, direitos reservados. 

Partilhe este artigo!


 

Read More

One value, a nova plataforma digital sobre investimento público em inovação social

22 Junho, 2018
/ / /
Comments Closed

One value, a nova plataforma digital sobre investimento público em inovação social

A plataforma One Value disponibiliza gratuitamente informação relativa ao investimento unitário nos principais problemas sociais em Portugal.
A One Value é uma plataforma online, de acesso livre, que disponibiliza informação sobre o investimento público em respostas sociais consideradas prioritárias em termos de política pública, em áreas como a Proteção Social, Educação, Saúde, Emprego e Justiça.
A One Value é um portal de acesso livre que reúne e sistematiza informação sobre o investimento público em diversas respostas sociais prioritárias em Portugal, em áreas como a Proteção Social, a Educação, a Saúde, o Emprego e a Justiça.
A informação que consta na One Value tem uma natureza dinâmica, sendo atualizada em função da evolução das prioridades de política pública e à medida que novos dados são recolhidos e validados.
O seu objetivo é concentrar, num único ponto de acesso, dados quantitativos sobre a despesa pública, apresentados de forma clara, simples, fundamentada e útil, que permitem:
  • Conhecer como o investimento público é distribuído na resposta a alguns dos principais problemas sociais em Portugal;
  • Estimular o desenvolvimento de respostas inovadoras para a resolução de problemas sociais e promover a contratação em função de resultados.
Transversal a todos os domínios, existe uma ferramenta inovadora – a Calculadora da Estimativa do Potencial de Poupança –, que permite simular o efeito que um determinado projeto social inovador poderá ter, se for bem-sucedido, na redução da despesa pública.

Plataforma One Value

A plataforma One Value é um projeto conjunto da Fundação Calouste Gulbenkian e do Ministério da Presidência e Modernização Administrativa, operacionalizado pela Portugal Inovação Social e pela MAZE (Laboratório de Investimento Social).
Os dados que constam na plataforma One Value foram validados pelas entidades públicas responsáveis pela execução de política pública em cada domínio temático.
A plataforma pretende centralizar, uniformizar e disponibilizar gratuitamente informação relativa ao investimento unitário nos principais problemas sociais em Portugal.

 

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.377 outros subscritores

Ao clicar em “Subscrever”, está a aceitar a nossa política de privacidade.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Consulte a nossa Política de Privacidade. © ACEGIS, direitos reservados. 
Read More

MyCNAIM: lançamento da aplicação móvel de apoio a pessoas migrantes e refugiadas

20 Junho, 2018
/ / /
Comments Closed

Alto Comissariado para as Migrações lançou esta quarta-feira a aplicação móvel MyCNAIM. Uma ferramenta de apoio a pessoas migrantes e refugiadas.

MyCNAIM é uma aplicação móvel disponibilizada nos sistemas operacionais IOS e Android, a partir da qual os/as migrantes podem aceder às informações sobre os vários serviços promovidos pelo ACM,I.P.. APP está disponível em Português, Inglês e Árabe e pode ser instalada a partir da PlayStore e APPStore para IOS e Android.
MyCNAIM APP is a mobile application where migrants are able to access information about the various services promoted by ACM, IP, as well as information on the legal framework for entry and stay in Portugal, requests for international protection, access to Portuguese nationality, housing, work, health, education, equivalence and recognition of academic qualifications, learning Portuguese, among other useful information related to their integration in Portugal.
O Alto Comissariado para as Migrações, no âmbito das medidas Simplex +, lançou esta quarta-feira, dia 20 de junho, a APP MyCNAIM, uma aplicação para telemóvel que faculta informação em diversas áreas aos cidadãos migrantes e refugiados/as. A APP está disponível em Português, Inglês e Árabe e pode ser instalada a partir da PlayStore e APPStore para IOS e Android.
MyCNAIM é uma aplicação móvel disponibilizada nos sistemas operacionais IOS e Android, a partir da qual os migrantes podem aceder às informações sobre os vários serviços promovidos pelo ACM,I.P., bem como informações sobre o enquadramento legal de entrada e permanência em Portugal, pedidos de proteção internacional, acesso à nacionalidade portuguesa, habitação, trabalho, saúde, educação, equivalência reconhecimento de habilitações académicas, aprendizagem da língua portuguesa, entre outras informações uteis relacionadas com a sua integração em Portugal.

