Assuntos Sociais

  • Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social

    A ACEGIS reconhece-se enquanto entidade de referência nas áreas estratégicas da cidadania, inclusão, igualdade de género, empreendedorismo e inovação social. Intervimos ativamente pela construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva!

  • Dia Internacional da Juventude: celebrando os jovens construindo paz Atualmente, existem cerca de 1.8 mil milhões de jovens entre os 10 e os 24 anos de idade, cerca de um quarto da população mundial. A maior geração de jovens de sempre na história da humanidade, está nas nossas mãos ajudá-la a tornar-se a geração que […]

Dia Internacional dos Povos Indígenas

9 Agosto, 2017
/ / /

Dia Internacional dos Povos Indígenas

9 de agosto | 9 August
.
Estima-se que a população indígena ronde as 370 milhões de pessoas – cerca de 5% da população mundial –  um terço vive em situação de pobreza extrema (15%).
O Dia Internacional foi proclamado pela Assembleia Geral das Nações Unidas a 23 de  dezembro de 1994.


9 de Agosto – Dia Internacional dos Povos Indígenas
Os povos indígenas representam um terço da população mais pobre do mundo.
Estima-se que a população indígena ronde as 370 milhões de pessoas – cerca de 5% do total mundial, no entanto encontram-se entre as populações mais desfavorecidas e vulneráveis. Um terço vive em situação de pobreza extrema.

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU) cerca de 15% dos 370 milhões de pessoas indígenas vivem em situação de pobreza extrema, representando um terço da população mais pobre do mundo.
O relatório da ONU revela que as pessoas indígenas “constituem uma parte desproporcional da população pobre, analfabeta e desempregada do planeta”.
Os povos indígenas são herdeiros de uma rica diversidade cultural, costumes e tradições linguísticas. Eles representam mais de 5.000 culturas diferentes, mais de 7.000 línguas em mais de 90 países de todo o mundo.
Apesar da diversidade de comunidades indígenas em todo o mundo, a maioria tem procurado preservar a sua identidade e os seus valores culturais, sociais e económicos, incluindo as suas terras, territórios e recursos naturais.
Compete à comunidade internacional o reconhecimento da identidade dos povos indígenas para proteger os seus direitos e manter a sua cultura e estilos de vida.

Tema de 2017: 10.º aniversário da Declaração da ONU dos Direitos dos Povos Indígenas
Este ano assinala-se também o 10.º aniversário da Declaração da ONU dos Direitos dos Povos Indígenas, adotada em 13 de setembro de 2007.
Declaração sobre os Direitos dos Povos Indígenas é um marco importante e uma referência em termos de cooperação e solidariedade entre os povos indígenas e Estados-Membros  das Nações Unidas, sendo o instrumento internacional mais abrangente que existe sobre os direitos dos povos indígenas.
O dia 9 de agosto foi instituído no ano de 1994, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em reconhecimento da primeira reunião do Grupo de Trabalho das Nações Unidas sobre Populações Indígenas, realizada em Genebra em 1982. 
.
O Dia Internacional foi proclamado pela Assembleia Geral das Nações Unidas a 23 de  dezembro de 1994, e representa uma conquista para a preservação e integridade física e cultural desses povos.

Leia na íntegra a Declaração sobre os Direitos dos Povos Indígenas
Relatório State of the World’s Indigenous People
Hashtag nas redes sociais: #WeAreIndigenous 
Para obter mais informações, consultewww.un.org/indigenous

 

Read More

#BeInclusive EU Sport Awards | Prémio Inclusão através do Desporto

7 Agosto, 2017
/ / /

#BeInclusive EU Sport Awards | Prémio Inclusão através do Desporto

Estão abertas as candidaturas aos Prémios UE do Desporto, subordinados ao tema “Promoção da Inclusão social através do Desporto”.
Candidaturas até 15 de setembro de 2017.
The European Commission #BeInclusive EU Sport Awards will recognise organisations using the power of sport to increase social inclusion for disadvantaged groups.
The call for entries is officially open from June 15 to September 15.


