Author Archives ACEGIS

  • Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social

    A ACEGIS reconhece-se enquanto entidade de referência nas áreas estratégicas da cidadania, inclusão, igualdade de género, empreendedorismo e inovação social. Intervimos ativamente pela construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva!

  • No dia 17 de maio celebra-se o Dia Mundial de Luta Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia | IDAHOT – International Day Against Homophobia and Transphobia. Hoje o mundo lembra o Dia Internacional contra a Homofobia e a Transfobia, data na qual, em 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da Classificação […]

About ACEGIS

ACEGIS - Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social

Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais da Associação ACEGIS

25 Maio, 2018
/ / /

Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais da Associação ACEGIS

A política de privacidade faz parte integrante dos termos de utilização do website da Associação ACEGIS e regula a recolha e tratamento dos dados pessoais fornecidos pelos/as utilizadores/as, assim como o exercício dos seus direitos relativamente a estes dados, nos termos da Lei de Proteção de Dados Pessoais em vigor.
Os dados recolhidos para efeitos de envio de newsletters e outras comunicações institucionais da Associação ACEGIS são conservados enquanto se mantiver o seu consentimento para o efeito. Caso retire o seu consentimento, os dados deixarão de ser tratados para essa finalidade.
Com a entrada em vigor do novo Regulamento Geral de Proteção de Dados a partir de hoje, torna-se necessário  obter o seu consentimento para continuar a receber a newsletter da Associação ACEGIS.
A nossa newsletter destina-se em exclusivo para o envio de comunicações institucionais da Associação ACEGIS. Este é um serviço gratuito que permite que receber notificações e os últimos artigos da Associação ACEGIS por e-mail.
Informamos que os seus dados pessoais dos/as subscritores/as da nossa newsletter não são partilhados com terceiros.
Assim, se mantém o interesse nas nossas comunicações e em receber a newsletter da Associação ACEGIS pedimos que consulte a nossa Política de Privacidade.

A Associação ACEGIS garante-lhe, a todo o tempo, o direito de acesso, retificação, atualização, eliminação, restrição do processamento ou retirar o consentimento das suas informações e dados pessoais.
Os/as subscritores/as da Associação ACEGIS podem em qualquer momento cancelar o envio destas comunicações, para isso dispomos de três opções:
  1. Cancelar a subscrição - através da opção “Cancele a subscrição”, disponível no rodapé das nossas newsletters;
  2. Alertar a subscrição - alterar as suas definições de e-mail em "Gerir Subscrições", disponível no rodapé das nossas newsletters;
  3. Retirar o seu consentimento e eliminar os seus dados pessoais - solicitar o cancelamento e eliminação dos seus dados pessoais via e-mail: acegis@gmail.com.

Os dados recolhidos para efeitos de envio de newsletters e outras comunicações institucionais da Associação ACEGIS são conservados enquanto se mantiver o seu consentimento para o efeito. 
Caso retire o seu consentimento, os dados pessoais deixarão de ser tratados para esta finalidade e deixará de receber nossa Newsletter.
Caso não cancele a sua subscrição ou retire o seu consentimento para a recolha, processamento e transferência das suas informações pessoais, os seus dados serão conservados e continuará a receber no seu e-mail a newsletter da Associação ACEGIS.

 

Qualquer informação adicional relacionada com o tratamento dos seus dados pessoais e com o exercício dos direitos que lhe são conferidos pela legislação aplicável e, referidos na presente Política de Privacidade, pode ser obtida junto da Associação ACEGIS através dos seguintes contactos:
Telefone: 212 592 663 | E-mail:geral.acegis@gmail.com

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

FOXlife e Priberam alteram a palavra “mulher” no dicionário

24 Maio, 2018
/ / /

O canal televisivo FoxLife e o dicionário online Priberam atribuíram à palavra MULHER uma nova definição no dicionário.

Movimento "A palavra mulher definida por nós" levou a que centenas de pessoas deixassem o seu contributo.
Durante três semanas, o movimento "A palavra mulher definida por nós" levou a que centenas de pessoas deixassem o seu contributo no site www.palavramulher.pt na revisão da palavra “mulher”.
Após a análise de mais de 500 propostas, o dicionário online Priberam passou a definir mulher como sendo:
Antes da alteração, o Priberam tinha como definição "pessoa adulta do sexo feminino; conjugue ou pessoa do sexo feminino com quem se mantém uma relação sentimental e/ou sexual; pejorativo: mulher pública: meretriz".

