Clipping social

Noticias programs, projectos e iniciativas

  • Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social

    A ACEGIS reconhece-se enquanto entidade de referência nas áreas estratégicas da cidadania, inclusão, igualdade de género, empreendedorismo e inovação social. Intervimos ativamente pela construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva!

  • Dia International da Rapariga O Dia Internacional da Rapariga foi celebrado pela primeira vez a 11 de outubro de 2012.  No mesmo ano, e dois dias antes, uma menina era atacada num autocarro escolar quando saía da escola no Vale de Swat, uma província do Paquistão.  Malala Yousafzai tornava-se o símbolo mundial na luta pela educação e […]

Abertura de candidaturas | Medida de Qualificação das Pessoas com Deficiência e Incapacidade

19 Outubro, 2017
/ / /

Regiões do Algarve e de Lisboa e Vale do Tejo.

Encontram-se abertas, de 16 de outubro a 14 de novembro de 2017, as candidaturas aos apoios no âmbito da Medida de Qualificação das Pessoas com Deficiência e Incapacidade, para as regiões do Algarve e de Lisboa e Vale do Tejo.

Medida de Qualificação de Pessoas com Deficiência e Incapacidade

Aquisição e o desenvolvimento de competências profissionais orientadas para o exercício de uma atividade no mercado de trabalho, tendo em vista potenciar a empregabilidade das pessoas com deficiência e incapacidade.

.

Aviso de Abertura de Candidaturas 2017/2020
O Instituto do Emprego e Formação Profissional, I.P. (IEFP, IP) informa de que decorre, de 16 de outubro a 14 de novembro de 2017, o período para apresentação de candidaturas referentes às seguintes ações no âmbito da Medida de Qualificação de Pessoas com Deficiência e Incapacidade:
  • Região de Lisboa e Vale do Tejo - projetos de duração máxima de 36 meses (formação inicial - percursos A e C e formação contínua) para ações a iniciar em 2017 e nos anos seguintes não podendo, em caso algum, ultrapassar 31 de dezembro de 2020.
  • Região do Algarve – projetos de duração máxima de 36 meses (formação inicial - percursos A, B e C e formação contínua) para ações a iniciar em 2017 e nos anos seguintes não podendo, em caso algum, ultrapassar 31 de dezembro de 2020.

 

Candidaturas

Os respetivos Avisos de Abertura de Candidatura, legislação de suporte, formulários de candidatura e respetivas orientações para elaboração das candidaturas encontram-se disponíveis neste portal.
A entrega de candidaturas é efetuada diretamente nos respetivos Serviços Regionais do IEFP, I.P.:
  • Delegação Regional de Lisboa e Vale do Tejo do IEFP, I.P. | Direção de Serviços de Emprego e Formação Profissional R. das Picoas, 14 1069 - 003 LISBOA
  • Delegação Regional ao Algarve do IEFP, I.P.| R. Dr. Cândido Guerreiro, 45 – 1.º - Edifício Nascente 8000 - 318 FARO

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
© ACEGIS, direitos reservados.
Informação e atualidade no âmbito da Economia Social e Solidária.

 

Jogo Educativo – Cidadania 4kIDS! Uma forma divertida de aprender Cidadania.
Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS!
 

 

Read More

Portugal: 2,6 milhões de pessoas vivem em risco de pobreza e exclusão social

17 Outubro, 2017
/ / /

17 de Outubro, Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza.
No âmbito do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, a ACEGIS publica dados sobre pobreza e exclusão social. Indicadores de Portugal e da UE28.

 

 

Os Números da Pobreza e Exclusão Social

117, 470 Milhões de pessoas na Europa

2, 590 Milhões em Portugal

Portugal: 2,6 milhões de pessoas vivem em risco de pobreza e exclusão social

Dados do Eurostat no âmbito do Dia Internacional pela Erradicação da Pobreza.
Apesar de a União Europeia ser uma das regiões mais ricas do mundo, 117, 5 milhões de pessoas, 23,4% da população, vive em risco de pobreza ou exclusão social.
Em Portugal uma em cada quatro pessoas vive em situação de pobreza ou exclusão social. São 2,6 milhões de pessoas (25,1%) da população.
 

