AGENDE JÁ

  • Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social

    A ACEGIS reconhece-se enquanto entidade de referência nas áreas estratégicas da cidadania, inclusão, igualdade de género, empreendedorismo e inovação social. Intervimos ativamente pela construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva!

  • Dia Internacional da Juventude: celebrando os jovens construindo paz Atualmente, existem cerca de 1.8 mil milhões de jovens entre os 10 e os 24 anos de idade, cerca de um quarto da população mundial. A maior geração de jovens de sempre na história da humanidade, está nas nossas mãos ajudá-la a tornar-se a geração que […]

Dia Internacional da Juventude: celebrando os jovens construindo paz

11 Agosto, 2017
/ / /

Dia Internacional da Juventude: celebrando os jovens construindo paz

Atualmente, existem cerca de 1.8 mil milhões de jovens entre os 10 e os 24 anos de idade, cerca de um quarto da população mundial.
A maior geração de jovens de sempre na história da humanidade, está nas nossas mãos ajudá-la a tornar-se a geração que mudou o mundo!


Criado por resolução da Organização das Nações Unidas (ONU), em 1999, todos os anos, a 12 de agosto, celebra-se o Dia Internacional da Juventude.
Dia Internacional da Juventude 2017 «Jovens construindo a paz» | International Youth Day 2017 “Youth Building Peace”
12 de agosto |12 August

ONU define como jovens os cidadãos na faixa etária entre os 15 e os 24 anos, estes representam cerca de um quarto da população mundial, 1.8 mil milhões de jovens. A maior geração de jovens na história da humanidade.
Mais de 600 milhões de jovens vivem em ambientes frágeis e afetados por conflitos armados. Muitos outros são forçados a fugir, a separar-se das suas famílias, tornando-se refugiados ou deslocados.
No entanto, há um crescente reconhecimento do papel dos jovens na agenda para a paz e segurança, de forma a prevenir e combater o extremismo violento, especialmente nas zonas de conflito e mais afetas pela violência.
Conscientes desta situação, em 2017 a Organização das Nações Unidas (ONU) escolheu o tema “Jovens construindo a paz”  (“Youth Building Peace”) para assinalar o Dia Internacional da Juventude.
Desta forma, a ONU sublinha a importância dos jovens na consolidação da paz e da segurança, incentivando a sua participação ativa na manutenção da paz e da segurança internacional. 
Acresce que a Agenda 2030 coloca a paz, justiça e a eficácia das instituições (Objetivo 16) na nova agenda de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas.
Um reconhecimento do papel positivo e construtivo dos jovens na manutenção da paz e na preservação da segurança internacional, como fator decisivo na construção de sociedade justas, pacíficas e inclusivas.

Estima-se que mais de 600 milhões de jovens vivem em ambientes frágeis e afetados por conflitos armados. Excluir um número tão elevado de jovens dos problemas que os afetam diretamente, compromete o desenvolvimento das gerações futuras: 600 milhões são demais.
Não há desenvolvimento sustentável sem paz e segurança. Todos e todas nós temos pelo menos uma obrigação: dar aos jovens a oportunidade de fazer parte da decisão na forma como o mundo procura acabar com a violência e os conflitos, e de construir sociedades pacíficas e inclusivas.
Fazendo dos valores da cidadania, da igualdade, da liberdade, dos direitos humanos, da tolerância e da paz, a solução para alcançar o desenvolvimento sustentável.
Esta é a maior geração de jovens da história da humanidade, está nas nossas mãos ajudá-la a tornar-se a geração que mudou o mundo!
Susana Pereira, ACEGIS

A Associação ACEGIS é Represente Nacional da  IPYG – Grupo Internacional de Jovens pela Paz – ONG Internacional presente em cerca de 79 países de todo o mundo, mobilizando milhares de jovens em todo o mundo na construção e luta pela paz, através da promoção de diálogos, conferências, projetos e educação para a paz.