prémio #BeInclusive Prémios Desporto da UE convida todas as organizações da UE – públicas ou privadas, com ou sem fins lucrativos – que se desenvolveram com sucesso projectos e de iniciativas de promoção da inclusão social através do desporto a apresentar a sua candidatura.
Os 3 vencedores/as serão anunciados em uma cerimónia especial de premiação em 22 de Novembro, em Bruxelas, onde terão a oportunidade de apresentar seus projetos para um público de especialistas no campo da inclusão pelo desporto  e receber um prêmio de 10.000 Euros.
Os 3 projetos vencedores/as receberão um prémio de 10.000 € cada e serão anunciados numa cerimónia especial de atribuição de prémios, a 22 de novembro de 2017, em Bruxelas, onde também terão a oportunidade de apresentar os seus projetos a uma audiência de especialistas em inclusão pelo desporto.
Candidaturas até 15 de setembro de 2017.
Para mais informações, clique aqui.
Read More

6.ª edição do Concurso Todos Contam

21 Julho, 2017
/ / /

Concurso Todos Contam 2017

Encontram-se a decorrer as candidaturas para a 6.ª edição do Concurso Todos Contam.
As escolas podem submeter a concurso os seus projetos de educação financeira  até ao dia 13 de outubro de 2017.

 


6.ª edição do Concurso Todos Contam – Candidaturas até 13 de outubro de 2017.
O Concurso Todos Contam distingue os melhores projetos de educação financeira a implementar nas escolas. É organizado pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros – Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões – e pelo Ministério da Educação, através da Direção-Geral da Educação e da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional.
A 6.ª edição do concurso dirige-se a projetos a serem implementados no ano letivo 2017/2018 em agrupamentos de escolas, escolas não agrupadas, estabelecimentos de ensino particulares e cooperativos e escolas profissionais que ministrem a educação pré-escolar e o ensino básico e secundário.
As escolas podem submeter a concurso os seus projetos de educação financeira para o ano letivo de 2017/2018 até ao dia 13 de outubro de 2017, através do endereço eletrónico concurso@todoscontam.pt.

 

PRÉMIOS
Serão atribuídos cinco prémios, constituídos por livros e materiais escolares: um para a educação pré-escolar, um por cada um dos três ciclos do ensino básico e um para o ensino secundário.
Poderá também ser atribuído um prémio de continuidade para distinguir projetos plurianuais que tenham participado no Concurso Todos Contam ao longo de três edições consecutivas. 
A entrega dos prémios será faseada: metade do valor do prémio será atribuída após o anúncio oficial dos vencedores no Dia da Formação Financeira, a 31 de outubro de 2017, e outra metade após o final do ano letivo 2017/2018, mediante prova da efetiva implementação dos projetos.
Candidaturas até 13 de outubro de 2017.

Documentos para Download:
Para mais informações, clique aqui.
Read More

22 de julho: Dia Europeu de Ação pelas Vítimas de Crimes de Ódio

18 Julho, 2017
/ / /
Comments Closed

22 de julho: Dia Europeu de Ação pelas Vítimas de Crimes de Ódio Muitos crimes de ódio continuam a não ser denunciados, a não ser objeto de qualquer processo judicial, permanecendo assim invisíveis. Porém, os esforços para combater os crimes de ódio só podem ter êxito se as vítimas relatarem os crimes de que foram […]

Read More

Aprovado financiamento para integrar 200 psicólogos (as) nas escolas

13 Julho, 2017
/ / /
Comments Closed

PO CH aprova financiamento para a integração de mais 200 psicólogos(as) nas escolas 

Mais de sete milhões de euros foram aprovados, no âmbito do Programa Operacional de Capital Humano (POCH), para financiar a integração de 200 psicólogos/as nas escolas públicas, mais de metade para a região Norte.

​No conjunto das três candidaturas apresentadas pela Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), foi solicitado um montante global de 7,4 milhões de euros (M€), 85% dos quais financiados pelo Fundo Social Europeu.