Um dos objectivos objetivos da estratégia Europa 2020 é de reduzir, pelo menos, em 20 milhões o número de pessoas em risco ou em situação de pobreza e de exclusão social.

Em 2016, 117,5 milhões de pessoas, ou 23,4% da população, na União Europeia (UE) estavam em risco de pobreza ou exclusão social.
Uma recuperação para os níveis de 2008 (23,7%) depois dos aumentos consecutivos e constantes registados durante a crise económica e financeira, que entre 2009 e 2012 atingiu quase 25% da população.

Maior risco de pobreza ou taxa de exclusão social na Bulgária, menor na República Checa.

Em 2016, mais de um terço da população vivia em risco de pobreza ou exclusão social em três Estados-Membros: Bulgária (40,4%), Roménia (38,8%) e Grécia (35,6%).
No extremo oposto da escala, onde existe uma menor incidência na taxas de risco de pobreza ou exclusão social foram registadas na República Checa (13,3%), na Finlândia (16,6%), na Dinamarca (16,7%) e na Holanda (16,8%).
 A redução do número de pessoas em risco de pobreza ou exclusão social na UE é um dos principais objectivos da Estratégia Europa 2020.

.

Um dos objectivos objetivos da estratégia Europa 2020 é de reduzir, pelo menos, em 20 milhões o número de pessoas em risco ou em situação de pobreza e de exclusão social.
No entanto, estes indicadores evidenciam que os países da UE estão longe de cumprir a Estratégia da Europa 2020 e o objetivo europeu de reduzir, pelo menos, em 20 milhões o número de pessoas em risco ou em situação de pobreza e de exclusão social.
A proporção de pessoas em risco de pobreza ou exclusão social na UE diminuiu para 23,4% em 2016, um decréscimo de apenas 0,3 pontos percentuais antes do início da crise em 2008.

Indicadores em Portugal

Um em cada quatro pessoas em risco de pobreza ou exclusão social

Em Portugal, 2,6 milhões de pessoas em risco de pobreza ou exclusão social.
Uma em cada quatro pessoas vive em situação de pobreza ou exclusão social - 25,1%. 
Maior impacto é sentido por mulheres (26%) e crianças (27%).
Ter emprego, não é suficiente para reduzir o risco de pobreza e exclusão social.
Em 2016, 14,1% da população portuguesa com emprego estavam em risco de pobreza ou exclusão social.

De acordo com os últimos dados do Eurostat, em Portugal, uma em cada quatro pessoas (25,1%) estavam, no ano passado, em risco de pobreza ou de exclusão social.
O que coloca Portugal entre os 10 países da UE com mais pessoas em risco de pobreza e exclusão, com uma diferença de 1,7% em relação à média da UE (23,4%).
.
Em 2016, Portugal tinha 2,590 milhões de pessoas em risco de pobreza ou exclusão social, o que representa 25,1% do total da população, traduzindo uma descida de 1,5 pontos percentuais em relação ao ano anterior. 
Uma recuperação de 0.9 pontos percentuais para níveis de 2008, antes do início da crise.
Em apenas um ano, a proporção de pessoas em risco de pobreza ou exclusão social em Portugal diminuiu para 25,1% (2016), um decréscimo de 1,5 pontos percentuais em relação ao ano de 2015 (26,6%). 
Depois dos aumentos aumentos consecutivos e constantes registados durante a crise económica e financeira, que entre 2013 a 2014 atingiu os 27,5% da população portuguesa, assistimos a uma recuperação de 0.9 pontos percentuais face a 2008 (26%). 

.