 

Read More

Conferência Internacional Género na Arte de Países Lusófonos

7 Agosto, 2017
/ / /

Conferência Internacional Género na Arte de Países Lusófonos: Chamada de Trabalhos

Nos dias 27 e 28 de outubro de 2017, tem lugar, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, a Conferência Internacional Género na Arte de Países Lusófonos: Corpo, Sexualidade, Identidade, Resistência .
Submissão de Comunicações até 15 de setembro de 2017.


Conferência Internacional Género na Arte de Países Lusófonos: Corpo, Sexualidade, Identidade, Resistência
A conferência internacional Género na Arte de Países Lusófonos: Corpo, Sexualidade, Identidade, Resistência integra-se num conjunto de eventos organizados pelo Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado (MNAC-MC), pelo Centro de História de Arte e Investigação Artística (CHAIA) da Universidade de Évora (UE) e Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais (CICS.NOVA) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSH/UNL) que têm como objetivo principal debater de um modo transdisciplinar as questões de género no panorama artístico de países lusófonos contemporâneo (século XXI) desafiando assim os modelos tradicionais de produção de conhecimento do Norte Global.
Com esta conferência procuramos juntar pessoas de diferentes contextos e proveniências que debatam estas questões de modo a contribuir para a construção de uma plataforma de troca de ideias, de experiências, de oportunidades de criação, de partilha e de solidariedade. As contribuições vindas de académicos, artistas, curadores, activistas, entre outras pessoas que demonstrem interesse em reflectir sobre estes temas são bem-vindas.
Submissão de  Comunicações:
Por favor envie resumos ou propostas em português – até 250 palavras para resumos individuais e até 500 palavras para propostas de painéis -, uma nota biográfica curta (até  50 palavras) e o seu contacto para generonaarte2017@gmail.com  até 15 de Setembro de 2017.
No caso de ser aplicável, refira de igual modo informações que considere necessárias sobre as suas necessidades técnicas, espaciais, temporais ou outras.
Será publicado na web um livro de resumos das comunicações apresentadas na conferência. Posteriormente à conferência, todos os oradores serão chamados a submeter um artigo que será sujeito a revisão cega por pares.
Os artigos seleccionados serão publicados num número especial da revista Faces de Eva (indexada na SciELO e na LATINDEX).

Informações através do e-mail generonaarte2017@gmail.com e na página da Conferência Internacional Género na Arte de Países Lusófonos: Corpo, Sexualidade, Identidade, Resistência.
Mais informações aqui.
Read More

4.ª Sessão temática “Economia Social: das pessoas, com as pessoas”

4 Agosto, 2017
/ / /

4.ª Sessão temática “Economia Social: das pessoas, com as pessoas” – 8 de setembro 2017, Évora

Irá realizar-se, no próximo dia 8 de setembro, a 4.ª sessão temática do Congresso Nacional da Economia Social 2017, subordinada ao tema “Economia Social: das pessoas, com as pessoas”.
Inscrições gratuitas até 6 de setembro de 2017.


Sessão Temática – “Economia Social: das pessoas, com as pessoas”
Irá realizar-se, no próximo dia 8 de setembro, pelas 09h30, na Fundação Eugénio de Almeida, em Évora, a 4.ª sessão temática do Congresso Nacional da Economia Social 2017, subordinada ao tema “Economia Social: das pessoas, com as pessoas”.
A iniciativa decorrerá nos períodos da manhã e da tarde e contará com a presença de figuras relevantes para o setor da Economia Social, que irão abordar e debater o tema em foco, no formato de conferências e mesas redondas.
ConsulteConvite (PNG) e o Programa (PDF) do evento.
Inscreva-se aqui até dia 6 de setembro.

Para mais informações, clique aqui.
Read More

Congresso Internacional – Igualdade de Género: Velhos e Novos Desafios

3 Agosto, 2017
/ / /

Congresso Internacional – Igualdade de Género: Velhos e Novos Desafios

O Centro de Investigação Interdisciplinar em Direitos Humanos (DH-CII) da Universidade do Minho promove, no próximo dia 06 de outubro, a Conferência Internacional Igualdade de Género: Velhos e Novos Desafios.
Entrada Gratuita. Inscrição obrigatória – Até dia 2 de outubro de 2017. 