Aprovado financiamento de 7,4 milhões de euros para integrar 200 novos psicólogos (as) nas escolas públicas.
O Programa Operacional Capital Humano (PO CH), aprovou um valor global de 7,4 milhões de euros para a integração de 200 novos psicólogos/as nas escolas públicas, mais de metade são para a região Norte.
Nas escolas da região Norte foi aprovado o valor de 4 milhões de euros de despesa total para a integração, até ao final de 2018, de 108 psicólogos. Para a região Centro serão integrados mais de 52 psicólogos, com um financiamento de 1,9 milhões de euros. Na região de Alentejo o valor é de 1,5 milhões de euros e está prevista a inclusão de 40 novos profissionais.
A integração de 200 novos(as) psicólogos(as) em escolas públicas visa apoiar o desenvolvimento psicológico dos(as) alunos(as), a melhoria da sua orientação escolar e profissional, bem como o apoio psicopedagógico às atividades educativas e ao sistema de relações da comunidade escolar.
O objetivo central do reforço da rede de psicólogos(as) é a prevenção do abandono escolar precoce e o absentismo, através do diagnóstico das dificuldades que afetam a aprendizagem, de modo a agir atempadamente sobre as mesmas, identificando e analisando as causas do insucesso escolar e propondo medidas tendentes à sua diminuição, incluindo a promoção de uma adequada orientação escolar e profissional, em estreita articulação com a comunidade educativa.
A integração dos(as) novos(as) psicólogos deverá ocorrer até ao final de 2018, respondendo assim a uma necessidade que também já tinha sido identificada pela comunidade educativa e pela Ordem dos Psicólogos.
Para mais informações, clique aqui.
Read More

Novos populismos na política contemporânea: misoginia, racismo e homofobia

6 Julho, 2017
/ / /
Comments Closed
GENDER WORKSHOP

Novos populismos na política contemporânea: misoginia, racismo e homofobia

Marisa Matias (Eurodeputada) | 7 de julho de 2017, 14h30, Sala 2, CES 


GENDER WORKSHOP
«Novos populismos na política contemporânea: misoginia, racismo e homofobia» por Marisa Matias
Enquadramento
Nesta sessão queremos dedicar a nossa reflexão à misoginia na política e nas formas e qualidade que esta tem vindo a assumir em diversos contextos e lugares do mundo. De Donald Trump ao presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem as afirmações sobre as mulheres e as suas capacidades intelectuais, estão longe de serem episódicas.
São apenas dois exemplos mais mediáticos do tipo de ódio misógino que tem povoado o discurso político nos últimos tempos no mundo. É também uma das faces do neo-liberalismo financeiro e colonial que domina.
Para isso desejamos mobilizar vários olhares, com lugares de enunciação distintos que possam problematizar com complexidade as distintas realidades mas também nos forneçam energias emancipatórias capazes de nos mobilizarem em torno das causas e das transformações progressistas que desejamos.
Muito embora possamos afirmar que a violência sexista e patriarcal inscrita nas nossas sociedades não é nada de novo – infelizmente – ela pode assumir formas e discursos que, pela sua quantidade ou qualidade, são problemas novos que nos devem instigar à reflexão e à participação.
Assistimos, em vários países da Europa e do mundo a uma nova onda conservadora que reforça a ideia da necessidade de tutela sobre certas identidades sexuais descrevendo-as ou remetendo-as para as esferas do acessório ou do irracional.
Vários exemplos, com diversos contornos e escalas, podem ser pensados como: as orientações sobre a obrigação do uso de maxi-saias nas escolas básicas e secundárias em Moçambique para prevenir o assédio e as gravidezes das adolescentes; a exaltação da ‘recatada e do lar’ no Brasil como o modelo do que devem ser e onde devem estar, as mulheres ou as recorrentes tentativas de voltar atrás em termos legislativos sobre o direito ao próprio corpo, à sexualidade e à reprodução em Angola, Polónia, Espanha ou Brasil.