No período de 2013 a 2014, 27,5% da população portuguesa estava em risco de pobreza e exclusão social, o valor mais elevado registado durante durante a crise económica e financeira.
Evolução do risco de pobreza ou exclusão social em Portugal, 2016 ( % do total da população)



Olhando para os vários indicadores e dimensão salientamos que o maior impacto é sentido por mulheres (26%) e crianças (27%).
Em 2016, os riscos de pobreza mais elevados continuavam a registar-se nas famílias com crianças (25,6%) e nas pessoas com mais de 65 anos (21,8%).
Nos desempregados/as (59,8%) e na população empregada (14,1%), as percentagens tiveram uma descida em relação ao ano anterior (60,5% e 14,8% respetivamente).
Não podemos deixar de salientar, e ver com preocupação o número de pessoas que mesmo tendo trabalho, se encontram em situação de pobreza ou exclusão social. Ter emprego, não é suficiente para reduzir o risco de pobreza e exclusão social.
Em 2016, 14,1% da população portuguesa emprego encontravam-se em risco de pobreza ou exclusão social, uma descida de 0,7 pontos percentuais em relação ao ano anterior.
Dados do Eurostat no âmbito do Dia Internacional pela Erradicação da Pobreza.
 16 October 2017 | 16 de outubro de 2017

Links de Leitura adicional:

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
© ACEGIS, direitos reservados.
Informação e atualidade no âmbito da Economia Social e Solidária.

 

Jogo Educativo – Cidadania 4kIDS! Uma forma divertida de aprender Cidadania.
Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS!
 

 

Read More

IX Fórum Nacional de Combate à Pobreza e/ou Exclusão Social

16 Outubro, 2017
/ / /

IX Fórum Nacional de Combate à Pobreza e/ou Exclusão Social

 

Hotel 3K Barcelona (Lisboa)

IX Fórum Nacional de Combate à Pobreza e/ou Exclusão Social

Lisboa, dias 17 e 18 de outubro
 
Promovido pela EAPN Portugal, o fórum  tem por objetivos refletir a temática da participação como condição para a inclusão social; promover o conhecimento e a partilha de práticas/plataformas de participação e, ainda, sensibilizar a sociedade civil para a importância da participação de pessoas desfavorecidas no processo de inclusão social.

O fórum é promovido pela EAPN Portugal e realiza-se no âmbito do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza – 17 de outubro.

 
No âmbito do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza a EAPN Portugal tem reforçado a visibilidade da sua ação, desenvolvendo um conjunto de iniciativas para que a data seja de facto um marco na luta contra a pobreza e a exclusão social em Portugal e que em paralelo, promova a participação de todos os atores no combate à pobreza e exclusão, sobretudo, daqueles que se encontram numa situação de desfavorecimento social.

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
© ACEGIS, direitos reservados.
Informação e atualidade no âmbito da Economia Social e Solidária.

 

Jogo Educativo – Cidadania 4kIDS! Uma forma divertida de aprender Cidadania.
Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS!
 

 

Read More

Conferência “Novas Perspetivas para a Inovação Social”

12 Outubro, 2017
/ / /

Novas Perspetivas para a Inovação Social

Realiza-se em Lisboa, nos dias 27 e 28 de novembro, a conferência “Novas Perspetivas para a Inovação Social”.
Inscrições abertas!

Conferência “Novas Perspetivas para a Inovação Social” | 27 e 28 de novembro, em Lisboa

Organização conjunta da Comissão Europeia, do Governo Português e dFundação Calouste Gulbenkian.
Carlos Moedas, Comissário Europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, Marianne Thyssen, Comissária Europeia para o Emprego, Assuntos Sociais, Competências e Mobilidade Laboral, Maria Manuel Leitão Marques, Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa de Portugal e Isabel Mota, Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian são as figuras responsáveis pela organização desta conferência.

Objetivos:
A conferência pretende impulsionar a inovação social na Europa já que esta é uma forma eficiente e eficaz de promover políticas públicas inclusivas e criadoras de riqueza.
A conferência pretende ainda desenvolver uma nova narrativa para a inovação social, criando os meios para que esta se enraíze, cresça, floresça e dê frutos.