Desta forma, a App MyCNAIM visa aproximar os serviços existentes nos Centros Nacionais de Apoio à Integração de Migrantes (CNAIM) e Centros Locais de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM), à população migrante, através de um novo canal de comunicação. A funcionar como alternativa ou complemento ao atendimento presencial nos serviços do Alto Comissariado para as Migrações, facilita o acesso imediato à informação relacionada com a integração de migrantes em Portugal, nomeadamente por pessoas que se encontrem em regiões do país onde não existam CNAIM e/ou CLAIM.

 

App MyCNAIM

Através do sistema de georreferenciação, são disponibilizados a localização e os contactos de vários serviços como os Centros Nacionais de Apoio à Integração de Migrantes (CNAIM), os Centros Locais de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM), as associações de imigrantes, os gabinetes de inserção profissional, entre outros.
Os/as utilizadores/as podem também aceder através de uma hiperligação ao website da Plataforma de Português Online, ao formulário de queixa disponibilizado no website da Comissão para Igualdade e Contra a Discriminação Racial, ou ao Welcome Kit aos Refugiados.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.377 outros subscritores

Ao clicar em “Subscrever”, está a aceitar a nossa política de privacidade.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Consulte a nossa Política de Privacidade. © ACEGIS, direitos reservados. 
Read More

RefuJobs – A Plataforma de Emprego para Refugiados

29 Maio, 2018
/ / /
Comments Closed

RefuJobs – A Plataforma de Emprego para Refugiados

A procura e oferta de emprego para refugiados/as em Portugal podem ser feitas, através da plataforma RefuJobs. Uma ferramenta digital de apoio à contração, que conta com mais de 150 ofertas de emprego, com informação em inglês, árabe e português.
RefuJobs – A Plataforma de Emprego para Refugiados
A plataforma RefuJobs tem por objetivo potenciar as competências profissionais das pessoas refugiadas e as oportunidades de emprego disponíveis em entidades e empresas portuguesas.

A procura e oferta de emprego para refugiados/as em Portugal podem ser feitas, através da plataforma RefuJobs. Uma ferramenta digital de apoio à contração, que conta com mais de 150 ofertas de emprego, com informação em inglês, árabe e português.
A plataforma digital, lançada na passada sexta-feira pelo Alto Comissariado para as Migrações (ACM) visa potenciar não só as competências profissionais das pessoas refugiadas, mas também publicitar as oportunidades de emprego disponíveis em entidades e empresas portuguesas.
A Plataforma Refujobs é uma ferramenta online de apoio à contratação na qual poderão inscrever-se, de forma gratuita, potenciais candidatos/as e empresas com o objetivo de realizar o matching entre os perfis das pessoas refugiadas e as respetivas oportunidades de Emprego/Formação.
Além de disponibilizar informação acerca de emprego, a plataforma disponibiliza ainda informação sobre apoios ao empreendedorismo e formação e capacitação de pessoas refugiadas para a implementação dos seus próprios negócios.
Esta é mais uma medida do Governo inscrita no “Simplex +” para a integração no mercado de trabalho das pessoas refugidas em Portugal.

A plataforma digital que visa potenciar não só as competências profissionais das pessoas refugiadas, mas também publicitar as oportunidades de emprego disponíveis em entidades e empresas portuguesas.