Neste âmbito a Associação ACEGIS relembra o Artigo de Opinião:
Misoginia e sexismo no discurso político: Donald Trump, Janusz Korwin-Mikke e Rui Rio

A intolerância relativamente às mulheres e a misoginia manifestam-se na esfera pública, e estão cada vez mais presentes nos discursos políticos.  
O crescimento de discursos políticos assumidamente misóginos e sexistas, através dos quais as disparidades e discriminações são perpetuadas, constituem um entrave e um retrocesso na afirmação dos direitos das mulheres.    
Leia aqui o Artigo na íntegra. 

7 de julho de 2017, 14h30, Sala 2, CES 
Para mais informações sobre o evento
 clique aqui.
Read More

“Tenho uma criança” – Guia completo para futuros e recém pais e mães

5 Julho, 2017
/ / /
Comments Closed

Simplex+ : “Tenho uma criança” – Guia informações para futuros ou recém pais e mães

O guia “Tenho uma Criança” dá informações aos pais sobre a saúde e bem-estar da criança, prestações sociais, direitos laborais ou declarações de rendimentos.

 

Simplex+ : “Tenho uma criança” – Guia informações para futuros ou recém pais e mães
“Tenho uma criança” é uma das medidas do programa Simplex+2016 que reúne, num só guia, toda a informação relevante sobre a paternidade e maternidade nos primeiros anos da criança, seja na área da saúde, prestações sociais, direitos laborais ou declarações de rendimentos.
Está já disponível, no Portal do Cidadão, o guia «Tenho uma criança», destinado a futuros e recém pais e mães, que agrega informação sobre os direitos das grávidas trabalhadoras, licenças parentais e passos necessários ao registo do nascimento de uma criança.
O guia informa ainda sobre os apoios financeiros disponíveis e os benefícios fiscais, ajuda a encontrar um plano sobre vacinação, bem como esclarece sobre educação pré-escolar, entre outras informações relevantes que até aqui estavam dispersas pelos vários serviços públicos.
Desenvolvida pelas áreas governativas da Modernização Administrativa, Finanças, Justiça, Ministro Adjunto, Educação e Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e Saúde, «Tenho uma criança» é uma das medidas do programa Simplex+ 2016.
Para saber mais, consulte: Portal do Cidadão – Tenho uma criança

 

 

Read More

Gabinete de Apoio a Vítimas de Violência no Namoro

29 Junho, 2017
/ / /
Comments Closed

Gabinete de Apoio a Vítimas de Violência no Namoro O Gabinete é promovido pela Associação Plano i e destina-se a prestar apoio psicológico a estudantes universitárias/os, vítimas ou ex-vítimas de violência no namoro. As consultas são gratuitas e prestadas por psicólogas/os especializadas/os. Gabinete de Apoio a Vítimas de Violência no Namoro No âmbito do Programa […]

Read More

III Edição Escola SOMOS

19 Junho, 2017
/ / /
Comments Closed

III Edição Escola SOMOS

SOMOS – Programa Municipal de Educação para os Direitos Humanos
10 a 15 de julho de 2017 – Escola Secundária de Camões

Escola SOMOS – Programa Municipal de Educação para os Direitos Humanos
A Câmara Municipal de Lisboa, no quadro do SOMOS – Programa Municipal de Educação para os Direitos Humanos, através do Pelouro dos Direitos Sociais, e em parceria com a Escola Secundária de Camões, o Instituto Português do Desporto e da Juventude, a Associação de Apoio à Vítima, a Sons da Lusofonia, Casa Qui, Par – Respostas Sociais e Centro de Vida Independente promove de 10 a 15 de julho de 2017 a III Escola SOMOS.
A terceira edição da Escola SOMOS realiza-se na Escola Secundária de Camões (Liceu Camões) localizado na Praça José Fontana, surgindo como uma forma de capacitar entidades, cidadãs e cidadãos e criar um espaço de encontro e promoção de sinergias, entre diferentes atores e entidades parceiras.
Um espaço privilegiado de desenvolvimento de competências e criação de sinergias em torno da Educação para os Direitos Humanos, para a Cidadania Democrática e para a Educação Não Formal, com seis Formações de Multiplicadores e Multiplicadoras e outras atividades paralelas a acontecer ao mesmo tempo.