O Centro de Investigação Interdisciplinar em Direitos Humanos (DH-CII) da Universidade do Minho promove, no próximo dia 06 de outubro, a Conferência Internacional Igualdade de Género: Velhos e Novos Desafios, com a participação de académicos e académicas de várias áreas disciplinares e de pessoas de reconhecido mérito na promoção da igualdade de género nos setores político e empresarial nacionais.

Atentos/as os contínuos sinais de fragilidade das conquistas alcançadas ao longo do último século em matéria de igualdade de género, impõe-se refletir criticamente sobre os fatores que explicam a persistência da violência e da discriminação fundadas no género e sobre as respostas que devem ser dadas por académicos, ativistas de direitos humanos e decisores políticos a este(s) problema(s).

Em foco estarão temas como a vulnerabilidade das mulheres em contexto migratório, a “criminalidade de género” (incluindo a MGF e a perseguição), a intersecção entre género, trabalho e família e os obstáculos à participação das mulheres nos órgãos de decisão empresarial e política.

Inscrição obrigatória – Até dia 2 de outubro de 2017
ciidh@direito.uminho.pt

Local: Escola de Direito da Universidade do Minho

Organização:  Direitos Humanos – Centro de Investigação Interdisciplinar

Coordenação científica: Patrícia Jerónimo, Teresa Coelho Moreira e Miriam Rocha.

Entrada Gratuita (Inscrição obrigatória).

Programa- Congresso Internacional Igualdade de Género: Velhos e Novos Desafios.
Para mais informações, clique aqui.
Read More

Lançamento da Saudementalpt, a primeira plataforma de saúde mental e neurológica

14 Julho, 2017
/ / /
Comments Closed

Lançamento da Saudementalpt, a primeira plataforma de saúde mental e neurológica No próximo dia 22 de julho, dia Mundial do Cérebro, vai ser lançada a Plataforma Saudementalpt – a primeira plataforma online que agrega informação e respostas na área da saúde mental e neurológica nacional. Saudementalpt – Plataforma de saúde mental e neurológica nacional.   Lançamento da […]

Read More

Exposição “40 anos 40 mulheres” | 22 de julho, Porto

14 Julho, 2017
/ / /
Comments Closed

Exposição “40 anos 40 mulheres” | 22 de julho, Porto

Inauguração da exposição itinerante “40 anos 40 mulheres”, 22 de julho de 2017, pelas 18h, no MIRAvFORUM, no Porto.
Entrada Livre.


O Programa de Prevenção da Violência no Namoro em Contexto Universitário – UNi+ (Associação Plano i), em parceria com a REDE de Jovens para a Igualdade convida a estar presente na inauguração da exposição itinerante “40 anos 40 mulheres”, a realizar no próximo dia 22 de julho de 2017, pelas 18h, no MIRAvFORUM, no Porto.
Neste ano de 2017, a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género faz 40 anos, celebrando quatro décadas de políticas públicas para a promoção da igualdade de género.
A REDE recolheu o testemunho de 40 mulheres que se destacam pelo seu percurso individual, social, profissional ou académico, tendo como denominador comum o rompimento com as amarras de género, sendo agora homenageadas pela sua coragem.
A partir destes testemunhos nasce a exposição que chega agora ao Porto.

 

PROGRAMA – Exposição “40 anos 40 mulheres” 

18h – Mesa de Abertura
Sofia Neves – Presidente da Associação Plano i
Nora Kiss – Presidente da REDE de Jovens para a Igualdade
Manuel Albano – Diretor da Delegação Norte da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género
Representação da Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade*
Alexandra Neves – Vice Reitora do Instituto UNiversitário da Maia
Manuela Matos Monteiro – Diretora MIRAvFORUM

18h30 – Mesa Redonda
Alexandra Oliveira – Docente universitária e investigadora com trabalho reconhecido na área do trabalho sexual.
Guiomar Sousa – Mediadora cigana do ano. Ativista e feminista.
Gabriela Canossa – Enóloga.