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.377 outros subscritores

Ao clicar em “Subscrever”, está a aceitar a nossa política de privacidade.
Poderá cancelar este serviço a qualquer altura, através da opção “Cancele a subscrição”, disponível no rodapé das nossas newsletters.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Consulte a nossa Política de Privacidade. © ACEGIS, direitos reservados. 
Read More

Portugal Inovação Social: €5 milhões de euros para financiar projetos de empreendedorismo e inovação social

16 Maio, 2018
/ / /
Comments Closed

Portugal Inovação Social: são €5 milhões de euros para financiar projetos de empreendedorismo e inovação social

A Portugal Inovação Social abre pela terceira vez candidaturas a títulos de impacto social. Apoio a projetos inovadores nas áreas da proteção social, emprego, justiça, saúde e inclusão digital.

Portugal Inovação Social tem, desde 9 de maio, candidaturas abertas para financiar projetos inovadores orientados para ganhos de eficiência na prestação de serviços públicos e na resolução de problemas sociais, nomeadamente na área da Inclusão Digital.

São 5 milhões de euros que ficaram disponíveis para apoiar, através de Títulos de Impacto Social, a realização de projetos de inovação social que deverão atuar nas áreas da Inclusão Digital, Proteção Social, Emprego, Justiça ou Saúde.

 

O que são os Títulos de Impacto Social (TIS)

Os Títulos de Impacto Social (TIS) destinam-se a apoiar projetos inovadores que respondam a problemas sociais prioritários da competência da política pública, numa lógica de pagamento por resultados.

O projeto é implementado por uma ou mais entidades privadas e financiado por um ou vários/as investidores/as sociais, propondo-se alcançar determinados resultados sociais mensuráveis, cujos indicadores e métricas devem ser previamente validados pela Entidade Pública responsável pela política setorial.

Se esses resultados contratualizados em candidatura forem alcançados, os/as investidores/as sociais são integralmente reembolsados.

O risco de insucesso está, por isso, do lado dos/as investidores/as sociais que suportam inicialmente os custos necessários à implementação do projeto.

Podem ser investidores/as sociais empresas privadas, Fundações e Associações, bem como consórcios de várias destas entidades.

Apresentação de Candidaturas

A apresentação das candidaturas decorre em contínuo, encontrando‐se aberto o concurso a partir das 09:00h do dia  9 de maio de 2018.  

Na Plataforma de Formulários da Portugal Inovação Social podem ser descarregados ou preenchidos os vários formulários e documentos necessários à candidatura, bem como aceder às Perguntas Mais Frequentes (FAQ’s)

Está também disponível um Guia de Apoio à Candidatura. Recomenda-se o uso deste Guia na preparação da candidatura, após a leitura atenta do aviso de abertura de candidaturas e dos documentos a submeter. Este Guia de Apoio é indicativo. No caso de existir qualquer inconsistência, tem prevalência a informação constante do aviso de abertura de candidaturas.

Em caso de dúvidas após a leitura do guia de apoio, pode contactar-nos por e-mail através de geral@inovacaosocial.portugal2020.pt.

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.377 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

Portugal Economia Social 2018| Encontro do Empreendedorismo e Inovação Social

14 Maio, 2018
/ / /
Comments Closed

Portugal Economia Social o maior evento de empreendedorismo e inovação social do país

A 3ª edição do Portugal Economia Social realiza-se nos dias 23 e 24 de Maio no Centro de Congressos de Lisboa, com entrada livre.

Estimular o Empreendedorismo e a Inovação Social e promover a Economia Social Solidária | Lisboa, 23 e 24 de maio

A próxima edição da iniciativa Portugal Economia Social vai ter lugar no Centro de Congressos de Lisboa, nos dias 23 e 24 de maio de 2018.