A III Escola SOMOS tem como objetivos:
  • Promover o encontro entre diferentes atores envolvidos no SOMOS e no universo da Educação para os Direitos Humanos e Cidadania Democrática em Lisboa;
  • Promover a partilha de experiências, práticas e saberes de entidades da cidade de Lisboa que trabalham no domínio da Educação para os Direitos Humanos e da Cidadania Democrática;
  • Capacitar multiplicadoras e multiplicadores em Educação Não Formal, Educação de Pares, Educação para os Direitos Humanos e Educação para a Cidadania Democrática que trabalhem na cidade, com vista à sua potencial integração na Bolsa de Multiplicadoras e Multiplicadores do SOMOS;
  • Disseminar produtos relevantes no domínio da Educação para os Direitos Humanos e Cidadania Democrática.  
Na III Escola SOMOS promovem-se seis formações em paralelo, de participação gratuita, mediante a inscrição prévia para participação. Qualquer pessoa na cidade de Lisboa pode candidatar-se para cada uma das 6 formações a decorrer na III Escola SOMOS
As e os participantes podem inscrever-se aqui.

 

A Escola inclui também as seguintes actividades não formativas:
Biblioteca Humana (13 de julho) – evento promovido pela APAV;
Buffet das Organizações (11-14 de julho) –  mostra do trabalho desenvolvido por diferentes organizações da cidade. No dia 13 de julho haverá um momento de networking;
Aperitivos e Digestivos (11 a 14 de julho) – serão momentos informais, antes e depois do almoço, de partilha de produtos, boas práticas e experiências por parte de diferentes entidades.

Escola SOMOS , um espaço privilegiado de desenvolvimento de competências e criação de sinergias em torno da Educação para os Direitos Humanos, para a Cidadania Democrática e para a Educação Não Formal, com seis Formações de Multiplicadores e Multiplicadoras e outras atividades paralelas a acontecer ao mesmo tempo.
Inscrições até 25 de junho de 2017.
Para mais informações, clique aqui.

 

Read More

Candidatura Centros de Recursos para a Inclusão

10 Maio, 2017
/ / /
Comments Closed
Candidatura Centros de Recursos para a Inclusão
Encontra-se aberto o processo de candidatura para acreditação e renovação da acreditação de Centros de Recursos para a Inclusão (CRI).
Candidaturas até 23 de maio de 2017.


Processo de candidatura para acreditação e renovação da acreditação dos Centros de Recursos para a Inclusão.
Encontra-se aberto, entre os dias 10 e 23 de maio o processo de candidatura para acreditação e renovação da acreditação dos Centros de Recursos para a Inclusão (CRI) conforme o estabelecido no Aviso n.º 5032/2017, de 9 de maio.
Objectivo Geral:
Constitui objetivo geral dos CRI apoiar as escolas no processo de inclusão das crianças e jovens com deficiências e incapacidade, em parceria com as estruturas da comunidade, no que se prende com o acesso ao ensino, à formação, ao trabalho, ao lazer, à participação social e à vida autónoma, promovendo o máximo potencial de cada indivíduo.
Podem candidatar -se à acreditação as instituições que integram ou integraram escolas de educação especial ou centros de recursos especializados apoiados pelo Ministério da Educação, nos termos das Portarias n.os 1102/97 ou 1103/97, ambas de 3 de novembro,
Formalização da candidatura:
As candidaturas a acreditação e a renovação da acreditação são formalizadas através do preenchimento de um formulário eletrónico, diferente para cada uma das situações, que se encontra disponível na página de internet da Direção-Geral da Educação, www.dge.mec.pt, e dos anexos ao presente aviso, devendo os formulários de candidatura, e respetiva documentação adicional, ser remetidos para o seguinte endereço eletrónico candidatura-cri2017@dge.mec.pt.
Formulário de Candidatura
As candidaturas a acreditação e a renovação da acreditação são formalizadas através do preenchimento de um formulário eletrónico diferente para cada uma das situações. As Instituições que pretendam candidatar-se:
Para aceder aos formulários acima indicados deverá ser utilizado o número de contribuinte da Instituição candidata a CRI.