19h – Inauguração da exposição

Para mais informações, siga o evento no Facebook. 
Read More

Novos populismos na política contemporânea: misoginia, racismo e homofobia

6 Julho, 2017
/ / /
Comments Closed
GENDER WORKSHOP

Novos populismos na política contemporânea: misoginia, racismo e homofobia

Marisa Matias (Eurodeputada) | 7 de julho de 2017, 14h30, Sala 2, CES 


GENDER WORKSHOP
«Novos populismos na política contemporânea: misoginia, racismo e homofobia» por Marisa Matias
Enquadramento
Nesta sessão queremos dedicar a nossa reflexão à misoginia na política e nas formas e qualidade que esta tem vindo a assumir em diversos contextos e lugares do mundo. De Donald Trump ao presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem as afirmações sobre as mulheres e as suas capacidades intelectuais, estão longe de serem episódicas.
São apenas dois exemplos mais mediáticos do tipo de ódio misógino que tem povoado o discurso político nos últimos tempos no mundo. É também uma das faces do neo-liberalismo financeiro e colonial que domina.
Para isso desejamos mobilizar vários olhares, com lugares de enunciação distintos que possam problematizar com complexidade as distintas realidades mas também nos forneçam energias emancipatórias capazes de nos mobilizarem em torno das causas e das transformações progressistas que desejamos.
Muito embora possamos afirmar que a violência sexista e patriarcal inscrita nas nossas sociedades não é nada de novo – infelizmente – ela pode assumir formas e discursos que, pela sua quantidade ou qualidade, são problemas novos que nos devem instigar à reflexão e à participação.
Assistimos, em vários países da Europa e do mundo a uma nova onda conservadora que reforça a ideia da necessidade de tutela sobre certas identidades sexuais descrevendo-as ou remetendo-as para as esferas do acessório ou do irracional.
Vários exemplos, com diversos contornos e escalas, podem ser pensados como: as orientações sobre a obrigação do uso de maxi-saias nas escolas básicas e secundárias em Moçambique para prevenir o assédio e as gravidezes das adolescentes; a exaltação da ‘recatada e do lar’ no Brasil como o modelo do que devem ser e onde devem estar, as mulheres ou as recorrentes tentativas de voltar atrás em termos legislativos sobre o direito ao próprio corpo, à sexualidade e à reprodução em Angola, Polónia, Espanha ou Brasil.

Neste âmbito a Associação ACEGIS relembra o Artigo de Opinião:
Misoginia e sexismo no discurso político: Donald Trump, Janusz Korwin-Mikke e Rui Rio

A intolerância relativamente às mulheres e a misoginia manifestam-se na esfera pública, e estão cada vez mais presentes nos discursos políticos.  
O crescimento de discursos políticos assumidamente misóginos e sexistas, através dos quais as disparidades e discriminações são perpetuadas, constituem um entrave e um retrocesso na afirmação dos direitos das mulheres.    
Leia aqui o Artigo na íntegra. 

7 de julho de 2017, 14h30, Sala 2, CES 
Para mais informações sobre o evento
 clique aqui.
Read More

Simpósio “Sexismo nas Universidades em Portugal”

4 Julho, 2017
/ / /
Comments Closed

Simpósio “Sexismo nas Universidades em Portugal” 