Sabia que Portugal foi o primeiro país da Europa a reservar parte dos fundos estruturais europeus para a área da inovação social?
No nosso país, o sector social é o segundo maior “empregador” nacional, com cerca de 260 mil trabalhadores em instituições, associações, IPSS, ONG’s, mutualistas, colectividades, cooperativas, misericórdias e fundações.
Neste contexto surge o Portugal Economia Social enquanto evento empenhado em promover e debater a Economia Social Solidária e estimular uma Economia Social Sustentável, através de um encontro com duas vertentes: o Fórum de Debate e uma mostra de produtos e soluções para o sector.

 

Mostra de Produtos e Serviços de Apoio
Nova área para empresas e entidades que se destacam pela inovação dos seus produtos e serviços na ajuda a diferentes públicos com necessidades diversas.
Uma interacção em permanência com quem necessita. Aposte connosco!
Municípios e a Inclusão Social
Mostra de Municípios que defendem um território mais Inclusivo, que promovem o Envelhecimento Activo e a Mobilidade e defendem Respostas Sociais adaptadas e Boas Praticas. Uma oportunidade para:
Dar visibilidade aos projectos sociais inovadores;
Mostrar a importância do poder local;
Debater as políticas públicas de desenvolvimento
Na sequência do sucesso do ano passado, o Social Innovation Shaker será novamente aposta no Fórum Debate do evento, com a apresentação de negócios sociais à procura de investimento, assim como de cinco projectos estrangeiros. A grande novidade será a presença na iniciativa de três investidores internacionais do sector da economia social.
Existem cerca de 61 mil entidades envolvidas na Economia Social. Torna-se, portanto, fulcral explorar a questão do financiamento. Assim, no Portugal Economia Social poderá assistir à Conferência “Financiamento e Inovação Social”, ideal para a obtenção de informação sobre as candidaturas para projectos co-financiados na área e também quais os benefícios fiscais para os Investidores Sociais.
Outra das novidades será a apresentação do “Guia de Boas Práticas de Acessibilidade – Comunicação Inclusiva em Monumentos Museus e Palácios”, um trabalho do Turismo de Portugal e da Direcção Geral do Património Cultural que visa a promoção de experiências de turismo mais inclusivas.
Num contexto pedagógico e interactivo o evento irá criar um espaço de experiências denominado “Viver a Diferença” onde será possível vivenciar algumas das dificuldades que pessoas com algumas incapacidades têm de superar.

 

Ajudar a cadeia da Economia Social a dar novas respostas é a missão principal do Portugal Economia Social, que fará convergir no mesmo espaço os municípios, as empresas e os investidores, um local de networking e partilha de conhecimentos e ideias com vista ao crescimento qualitativo do sector.

 

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.377 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

GovTech: O concurso que procura ideias com impacto social

3 Maio, 2018
/ / /
Comments Closed

GovTech: O concurso do Governo que procura ideias com impacto social

A iniciativa quer desafiar empreendedores a apresentarem projectos inovadores com impacto social e responder aos 17 objectivos de desenvolvimento sustentável da ONU.
Há três prémios de 30.000 euros para as ideias mais inovadoras que abracem um dos 17 desafios da Agenda 2030 da ONU.

GovTech: Mudar o Mundo só depende de nós

O GovTech é uma iniciativa do Governo que tem como objetivo premiar e apoiar produtos e serviços inovadores, criados por startups, que se enquadrem à solução de um dos 17 “Sustainable Development Goals” (SDG) das Nações Unidas, numa resposta nacional aos desafios que se colocam por cá e no mundo
Submissão das candidaturas entre 2 de maio e 8 de junho de 2018.

O  concurso destina-se a todos/as  os/as  interessados/as  que tenham protótipos funcionais de produtos ou serviços que se enquadrem no setor público ou no setor privado com um modelo de negócio associado.
Podem submeter candidaturas todos/as os/as cidadãos com mais de 18 anos de qualquer nacionalidade, com ou sem residência em Portugal. Podem ainda ser pessoas coletivas constituídas há menos de 5 anos.