Informações | Contactos:
Informações sobre o processo de candidatura podem ser solicitadas à DGE pelo telefone 213934532 ou através de e-mail: dseeas@dge.mec.pt; e  à DGEstE pelos telefones 218433954; ou através do e-mail: gise@dgeste.mec.pt.
Consulte aqui o Aviso Centros de Recursos para a Inclusão (CRI).
Para mais informações, clique aqui.
Read More

#GirlsinIct: quebrar barreiras construir oportunidades

27 Abril, 2017
/ / /
Comments Closed

#GirlsinIct: quebrar barreiras construir oportunidades

O setor das tecnologias emprega cerca de 8 milhões de pessoas, representando 3,7% de todo o mercado de trabalho europeu. No entanto, apenas 16% são do sexo feminino.
A entrada de mais mulheres no sector digital significaria um aumento anual de 9 mil milhões de euros ao PIB da União Europeia.


27 de abril – Dia Internacional das Jovens Mulheres nas TIC |  International Girls in ICT Day
Promover as mulheres no setor tecnológico dará um impulso à economia e permitirá a plena participação na sociedade. Competências e educação para o mundo digital são os elementos-chave para que isso aconteça.
«Girls in ICT Day» é uma iniciativa da União Internacional de Telecomunicações (UIT), organismo das Nações Unidas responsável pelas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), que tem como missão incentivar a utilização das tecnologias, definir padrões globais e tratar questões relacionadas com o desenvolvimento tecnológico.
De acordo com União Internacional de Telecomunicações mais de 90% dos postos de trabalho no mundo já possuem um componente digital
Numa altura em que a economia digital e o setor das tecnologia estão em franca expansão o número reduzido de mulheres no setor tecnológico tem limitado a existência de profissionais qualificados nesta área, repercutindo-se no crescimento e desenvolvimento do próprio setor.

#GirlsinIct: quebrar barreiras construir oportunidades
Na União Europeia, apenas 16% dos 8 milhões de pessoas que trabalham na área das TIC são mulheres.
De acordo com o Eurostatcerca de 8 milhões de pessoas estavam empregadas na UE como especialistas em TIC em 2015,  representando 3,7% de todo o mercado de trabalho europeu.
As mulheres encontram-se particularmente sub-representada, os números mostram que apenas 1.2 milhões de pessoas que trabalham no setor das tecnologias são do sexo feminino, o  que corresponde a 16,1% do mercado laboral das TIC na UE.
Entre os piores resultados estão países como a Republica Checa (9,9%) a Eslováquia (11,4%)  e a Hungria (11,95), com menos de 12%. Entre os melhores aparecem a Bulgária (27,7%), a Roménia (27,2%) e a Letónia (24,7%).
Portugal está próximo da média europeia no número de mulheres especialistas nas áreas das tecnologias, com 15,3%.


A entrada de mais mulheres no sector digital significaria um aumento anual de 9 mil milhões de euros ao PIB da União Europeia.
O setor das teconologias seria amplamente beneficiado com a entrada de mais mulheres, impulsionado decisivamente o seu crescimento e criação de riqueza na Europa.
Esta é a principal conclusão do estudo Women active in the ICT da Comissão Europeia, estimando um aumento anual de 9 mil milhões de euros ao PIB da União Europeia com a entrada de mais mulheres no sector digital.
Assim, atrair mais raparigas para uma carreira digital e criar mais postos de trabalho seria não só benéfico para o setor das TIC, para as próprias mulheres e  sobretudo para o crescimento da economia europeia.

#GirlsinIct: indicadores educação
Em 2015, apenas 17% de todos os estudantes de TIC na União Europeia eram do sexo feminino.
Em 2015, cerca de 1,4 milhões de pessoas estudavam tecnologias de informação e comunicação (TIC) nos países da União Europeia.
As raparigas estão em larga minoria, apenas 17,2 % de todos os estudantes das TIC eram do sexo feminino.
No entanto, as variações são muitos significativas entre os países da UE , oscilando entre países com menos de 10%, Holanda (6%), Luxemburgo (8%) e Eslovénia (10%) aos mais de 30% alcançados pela Bulgária (34%), Bélgica (33%) e Grécia (31%).
 Portugal encontra-se abaixo da média europeia, com 14%.