A conferência será estruturada da seguinte maneira:
  • Balanço dos resultados da inovação social
  • Identificação de potenciais oportunidades futuras criadas pela inovação social, não só em termos de bem-estar social, mas também de crescimento, emprego e oportunidade de negócios para a Europa
  • Análise das novas tendências de inovação social
  • Avaliação do possível papel da inovação social na próxima geração de políticas públicas
  • Análise dos vários instrumentos de financiamento

 

Candidaturas

O evento procura reunir cientistas de-nível mundial na área de inovação social, inovadores, empreendedores sociais, representantes da sociedade civil, decisores nacionais e regionais, atores municipais e locais, investidores em inovação social, filantropos, investidores de capital de risco, business angels, estudantes e políticos.

.

Read More

Campanha Internacional para a Abolição das Armas Nucleares ganha Prémio Nobel da Paz 2017

6 Outubro, 2017
/ / /

Campanha Internacional para a Abolição das Armas Nucleares ganha Prémio Nobel da Paz 2017

A Campanha Internacional para a Abolição das Armas Nucleares (ICAN) foi distinguida, esta sexta-feira, 6 de outubro, com o Prémio Nobel da Paz 2017.
O anúncio foi feito pela presidente do Comité Nobel norueguês, Berit Reiss-Anderse esta manhã em Oslo, na Noruega.
O Prémio Nobel da Paz 2017 foi esta sexta-feira atribuído à Campanha Internacional para a Abolição das Armas Nucleares (ICAN).
O Comité Nobel norueguês decidiu distinguir a organização "pelos esforços para captar atenção para as catastróficas consequências humanas" da utilização deste tipo de armamento.
A escolha da ICAN surge numa conjuntura internacional em que a utilização de armamento nuclear é uma das principais preocupações mundiais. E numa altura em que a Coreia do Norte tem multiplicados ensaios nucleares e disparos de mísseis balísticos, traduzindo-se num aumento da tensão na região e com os Estados Unidos.
 
O Comité Nobel norueguês advertiu que o risco de um conflito nuclear é agora muito maior e, acrescentou, que este prémio, é “também um apelo” para que os países não signatários do Tratado para a proibição de armas nucleares comecem “negociações sérias” para a eliminação das armas nucleares no mundo.
“Vivemos num mundo onde o risco de serem usadas armas nucleares é muito maior do que em relação há muito tempo”, Berit Reiss-Andersen, presidente do Comité Nobel

Em julho deste ano, 122 nações adotaram um Tratado da ONU para a Proibição de armas nucleares.
O trato proíbe uma ampla gama de atividades relacionadas a armamentos nucleares, tais como desenvolver, testar, produzir, manufaturar, adquirir, possuir ou estocar armas ou outros utensílios nucleares explosivos, assim como o uso ou a ameaça de uso de armas nucleares. 
No entanto, nenhum dos nove países com armas nucleares, incluindo os Estados Unidos, a Rússia e outras potências nucleares - Reino Unido, França, Israel, China, Índia, Paquistão e Coreia do Norte - participou nas negociações. 
A entrega dos prémios Nobel está agendada para o dia 10 de dezembro em Oslo, no aniversário da morte do fundador dos galardões, Alfred Nobel (1833-1896).
© ACEGIS, direitos reservados.

Informação e atualidade no âmbito da Economia Social e Solidária.

Read More

Santander lança 2.ª edição do Prémio Voluntariado Universitário

4 Outubro, 2017
/ / /

Incentivando a prática do Voluntariado e recompensando o esforço dos jovens mais envolvidos, o Santander Universidades lança a 2.ª Edição do Prémio de Voluntariado Universitário.

O Prémio visa distinguir 10 projetos finalista de elevado mérito e premiar três projetos com 3.000 euros.
Candidaturas de 02 a 27 de outubro de 2017.