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

Estudo: 94,1% das universitárias de Coimbra vítimas assédio sexual

23 Maio, 2018
/ / /

Estudo sobre a Violência e Assédio Sexual no Contexto Académico de Coimbra revela que 94,1% das mulheres inquiridas já foram alvo de assédio sexual.

O estudo realizado pela UMAR Coimbra revela que 94,1% das mulheres inquiridas já foram alvo de assédio sexual, 21,7% de coerção sexual e 12,3% reportaram já terem sido violadas.
O estudo realizado pela UMAR Coimbra, no âmbito do projeto CAMI – Capacitar para Melhor Intervir Localmente, os dados utilizados foram obtidos durante os meses de Junho e Julho de 2017, através da aplicação de um questionário de auto-resposta, disseminado online.
O estudo realizado pela UMAR Coimbra sobre a violência sexual em contexto académico revela que 94,1% das mulheres inquiridas já foram alvo de assédio sexual, 21,7% de coerção sexual e 12,3% reportaram já terem sido violadas.
Cerca de um terço das mulheres que responderam ao inquérito da UMAR referiram que já foram vítimas de "stalking" (perseguição) e cerca de metade já tiveram contacto sexual não consentido (53,1%).
Relativamente à percepção da segurança no espaço público, mais de metade das mulheres inquiridas (53%) assumiram ter "receio de sofrerem um ataque sexual", enquanto os homens respondentes identificaram como principais motivos o "receio de sofrer um assalto" (26,1%) e "estar sozinho na rua"(16,2%).
O estudo da UMAR Coimbra, refere ainda que 59 das mulheres inquiridas (14,4%) já sofreram "pelo menos uma tentativa de violação" e 12,3% das mulheres reportaram já ter sido violadas.
Nos casos de tentativa de violação e violação consumada, a partir dos dados obtidos, apurou-se que a vitimação masculina para estas categorias é muitíssimo reduzida, apenas um homem do total da amostra reportou ter sido violado.
A amostra do estudo é constituída por 518 respondentes (79% mulheres e 17,5% homens), 85,5% de nacionalidade portuguesa e 7,6% de nacionalidade brasileira, 85,5% na faixa etária entre os 17 e os 34 anos e a grande maioria frequentou ou frequenta a Universidade de Coimbra (77,8%) e 12,2% o Instituto Politécnico de Coimbra.
Os resultados do estudo vão ser apresentados na íntegra esta quarta-feira partir das 18:00, no anfiteatro III da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

Programa FACES – Financiamento e Apoio para o Combate à Exclusão Social

23 Maio, 2018
/ / /

Abertura de candidaturas para a 2.ª Edição do Programa FACES - Financiamento e Apoio para o Combate à Exclusão Social.

A apresentação das candidaturas para o programa FACES – Financiamento e Apoio para o Combate à Exclusão Social decorre entre 3 de maio e 15 de junho de 2018.

2.ª edição do Programa FACES

Uma iniciativa social desenvolvida pela Fundação Montepio, que surge para dar resposta ao financiamento de projetos de intervenção social que promovam a empregabilidade das pessoas com deficiência através de iniciativas que facilitem a aproximação ao mercado de trabalho, a inclusão de crianças e jovens em situações de risco ou respostas inclusivas para famílias vulneráveis e pessoas sem-abrigo.
Esta linha de financiamento pretende valorizar iniciativas inovadoras e que apresentem condições de sustentabilidade, procurando reconhecer o trabalho realizado em parceria por organizações em todo o território nacional.
Podem candidatar-se ao FACES entidades da economia social legalmente constituídas em Portugal. No entanto, os projetos podem contar com parcerias realizadas com entidades privadas e/ou públicas.

 

 

Candidaturas

As candidaturas ao financiamento do FACES são apresentadas no site da Fundação Montepio, onde também se encontra o regulamento  e o portal para submissão das candidaturas. Para submeter a candidatura é necessário estar registado na plataforma FACES.
 As candidaturas são apresentadas no período compreendido entre 3 de maio e 15 de junho de 2018.  Os resultados são publicados no endereço da internet da Fundação Montepio no dia 17 de setembro de 2018.