 

Como Participar

Para participares tens de criar uma conta no site do GovTech com Cartão de Cidadão ou Chave Móvel Digital. Se não tens leitor de cartões, pede aqui a tua Chave Móvel Digital.
Só é possível submeter candidaturas e votar através da conta.
Na candidatura terás de apresentar:
Título
Descrição
Vídeo de apresentação
Link/ imagem/ esquema técnico do protótipo
Documento com o modelo de negócio que pensaste para o teu produto ou serviço.
PRÉMIOS
Os prémios para cada um dos/as 3 vencedores/as, são:
30.000€;
Protocolo de colaboração com o Estado para desenvolver e testar o produto ou serviço;
Espaço em incubadora nacional;
Apoio à internacionalização;
Acesso a 2 bilhetes Alpha para o Websummit e a possibilidade de expôr o produto ou serviço durante um dia no evento.

Podes inspirar-te em exemplos de negócios já existentes no âmbito dos SDG na plataforma da Global Opportunity Explorer.

A seleção dos 6 protótipos finalistas será feita no site do GovTech entre 25 de junho e 15 de setembro com a moeda virtual “GOVTECH”.

Candidaturas

As candidaturas já estão abertas e podem ser apresentadas até 08 de junho, exigindo sempre a utilização da autenticação digital do Cartão de Cidadão, ou da Chave Móvel Digital.
Os créditos na "moeda" GOVTECH vão permitir também ao público aceder aos "fundos" para financiar os melhores projectos.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.377 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

7.ª edição do Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio

3 Abril, 2018
/ / /
Comments Closed

7.ª edição do Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio

Pelo 7.º ano consecutivo, a CASES lança mais uma edição do Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio, uma forma pública e solene de homenagear as pessoas singulares e coletivas que mais se tenham distinguido em domínios relevantes para a economia social.
O Prémio consiste na atribuição de uma prestação pecuniária no montante de 3.000€ para cada uma das categorias do concurso.

Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio

O Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio tem natureza simbólica, constituindo uma forma pública e solene de homenagear as pessoas singulares e coletivas que, em cada ano, mais se tenham distinguido na implementação e difusão de projetos inovadores e sustentáveis, na produção de estudos e trabalhos de investigação, na oferta formativa de nível pós-graduado, na realização de trabalhos de âmbito escolar e na publicação de trabalhos jornalísticos em domínios relevantes para a Economia Social.
Este ano, a edição traz uma novidade, ao incorporar uma nova categoria, Trabalhos Jornalísticos, destinada a galardoar um/a jornalista, de nacionalidade portuguesa, autor/a de trabalho publicado acerca de um tema diretamente associado à economia social.

O Prémio é atribuído nas seguintes categorias:
a) Inovação e Sustentabilidade: visa premiar entidades da Economia Social que se tenham distinguido pelo desenvolvimento de projetos com abordagens e soluções inovadoras e sustentáveis para uma questão socioeconómica (ou ambiental).
b) Estudos e Investigação: visa premiar pessoas ou entidades autoras de estudos e trabalhos de investigação no âmbito da Economia Social, designadamente, trabalhos sobre Cooperativas, Mutualidades, Fundações, Associações, Misericórdias e IPSS ou trabalhos transversais dentro do sector da Economia Social.
c) Formação Pós-Graduada: visa premiar instituições de ensino superior que se tenham distinguido pela qualidade da sua oferta formativa de nível pós-graduado (incluindo especializações, pós-graduações, mestrados e doutoramentos) no âmbito da Economia Social.
d) Trabalhos de Âmbito Escolar: visa premiar trabalhos da comunidade escolar, ao nível do primeiro, segundo e terceiro ciclos do ensino básico, ensino secundário e profissional, que envolvam alunos e professores na vivência e difusão de teorias e práticas de Economia Social.
e) Trabalhos Jornalísticos: destina-se a galardoar um(a) jornalista, de nacionalidade portuguesa, autor(a) de trabalho jornalístico publicado acerca de um tema diretamente associado à economia social.
 