6 de julho, Centro de Cultura e Intervenção Feminista – Lisboa (Alcântara).
Entrada livre!
No dia 6 de julho de 2017, tem lugar, no Centro de Cultura e Intervenção Feminista, em Lisboa, o Simpósio “Sexismo nas Universidades em Portugal”.
Este evento pretende criar um espaço de discussão sobre as diferentes manifestações de sexismo nas universidades em Portugal.
De forma mais ou menos explícita, é possível identificar sexismo nas mais diversas áreas de conhecimento científico e em todos os aspetos da vida universitária: nos currículos, nas praxes, nas associações académicas, na progressão na carreira docente, na linguagem, no valor atribuído a diferentes disciplinas, na distribuição dos cargos de gestão ou nas dinâmicas de assédio sexual. Este sexismo não existe isoladamente e funciona em interseção com outras dinâmicas de discriminação, incluindo o racismo ou a homofobia.
.
Um dos pontos de partida para a discussão será o livro Power, Knowledge and Feminist Scholarship: an Ethnography of Academia, da autoria de Maria do Mar Pereira, que oferece uma análise etnográfica de algumas destas formas de sexismo académico, e que será lançado neste evento, que contará com as participações de:
• Thais França (ISCTE-IUL; CIES-IUL)
• Virgínia Ferreira (Universidade de Coimbra; Presidente da APEM – Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres)
• Maria do Mar Pereira (Universidade de Warwick; CIEG-UL; CEMRI-UA)
• Teresa Fragoso (Presidente da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género)
• representante da Associação de Estudantes da FCSH-UNL (a confirmar)
• Clara Oliveira (CIEG-UL) (moderação)
Organização: Centre for the Study of Women and Gender da University of Warwick, com o apoio da e-APEM (Rede de Estudantes e Investigadorxs Emergentes da Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres (APEM)), UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta e Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR).

 

Entrada livre.

.
Evento: https://www.facebook.com/events/730402773811316/
.
Para mais informações, clique aqui.
Read More

4.º Fórum da Cidadania

29 Junho, 2017
/ / /
Comments Closed

4.º Fórum da Cidadania

No dia 8 de julho de 2017, realiza-se, na Reitoria da Universidade de Lisboa, o 4.º Fórum da Cidadania, no qual se pretende aprovar a “Carta de Lisboa – Direitos e Responsabilidades”.
Entrada Livre. Inscrições até 30 de junho de 2017.

 

O 4º Fórum da Cidadania vai realizar-se no dia 8 de julho de 2017, entre as 9h00 e as 17h30, na Reitoria da Universidade de Lisboa.
A entrada é livre mas sujeita a inscrição.

Na Declaração “Lisboa, Cidade com Direitos” aprovada em Maio de 2016 no 3º Fórum da Cidadania, propôs-se à cidade o lançamento de um processo deliberativo que conduzisse à aprovação de uma “Carta de Lisboa dos Direitos e Responsabilidades” no 4º Fórum da Cidadania que irá realizar-se dia 8 de julho de 2017 na Reitoria da Universidade de Lisboa.
Dando cumprimento à tarefa que lhe foi atribuída no 3º Fórum, a Comissão Organizadora do Fórum da Cidadania está empenhada na organização de Fóruns Territoriais, em cooperação com as Juntas de Freguesia, a Rede Social e as Comissões Sociais de Freguesia, as associações cívicas da cidade, outras organizações e cidadãos e cidadãs.
A Carta – e sobretudo o processo da sua construção colectiva – tem como meta a mobilização de vontades de todas as pessoas que aspiram a uma democracia central, autárquica e cidadã mais vigorosa participada e deliberativa, capaz de transformar Lisboa e fazer dela uma Cidade com Direitos.
Consulte aqui a proposta da Carta de Lisboa – Direitos e Responsabilidades que se propõe à Cidade e participe através do preenchimentos dos formulários disponíveis.
Inscreva-se  aqui até dia 30 de junho.

CONTACTOS
Câmara Municipal de Lisboa
Departamento para os Direitos Sociais, Divisão para a Participação e Cidadania
Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos  | E-mail:  forumcidadania@cm-lisboa.pt
Para mais informações, clique aqui. 

 

Read More

Jornadas «As mulheres e a Deficiência – Violências e Discriminações vs Direitos

29 Maio, 2017
/ / /
Comments Closed

Jornadas «As mulheres e a Deficiência – Violências e Discriminações vs Direitos

31 maio e 27 Junho, Almada/Lisboa
Entrada livre, sujeita a inscrição.