Santander lança 2.ª edição do Prémio Voluntariado Universitário

Estão abertas, até 27 de outubro, as candidaturas para a 2.ª edição do Prémio de Voluntariado Universitário do Santander Universidades.
Incentivando a prática do Voluntariado e recompensando o esforço dos jovens mais envolvidos, o Santander Universidades lança a 2.ª Edição do Prémio de Voluntariado Universitário.
O Prémio de Voluntariado Universitário visa reconhecer os projetos de voluntariado promovidos por estudantes do Ensino Superior, com benefícios para a sociedade e igualmente para o desenvolvimento das suas competências pessoais.

Podem candidatar-se ao presente Prémio entidades coletivas constituídas e participadas maioritariamente por estudantes universitários, que respeitem as seguintes condições:
a) Promovam atividades de voluntariado em território nacional;
b) Estejam legalmente constituídas e possuam personalidade jurídica;
c) Estejam enquadradas, diretamente ou por via de uma Associação Académica, numa Instituição de Ensino Superior (I.E.S.).
São elegíveis projetos dirigidos a diferentes faixas etárias (crianças, jovens, adultos, idosos) e perfis de beneficiários/as (crianças e jovens em risco, desempregados/as, emigrantes, pessoas com deficiência, entre outros) que possam contribuir para a educação/sensibilização, capacitação, inserção profissional, melhoria das condições de vida, entre outros.

.

O Prémio pretende apoiar o desenvolvimento e distinguir as melhores práticas de voluntariado universitário, concorrendo para:
  • Contribuir para uma sociedade mais justa e equitativa através da sensibilização e divulgação do voluntariado junto de todo o coletivo do ensino superior.
  • Promover o voluntariado como exercício de responsabilidade social e cidadania ativa, com benefícios para a sociedade e igualmente para o desenvolvimento das suas competências pessoais;
  • Valorizar e divulgar as melhores práticas de voluntariado universitário que contribuam para o desenvolvimento do terceiro setor.

Candidaturas

As candidaturas deverão ser efetuadas através do preenchimento completo do formulário digital criado para o efeito, disponibilizado no site (pvu.ajudamos.pt), de 2 a 27 de outubro de 2017.
Apenas serão consideradas válidas as candidaturas que, juntamente com o formulário digital, submetam um breve vídeo de apresentação (partilhado através do youtube).
Não existe qualquer limite de candidaturas por entidade, podendo os candidatos concorrer com quantos projetos desejem, desde que comprovem a sua pertinência e enquadramento na comunidade envolvente e submetam uma candidatura por projeto.

 

Contactos

Para mais informações ou esclarecimento de dúvidas relacionadas com o Prémio, poderão contactar-nos através do e-mail candidaturas@pvu.pt ou do telefone 913 604 515 (dias úteis, das 9h às 13h e das 14h às 18h). 
Read More

4ª edição da MICAR – Mostra Internacional de Cinema Anti-Racista

2 Outubro, 2017
/ / /
2017 marca a 4ª edição da MICAR – Mostra Internacional de Cinema Anti-Racista. Os últimos 3 anos foram para o SOS RACISMO, promotor deste evento, uma enorme aventura e aprendizagem.
.
São mais de 30 filmes a esta sala que nos acolhe - entre curtas e longas metragens, ficção, animação e documentário – sobre as temáticas da imigração, do racismo, da xenofobia e da discriminação.
A Mostra abriu ainda espaço ao debate e à reflexão a partir das conversas que antecedem e que se seguem aos filmes, dos convidados que partilham a sua experiência de viva voz e aqueles que colaboram com os seus textos para a publicação que acompanha a MICAR.
Este é um evento de cinema que combate o racismo e pela participação crescente de cidadãos e cidadãs, amantes do cinema e da diversidade.

.
Todas as sessões têm entrada gratuita, embora sujeita a levantamento prévio de bilhetes, os quais estarão disponíveis na bilheteira do Teatro Municipal do Porto - Rivoli.