O Prémio consiste na atribuição de uma prestação pecuniária no montante de 3.000€ para cada uma das categorias referidas.
O Prémio é também uma das iniciativas que a CASES dinamizará em 2018 no tributo a António Sérgio pelo cinquentenário da sua morte.
 
O período para submissão de candidaturas é de 2 de maio a 30 de junho de 2018.
 O formulário de candidatura deverá ser acedido e preenchido através do sítio da CASES e os anexos deverão ser remetidos à CASES – Cooperativa António Sérgio para a Economia Social, por via eletrónica, para o endereço premio@cases.pt.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.377 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

Abertura de candidaturas projetos inovadores nas áreas da inclusão social e do emprego

13 Março, 2018
/ / /
Comments Closed

Abertura de candidaturas ao instrumento de financiamento Parcerias para o Impacto nas áreas da inclusão social e emprego

Estão abertas, até 10 de maio de 2018, o período para apresentação de candidaturas ao instrumento de financiamento "Parcerias para o Impacto". São 7 milhões de euros destinados a apoiar projetos inovadores nas áreas da inclusão social e do emprego.
As candidaturas devem ser feitas através de registo no Balcão do Portugal 2020 e na Plataforma de Formulários da Portugal Inovação Social.
A Portugal Inovação Social abriu candidaturas ao instrumento de financiamento Parcerias para o Impacto, destinado a apoiar, com um total de 7 milhões de euros, projetos inovadores nas áreas da inclusão social e do emprego. As candidaturas estão abertas até dia 10 de maio de 2018.

Com a abertura deste concurso, pretendemos apoiar a implementação, crescimento ou expansão de iniciativas de inovação e empreendedorismo social, ou seja, iniciativas que estejam a procurar mitigar ou solucionar, de forma criativa e diferente dos modelos tradicionais, problemas que afetam a nossa sociedade, sobretudo os grupos mais vulneráveis da população.
Entidades Beneficiárias Elegíveis
São consideradas entidades beneficiárias elegíveis as organizações que integram a Economia Social, designadamente: cooperativas; associações mutualistas; misericórdias; fundações; entidades com o estatuto de Instituição Particular de Solidariedade Social; associações; entidades abrangidas pelos subsetores comunitário e autogestionário.
Este instrumento de financiamento específico apoia estes projetos através de um modelo de cofinanciamento em que 30% do custo total do projeto deve ser assegurado por investidores sociais, sejam eles empresas, entidades da economia social ou entidades públicas, garantido a Portugal Inovação Social, através do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, os restantes 70%.
Este modelo de cofinanciamento tem como objetivo criar práticas de investimento social que tragam novos atores – públicos e privados – e maior escala ao financiamento destes projetos.

Candidaturas

As candidaturas estão abertas até às 18h00 do dia 10 de maio de 2018 e devem ser efetuadas através do registo no Balcão do Portugal 2020 e na nova Plataforma de Formulários da Portugal Inovação Social.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.377 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

2ª Edição do Ponto Verde Open Innovation

7 Fevereiro, 2018
/ / /
Comments Closed

Até 28 de fevereiro estão abertas as candidaturas para a 2ª Edição do Ponto Verde Open Innovation, da Sociedade Ponto Verde.

Uma iniciativa da Sociedade Ponto Verde que tem como objetivo a criação de valor, bem como capitalizar o potencial de Investigação e Desenvolvimento (I&D) e a criação e desenvolvimento de negócios na área da economia circular no Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE).

Candidaturas Ponto Verde Open Innovation

Está a decorrer até 28 de fevereiro o prazo para submissão de candidaturas à segunda edição do Ponto Verde Open Innovation.
Uma iniciativa da Sociedade Ponto Verde que tem como objetivo a criação de valor, bem como capitalizar o potencial de Investigação e Desenvolvimento (I&D) e a criação e desenvolvimento de negócios na área da economia circular no Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE).
As candidaturas da 2ª Edição do Ponto Verde Open Innovation encontram-se abertas até ao próximo dia 28 de fevereiro. 