A violência contra as mulheres constitui crime e uma violação dos direitos humanos. Segundo dados do relatório do Observatório da Deficiência e Direitos Humanos (2014) uma em cada duas mulheres com deficiência é vítima de violência (inclusive abuso sexual).
A partir desta temática “As Mulheres e a Deficiência” pretende-se sensibilizar estas mulheres, famílias e organizações de pessoas com deficiência, bem como autarquias, entidades públicas e privadas para a problemática específica do peso da deficiência que recai sobre as mulheres.
O MDM convida-vos a participar nas Jornadas sobre As mulheres e a Deficiência – Violências e Discriminações vs Direitos que terão lugar a 31 de Maio, em ALMADA, no Auditório do Edifício Sede do Poder Local do Feijó – 10:00 | 17:30 e dia 27 de Junho em LISBOA, no CIUL – Auditório Picoas Plaza, 10:00 | 17:30.
Entrada Livre (mas inscrição obrigatória).
Mais informações e inscrições: 966 706 036 / 218 153 398 | Email: geral@mdm.org.pt
 As portas abrirão às 09:30 para acreditação dos/as participantes.
ficha inscrição Almada (PDF)
ficha inscrição Lisboa (PDF)
Para mais informações, clique aqui.
Read More

Ciclo de Laboratórios de Igualdade

15 Maio, 2017
/ / /
Comments Closed

Ciclo de Laboratórios de Igualdade

Género no trabalho e no Emprego – Duração 12 horas
Inscrições até 30 de maio de 2017.


O Ciclo de “Laboratórios de Igualdade” tem por objetivo trabalhar a dimensão da igualdade no trabalho e no emprego, combater a segregação das profissões e a eliminação das discriminações laborais.
Este ciclo de laboratórios pretende capacitar as pessoas das diversas organizações na operacionalização das políticas e das práticas organizacionais em matéria de igualdade no trabalho e no emprego, fornecendo conhecimento e instrumentos facilitadores para um desenvolvimento das suas competências na sua organização/empresa.
A estrutura dos “Laboratórios de Igualdade” divide-se em quatro laboratórios formativos: 1.º Laboratório – A Situação do Mercado Trabalho; a 2.º Laboratório – Enquadramento Concetual da Igualdade; a 3.º Laboratório – Instrumentos e Estratégias de Intervenção para a Igualdade e a 4.º Laboratório – Apresentação e avaliação dos Resultados.
Públicos alvo:
Estes Laboratórios destinam-se a diversos públicos estratégicos, tais como: dirigentes, profissionais da administração pública, central, regional e local; profissionais de empresas e de outras organizações.
Mínimo e máximo de participantes: 10 – 30 pessoas
Formadores/as:
Todas as ações serão asseguradas por formadores/as devidamente credenciados/as com formação pedagógica e científica adequadas às matérias em causa, cumprindo-se todos os normativos legais em vigor.
Garantias concedidas aos formandos e formandas:
  • Certificado de frequência
  • Publicações e Materiais
Cronograma do Ciclo de Laboratórios da Igualdade:
1.º – A Situação do Mercado de Trabalho – 1 de junho – 10h00-13h00;
2.º – Enquadramento Concetual da Igualdade – 8 de junho – 10h00-13h00;
3.º – Instrumentos e estratégias de intervenção para a Igualdade
       22 de junho – 10h00-13h00;
4.º – Apresentação e avaliação dos resultados – 29 de junho 10h00-13h00.

Local: CITE – Comissão para a Igualdade no Trabalho e Emprego, Lisboa
Inscrições até 30 de maio de 2017.
Formulário de inscrição 

Contactos para esclarecimentos:
Maria João Rosário Telf.: 215 954 030  Email: m.joao.rosario@cite.pt
Maria do Rosário Fidalgo  Telf.: 215 954 028,   Email: m.rosario.fidalgo@cite.pt
Para mais informações, clique aqui.
Read More

Fórum Intermunicipal para a Igualdade | 15 a 19 maio, Barcelos

11 Maio, 2017
/ / /
Comments Closed

Fórum Intermunicipal para a Igualdade | 15 a 19 maio, Barcelos

Pluralismo, diversidade e tolerância em debate no Fórum Intermunicipal para a Igualdade “SER PLURAL”.
De 15 a 19 de maio, no Teatro Gil Vicente e o Auditório Municipal de Barcelos.