Na 1.ª edição do FACES, em 2017, foram apoiados 18 projetos de combate à exclusão social, num total de 278 648 euros atribuídos.

Para esclarecer qualquer questão que surja no preenchimento do Formulário de Candidatura, poderá contactar a Fundação Montepio através:
E-mail: montepio.faces@sairdacasca.com 
Telefone: 912 218 074 disponível de segunda a quarta-feira, entre as 9h30 e as 13h.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.305 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

Estratégia «Portugal + Igual» publicada em Diário da República

22 Maio, 2018
/ / /

Estratégia «Portugal + Igual» publicada em Diário da República

A Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação 2018-2030 «Portugal + Igual», aprovada pelo Governo a 8 de março, foi publicada em Diário da República no dia 21 de maio de 2018 em Resolução do Conselho de Ministros n.º 61/2018.
“ENIND pretende consolidar os progressos até agora alcançados e perspetivar o futuro da ação governativa, tendo em vista o desenvolvimento sustentável do país que depende da realização de uma igualdade substantiva e transformativa, garantindo simultaneamente a adaptabilidade necessária à realidade portuguesa e sua evolução até 2030”.
A Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação 2018-2030 «Portugal + Igual» estrutura-se em três planos para o próximo quadriénio, sob o lema «Ninguém pode ficar para trás».
A Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação - Portugal + Igual (ENIND) que lança um novo ciclo programático em 2018, alinhada temporal e substantivamente com a Agenda 2030 e apoiada em três Planos de Ação que definem objetivos estratégicos e específicos em matéria de não discriminação em razão do sexo e igualdade entre mulheres e homens (IMH), de prevenção e combate a todas as formas de violência contra as mulheres, violência de género e violência doméstica (VMVD), e de combate à discriminação em razão da orientação sexual, identidade e expressão de género, e características sexuais (OIEC).

Os três pilares para um «Portugal + Igual» - 2018-2030

A Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação 2018-2030 «Portugal + Igual» estrutura-se em três planos para o próximo quadriénio, sob o lema «Ninguém pode ficar para trás».
São três os pilares da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação: igualdade de oportunidades; prevenção e combate à violência contra mulheres ; violência doméstica e discriminação em razão da orientação sexual, da identidade e género e características sexuais.
O primeiro pilar intitula-se «Plano de Ação para a Igualdade entre Mulheres e Homens», sendo composto por 77 ações, de entre as quais se destacam o combate ao abandono escolar por raparigas ciganas ou a promoção das competências digitais para idosas.
O segundo pilar é relativo ao «Plano de Combate à Violência Contra Mulheres e Violência Doméstica», incluindo ações de formação para magistrados, oficiais de justiça ou forças de segurança para evitar discriminações em função do género no setor da Justiça.
O terceiro pilar, «Plano de Combate à Discriminação em razão da orientação sexual, identidade do género e características sexuais», é inovador, visando a formação de profissionais de Saúde para evitar o atendimento desadequado por vezes prestado aos transexuais.

A construção da ENIND baseou-se numa auscultação ampla a departamentos governamentais, autarquias, especialistas, setor privado e sociedade civil organizada, sob coordenação técnica da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género. Foram também consideradas as recomendações das avaliações dos anteriores planos nacionais.
Consulte a Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não-Discriminação – Portugal + Igual.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

Formação de Formadoras/es em Igualdade de Género – 72h | UMAR Coimbra

22 Maio, 2018
/ / /

Formação de Formadoras/es para obtenção da certificação ou especialização em Igualdade de Género – 72h

A UMAR vai realizar em Coimbra uma Ação de Formação de Formadoras/es para obtenção da certificação ou especialização em Igualdade de Género – 72h. Inscrições até 28 de maio de 2018.
Para mais informações contactar por email pelo endereço eletrónico umarcoimbra@gmail.com
A UMAR (União de Mulheres, Alternativa e Resposta) vai realizar em Coimbra uma Ação de Formação de Formadoras/es para obtenção da certificação ou especialização em Igualdade de Género – 72h.
A formação irá abranger todas/os as/os profissionais que possam transmitir os valores de Igualdade de Género como professoras/es, educadoras/es, técnicas/os de diversas áreas.
A formação é gratuita e está a ser desenvolvida no âmbito do projeto “ Norteando a Igualdade de Género” financiado pelo POISE, Portugal 2020 e União Europeia.