Eixos Estratégicos:

EIXO I – Crescimento sustentável – Transição para uma economia de baixo carbono
Promover uma transição para a economia de baixo carbono através da utilização racional dos recursos incentivando a recolha seletiva, a separação de resíduos e a reciclagem permitindo deste modo utilizar de forma mais eficiente os nossos recursos, melhorar a eficiência energética e produtiva.
Este eixo de intervenção pretende melhorar o desempenho da indústria no que respeita à emissão de gases de efeito de estufa através da promoção do desenvolvimento de melhores práticas de produção e do uso eficiente de recursos no setor da reciclagem.
Tem como objetivo orientar para uma melhoria de processos no âmbito do funcionamento do circuito de gestão de resíduos de embalagens, nomeadamente para a prevenção ao nível dos processos produtivos e melhorias dos processos de ecodesign, da produção e de valorização de resíduos (reciclagem e outros tipos de valorização).
Eixo II – Promoção da economia circular
Promover uma economia assente nos princípios de circularidade, garantindo a produção e a valorização de resíduos de modo a desenvolver novas aplicações dos materiais reciclados com vista a fomentar a sua reincorporação nas cadeias de valor e na valorização dos materiais atualmente enviados para eliminação.
Ao impulsionar simbioses industriais e uma análise integrada do sistema industrial, tendo em conta o ecossistema em que se insere, pretender permite abordar a otimização dos processos quer economicamente quer ao nível nos recursos naturais consumidos.
Procurar redefinir os modelos de negócio expandindo a análise das fronteiras do nosso produto e/ou serviço, e desta forma criar sistemas mais amplos e interligados que permitam que as tomadas de decisão passem a incluir preocupações a montante e a jusante da nossa linha de intervenção direta.
Como exemplos orientadores de temáticas para a apresentação de projetos, não sendo naturalmente exaustivo nem limitativo, podem ser tratados os seguintes temas:
• Recolha porta-a-porta no HORECA;
• Recolha de embalagens de vidro no HORECA;
• Reciclagem de plásticos mistos;
• Transporte e reciclagem de EPS;
• Reciclagem de Filme Plástico, quer proveniente da recolha seletiva como da recolha indiferenciada.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.377 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More
  • Jogo Educativo – Cidadania 4Kids!

  • UMA FORMA DIVERTIDA DE APRENDER CIDADANIA!

    São jogos, quebra-cabeças, puzzles, sudokus e muito mais!

    100% Português. 100% Solidário.

    Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS!

  • ECONOMIA SOCIAL EM DESTAQUE | ATUALIDADEInformação e atualidade no âmbito da Economia Social e Solidária

    Candidaturas Programa Cidadãos Ativ@s

    17 Julho, 2018
    Candidaturas para ONG | Programa Cidadãos Ativ@s O Programa Cidadãos Ativ@s (2018-2024) foi criado na sequência do concurso para a gestão em Portugal do Active Citizens Fund, um fundo destinado a Organizações Não Governamentais (ONG), no âmbito do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu. Estão abertas as candidaturas para Organizações Não Governamentais que desenvolvam proje

    Abertura Candidaturas para Financiamento de Projetos no âmbito do Programa Nacional para a Saúde Mental

    11 Julho, 2018
    Abertura de Candidaturas para Financiamento de Projetos no âmbito do Programa Nacional para a Saúde Mental A Direção-Geral da Saúde abriu 6 concursos para financiamento de projetos no âmbito do Programa Nacional para a Saúde Mental para entidades coletivas privadas sem fins lucrativos. Candidaturas até 25 de julho de 2018. A Direção-Geral da Saúde (www.dgs.pt) […]
50 visitantes ligados agora
1 visitantes, 49 bots, 0 membros