Fórum Intermunicipal para a Igualdade “SER PLURAL” | 15 a 19 de maio
O Fórum Intermunicipal para a Igualdade dá o mote a uma semana humanizada, de 15 a 19 de maio, entre o Teatro Gil Vicente e o Auditório Municipal, com muita criatividade e curiosidade sobre “SER PLURAL”.
A semana começa com a exibição do filme “AS SUFRAGISTAS”, no dia 15 de maio, às 21h00, no Teatro Gil Vicente. Antes da sessão, Augusta Trigueiros, professora e mestre em Educação, leva-nos a uma reflexão profunda sobre o papel das mulheres, ao longo da história até aos dias de hoje e nos lugares de decisão.
O ponto alto do programa tem lugar no dia 16 de maio, com o III Encontro de Boas Práticas Autárquicas no domínio da Igualdade, no Auditório Municipal, a partir das 9h30.
O pluralismo, a diversidade e a tolerância são palavras de ordem nesta jornada. Os participantes são convidados a pensar o “SER PLURAL”.
O quebra-gelo acontece com a comunicação do “mestre” no domínio da inteligência emocional. Segue-se o primeiro painel, com cariz mais científico, que procura identificar áreas lacunares em termos de intervenção.
A tarde é confinada à apresentação de Boas Práticas Autárquicas, na dinamização de projetos proativos na comunidade. Os trabalhos terminam com um desafio ao Auditório Municipal sobre “a mudança começa em nós”.
O tema “Trabalho Digno” é debatido entre os colaboradores dos vários municípios, no dia 17 de maio, com referência à atualização dos direitos e deveres dos trabalhadores.
Eis que o momento de conversa quebra a semana para jogarmos às palavras bonitas com Valter Hugo Mãe, escritor, e com Cátia Vidinhas, ilustradora de histórias com estórias para contar, orientadas por Adélia Carvalho, também escritora, no dia 18 de maio, no Teatro Gil Vicente.
A semana termina da melhor forma com Marta Gautier, no palco do Teatro Gil Vicente, a questionar e a interagir com o público em geral com “Se eu não tivesse medo”, permitindo que o Fórum termine e designe o promotor da edição do IV Encontro.

Inscrição no Fórum  |    Programa


Para mais informações, clique aqui.
Read More
  • Jogo Educativo – Cidadania 4Kids!

  • UMA FORMA DIVERTIDA DE APRENDER CIDADANIA!

    São jogos, quebra-cabeças, puzzles, sudokus e muito mais!

    100% Português. 100% Solidário.

    Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS!

  • ECONOMIA SOCIAL EM DESTAQUE | ATUALIDADEInformação e atualidade no âmbito da Economia Social e Solidária

    Dia Internacional da Juventude: celebrando os jovens construindo paz

    11 Agosto, 2017
    Dia Internacional da Juventude: celebrando os jovens construindo paz Atualmente, existem cerca de 1.8 mil milhões de jovens entre os 10 e os 24 anos de idade, cerca de um quarto da população mundial. A maior geração de jovens de sempre na história da humanidade, está nas nossas mãos ajudá-la a tornar-se a geração que […]

    Pós-Graduação em Empreendedorismo e Inovação

    10 Agosto, 2017
    1.ª Edição da Pós-Graduação em Empreendedorismo e Inovação no ISCSP – Universidade de Lisboa Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas – ISCSP  As candidaturas à Pós-Graduação do ISCSP para o ano letivo de 2017-2018 encontram-se abertas até ao dia 30 de setembro de 2017. 1.ª Edição da Pós-Graduação em Empreendedorismo e Inovação no ISCSP […]
26 visitantes ligados agora
1 visitantes, 25 bots, 0 membros