 

Filmes em exibição

De 13 a 15 de outubro de 2017 | Teatro Municipal do Porto – Rivoli.

“I am not your negro” é um documentário sobre as palavras do escritor e ativista James Baldwin, que na década de 1970 anunciou o seu propósito de contar a história dos EUA, através da história de três amigos assassinados: Medgar Evars, Malcolm X e Martin Luther King.

A viagem de Baldwin tem como propósito analisar o racismo na América e as suas origens, abarcando também os seus principais motores, como a cultura e a indústria cinematográfica, peças essenciais na construção da imagem do negro como um “outro” inferior.

Vencedor de um Urso de Ouro na edição de 2016 do Festival Internacional de Cinema de Berlim, “Fogo no Mar” é um documento brilhante sobre a tragédia vivenciada por milhares de pessoas às portas da Europa.

O olhar de Gianfranco Rosi fixa-se na pequena ilha italiana de Lampedusa e acompanha os dois mundos que ali partilham um mesmo espaço, e que raramente se cruzam: o mundo dos seus habitantes e aquele dos migrantes que ali procuram liberdade e dignidade, levando consigo diferentes histórias de vida e carregando um pesado fardo – a travessia do mediterrâneo, em condições desumanas e sem segurança, e o testemunho de muitas vidas perdidas.

Não sou o teu negro | 15 Out – 14h30

Fogo no Mar

Read More

Seminário – A Diversidade e as Organizações Sustentáveis | Lisboa, 10 out.

29 Setembro, 2017
/ / /

Seminário – A Diversidade e as Organizações Sustentáveis

Decorre a 10 de outubro próximo, em Lisboa, na sede do IEFP, o seminário subordinado ao tema: A Diversidade e as Organizações Sustentáveis.

Seminário – A Diversidade e as Organizações Sustentáveis

O seminário conta com a participação de várias empresas, na partilha da sua realidade, numa reflexão conjunta sobre os desafios do presente, para a construção de um futuro melhor.

É uma prova de vitalidade das organizações a constante reflexão interna e participada sobre a temática da diversidade e sustentabilidade, designadamente ao nível social, económico e ambiental.
O IEFP, é uma organização que respeita e valoriza a diferença, combate o preconceito e a discriminação, defende a competência e o talento, promovendo a igualdade de oportunidades e, por isso, assinou a Carta Portuguesa para a Diversidade.
No mundo atual, falar de organizações sustentáveis é referir-se a organizações que apresentam sucesso organizacional, assente numa forte relação com a sociedade em que se inserem.
As organizações de sucesso, estruturaram-se estrategicamente para satisfazer as necessidades sociais de forma viável financeiramente, para tal têm que ser capazes de cumprir com a sua missão, ao nível social, económico e ambiental.
Os/as participantes são convidados, como forma de participação solidária, a trazer, pelo menos, um bem alimentar não perecível (enlatados, arroz, massas, farinha, bolachas, açúcar...), para posterior distribuição junto a famílias carenciadas.
A participação neste evento implica a inscrição prévia e a confirmação da mesma, uma vez que o número de participantes é limitado.
Para mais informações envie-nos um email para: aqja.qualidade@iefp.pt.
Read More

21 de setembro Dia Internacional da Paz

21 Setembro, 2017
/ / /
Comments Closed

Dia Internacional da Paz 21 de setembro de 2017 O Dia Internacional da Paz é celebrado anualmente em todo o mundo no dia 21 de Setembro. O tema para 2017 é “Juntos pela Paz: Respeito, Segurança e Dignidade para Todos”. International Day of Peace | 21 September  The theme for 2017 is “Together for Peace: Respect, […]

Read More

III Conferência Internacional da Rede Global Youth Mentoring Network

18 Setembro, 2017
/ / /
Comments Closed

III Conferência Internacional da Rede Global Youth Mentoring Network  | Youth Mentoring, Cultural Diversity, Minorities and Migrant Groups

Decorrerá no próximo dia 19 de outubro, no ISCTE-IUL, a III conferência internacional da rede Global Youth Mentoring Network. 
A entrada é gratuita e sujeita a registo prévio, de acordo com a capacidade da sala.