As tradições culturais e estereótipos sobre o papel das mulheres e visão das TIC enquanto “domínio” do masculino é um dos principais entraves que impedem as mulheres de participar plenamente no setor.
Para contrariar a tendência atual, a ACEGIS associa-se à iniciativa da  ITU, e ao Dia internacional das Mulheres na Tecnologia, “Girls in ICT”, no sentido de promover a igualdade de género nas TIC e evidenciar as mais-valias da entrada de maios mulheres no setor digital e tecnológico.
As tecnologias são o futuro. Quebrar barreiras construir oportunidades. Mudar o futuro!

Women active in the ICT sector
Executive summary
Download 
Read More

Projeto Mercadoria Humana 3 | Sensibilização em Tráfico de Seres Humanos

13 Abril, 2017
/ / /
Comments Closed

Projeto Mercadoria Humana 3 | Sensibilização em Tráfico de Seres Humanos

Saúde em Português
Apresentação pública do Projeto Mercadoria Humana 3 – Projeto de Sensibilização em Tráfico de Seres Humanos, no dia 11 de maio, às 16H00, na Livraria Almedina – Estádio de Coimbra.
Entrada Livre.

Projeto Mercadoria Humana 3 – Projeto de Sensibilização em Tráfico de Seres Humanos. 
Um projeto da Saúde em Português.
Apresentação pública do Projeto Mercadoria Humana 3 – Projeto de Sensibilização em Tráfico de Seres Humanos, no dia 11 de maio, às 16H00, na Livraria Almedina – Estádio de Coimbra. Entrada Livre.
O projeto tem como principal missão prevenir, sensibilizar e informar grupos estratégicos e públicos mais vulneráveis para o TSH, em particular para a exploração laboral, bem como responsabilizar e alertar todos|as para os seus deveres cívicos enquanto crime público.
A apostar-se-á em parcerias com municípios, estabelecimentos de ensino, entidades públicas e privadas, de modo a facilitar a mediação no acesso a públicos-alvo estratégicos (técnicos|as de educação, serviços sociais, emprego, saúde), para que sejam desenvolvidas atividades os|as capacitem para adoção de um papel ativo na prevenção, combate e acompanhamento de vítimas ou potenciais vítimas deste tipo de crime.
Serão dinamizadas ainda atividades que visam empoderar públicos mais vulneráveis a este fenómeno (estudantes, mulheres, desempregados|as, imigrantes, refugiados, entre outros).

 

Convite | Projeto Mercadoria Humana 3
Mais informações sobre o Projeto Mercadoria Humana 3, aqui.
Read More
  • Jogo Educativo – Cidadania 4Kids!

  • UMA FORMA DIVERTIDA DE APRENDER CIDADANIA!

    São jogos, quebra-cabeças, puzzles, sudokus e muito mais!

    100% Português. 100% Solidário.

    Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS!

  • ECONOMIA SOCIAL EM DESTAQUE | ATUALIDADEInformação e atualidade no âmbito da Economia Social e Solidária

    Dia Internacional da Juventude: celebrando os jovens construindo paz

    11 Agosto, 2017
    Dia Internacional da Juventude: celebrando os jovens construindo paz Atualmente, existem cerca de 1.8 mil milhões de jovens entre os 10 e os 24 anos de idade, cerca de um quarto da população mundial. A maior geração de jovens de sempre na história da humanidade, está nas nossas mãos ajudá-la a tornar-se a geração que […]

    Pós-Graduação em Empreendedorismo e Inovação

    10 Agosto, 2017
    1.ª Edição da Pós-Graduação em Empreendedorismo e Inovação no ISCSP – Universidade de Lisboa Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas – ISCSP  As candidaturas à Pós-Graduação do ISCSP para o ano letivo de 2017-2018 encontram-se abertas até ao dia 30 de setembro de 2017. 1.ª Edição da Pós-Graduação em Empreendedorismo e Inovação no ISCSP […]
26 visitantes ligados agora
1 visitantes, 25 bots, 0 membros