Conferência Global de Mentores Juvenis 2017: Aconselhamento juvenil, diversidade cultural, minorias e migrantes – 19 de outubro – ISCTE-IUL

Decorrerá no próximo dia 19 de outubro, no ISCTE-IUL, a III conferência internacional da rede Global Youth Mentoring Network. Esta rede foi criada em 2014 e reúne, presentemente, universidades e organizações não-governamentais de nove países.
A conferência será dedicada ao tema “Youth Mentoring, Cultural Diversity, Minorities and Migrant Groups” e contará com comunicações de investigadores nacionais e internacionais na área da mentoria, bem como apresentações de iniciativas de entidades públicas e privadas, na área da mentoria de jovens.
A entrada é gratuita e sujeita a registo prévio, de acordo com a capacidade da sala.
Link para o formulário de registo.
Para mais informações, clique aqui.
Read More

Disciplina de Cidadania e Desenvolvimento começa este ano letivo

15 Setembro, 2017
/ / /
Comments Closed

Disciplina de Cidadania e Desenvolvimento começa este ano letivo

A disciplina de Cidadania e Desenvolvimento começa este ano letivo, de 2017-18, a ser lecionada em 235 escolas do País com o objetivo de promover uma sociedade mais justa e inclusiva através da educação.


Temas como direitos humanos, igualdade de género, interculturalidade, desenvolvimento sustentável, educação ambiental ou saúde, serão de abordagem obrigatória em todos os ciclos de ensino, no âmbito da Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania, apresentada nesta sexta-feira pelo Governo.

A Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania vai ser implementada, este ano letivo, em 235 escolas públicas e privadas que integram o Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular, através da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento lecionada nos anos iniciais de cada ciclo de ensino.
Pretende-se que os estudantes desenvolvam e participem ativamente em projetos que promovam a construção de sociedades mais justas e inclusivas, no quadro da Democracia, do respeito pela diversidade e da defesa dos direitos humanos.
O ensino desta disciplina avança no âmbito da Estratégia Nacional para a Cidadania que foi apresentada esta sexta-feira na Covilhã, numa cerimónia em que marcaram presença o ministro Ajunto, Eduardo Cabrita, o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, a secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino, e o secretário de Estado da Educação, João Costa.
«Este é um projeto-piloto que serve para nos preparar para os próximos anos», afirmou o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, acrescentando que a nova disciplina «vem formalizar muitas das práticas que já aconteciam nas escolas e que agora ficam regulamentadas, acabando por acontecer com outra robustez».
Estrutura da nova disciplina
Na fase-piloto, a disciplina Cidadania e Desenvolvimento abrangerá os anos iniciais de cada ciclo de ensino, ou seja, 1.º, 5.º, 7.º e 10.º. A partir do ano letivo 2018-19, o objetivo é alargar a disciplina Cidadania e Desenvolvimento a todo o País.
No primeiro ciclo, a disciplina tem uma natureza transdisciplinar, no segundo e terceiro ciclos Cidadania e Desenvolvimento será autonomizada e com avaliação, como qualquer unidade curricular.
Em termos curriculares, o ensino de Cidadania e Desenvolvimento será organizado por três grupos: o primeiro é obrigatório para todos os níveis e ciclos de escolaridade, tratando de temas como direitos humanos, igualdade de género, interculturalidade, desenvolvimento sustentável, educação ambiental ou saúde.
O segundo grupo deverá abranger pelo menos dois ciclos do ensino básico, tratando de temas como os media, instituições e participação democrática, literacia financeira, educação para o consumo, sexualidade e segurança rodoviária.
O terceiro grupo tem aplicação opcional em qualquer ano de escolaridade, abordando as temáticas do empreendedorismo, mercado de trabalho, risco, segurança, defesa e paz, bem-estar animal e voluntariado.
Na apresentação da nova disciplina estiveram também presentes os Secretários de Estado para a Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino, e da Educação, João Costa.

Conheça aqui a Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania.

 

 

 

Read More

Bolsas Gulbenkian Novos Talentos | Edição 2017-2018

14 Setembro, 2017
/ / /
Comments Closed

Bolsas Gulbenkian Novos Talentos | Edição 2017-2018

As Bolsas Gulbenkian Novos Talentos destinam-se a estudantes do ensino superior interessados/as em aprofundar o estudo numa das seguintes áreas: Matemática, Tecnologias Quânticas ou Inteligência Artificial.
Candidaturas abertas de 1 a 27 de setembro.


A Fundação Calouste Gulbenkian instituiu o Programa de Bolsas Gulbenkian Novos Talentos.
Estas Bolsas abrangerão, anualmente, alunos/as do 1.º ou 2.º ciclo de qualquer curso universitário nas áreas da Matemática, Tecnologias Quânticas ou Inteligência Artificial, inscritos para a obtenção do respetivo grau numa universidade portuguesa.
Estas bolsas vão permitir aos estudantes a investigação e o estudo aprofundado numa destas matérias, sob a orientação de tutores/as, e a participação ativa num conjunto de workshops de formação.
Os/as bolseiros/as serão integrados/as num programa em que, sob a orientação de tutores/as, realizam trabalho de estudo e de investigação aprofundada numa destas matérias, e a participar ativamente num conjunto de workshops de formação.
Candidaturas
Só serão aceites a concurso as candidaturas registadas no formulário próprio disponível em gulbenkian.pt e submetidas online até ao dia 27 de setembro de 2017.
A candidatura tem que ser complementada com duas cartas de recomendação de professores, que as deverão enviar diretamente para talentos@gulbenkian.pt até ao dia 27 de setembro de 2017, com a indicação do nome do/a candidato/a no corpo da mensagem.

Novos Talentos em Matemática – Candidatar
Novos Talentos em Tecnologias Quânticas – Candidatar
Novos Talentos em Inteligência Artificial – Candidatar

Contactos: 
Tel: (+351) 217823365
Email: talentos@gulbenkian.pt
Para mais informações, clique aqui.

 

Read More
  • Jogo Educativo – Cidadania 4Kids!

  • UMA FORMA DIVERTIDA DE APRENDER CIDADANIA!

    São jogos, quebra-cabeças, puzzles, sudokus e muito mais!

    100% Português. 100% Solidário.

    Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS!

  • ECONOMIA SOCIAL EM DESTAQUE | ATUALIDADEInformação e atualidade no âmbito da Economia Social e Solidária

    Abertura de candidaturas | Medida de Qualificação das Pessoas com Deficiência e Incapacidade

    19 Outubro, 2017
    Saiba mais Abertura de candidaturas | Medida de Qualificação das Pessoas com Deficiência e Incapacidade Regiões do Algarve e de Lisboa e Vale do Tejo. Encontram-se abertas, de 16 de outubro a 14 de novembro de 2017, as candidaturas aos apoios no âmbito da Medida de Qualificação das Pessoas com Deficiência e Incapacidade, para as […]

    Conferência “Novas Perspetivas para a Inovação Social”

    12 Outubro, 2017
    Saiba mais Conferência “Novas Perspetivas para a Inovação Social” Novas Perspetivas para a Inovação Social Realiza-se em Lisboa, nos dias 27 e 28 de novembro, a conferência “Novas Perspetivas para a Inovação Social”. Inscrições abertas! Conferência “Novas Perspetivas para a Inovação Social” | 27 e 28 de novembro, em Lisboa Organização conjunta da Comissão Europeia, do
48 visitantes ligados agora
3 visitantes, 45 bots, 0 membros