Requisitos para a integração na ação de formação:
-Ter Certificado de Competências Pedagógicas (CCP) / CAP;
-Estar com situação ativa face ao emprego / ser trabalhador/a independente.
A Ação de formação terá inicio no dia  5 de Junho de 2018 e término no dia 30 de Julho de 2018, em Coimbra. Irá decorrer em horário laboral, duas vezes por semana, das 10 às 17h.
Local: Instalações da Delegação do IPDJ de Coimbra .
Para mais informações (calendário, referencial de formação, documentos necessários, ficha de inscrição, etc.), contactar por email pelo endereço eletrónico umarcoimbra@gmail.com
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.305 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

17 de maio – Dia Internacional Contra a Homofobia, Lesbofobia e a Transfobia

17 Maio, 2018
/ / /

No dia 17 de maio celebra-se o Dia Mundial de Luta Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia | IDAHOT – International Day Against Homophobia and Transphobia.

Hoje o mundo lembra o Dia Internacional contra a Homofobia e a Transfobia, data na qual, em 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças.

Criminalização das relações entre pessoas do mesmo sexo

A homossexualidade ainda é crime em 72 países, e em oito continua a ser punida com a pena de morte.
Compete aos Estados combater o preconceito e proteger vidas humanas, independentemente da orientação sexual ou identidade de género.
De acordo como o relatório anual da Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transsexuais e Intersexo - ILGA, em 72 países existem leis que criminalizam relações privadas e consensuais de pessoas do mesmo sexo, expondo milhões de pessoas ao risco de serem presas e processadas – e, inclusive, condenadas à pena de morte, como acontece em pelo menos 8 países.
A pena de morte é legalmente prescrita para punir crimes relacionados com a homossexualidade em países como o Irão, Sudão, Arábia Saudita e Iémen, assim como em algumas partes da Somália e no norte da Nigéria.
Na Síria e no Iraque a pena de morte também é aplicada, não pelo Estado, mas pela organização extremista do autoproclamado Estado Islâmico.
A criminalização das relações homossexuais, além de violar os direitos humanos, legitima o preconceito na sociedade em geral e expõe as pessoas a crimes de ódio, tortura e violência.
Compete aos Estados combater o preconceito e proteger as vidas humanas, independentemente da orientação sexual ou identidade de género.
A luta e o combate contra a homofobia, a bifobia e a transfobia generalizada faz-se pela denúncia e pela exigência dos Estados cumprirem o seu dever legal na proteção das pessoas LGBTIQ da violência, da discriminação e do preconceito.
Revogar as leis que criminalizam as pessoas que têm relações privadas e consensuais com pessoas do mesmo sexo e outras leis utilizadas para punir indivíduos com base em sua orientação sexual e identidade de género é uma exigência que deve ser feita a todos os Estados.
A  universalidade dos direitos humanos exige que todos os Estados, independentemente de seus valores culturais, tradições ou  crenças religiosas protejam os direitos humanos de todos seus cidadãos e cidadãs.

 

No século XXI, não há lugar para o preconceito, discriminação e perseguição de pessoas tendo por base a orientação sexual e a identidade de género.
No dia de hoje, afirmamos e lutamos para que a homofobia e o preconceito dê lugar à cidadania e à Igualdade.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

“Mar”, uma curta-metragem LGBTQ de William Vitória, premiada pelo Canada Shorts Film Festival

16 Maio, 2018
/ / /

"Mar”, uma curta-metragem LGBTQ de William Vitória, premiada pelo Canada Shorts Film Festival

O filme estreou em Toronto e recebeu Award of Distinction pela Canada Shorts film festival. Vai estar em exibição no próximo dia 19 de maio às 21h30 na Ler Devagar em Lisboa, com entrada livre.
"Mar" é descrito como um "um romance dramático e thriller que se passa na bonita cidade costeira de Peniche”. Uma história de amor, traição, e sobre como cada família tem a sua forma de viver as questões LGBTQ.

A curta-metragem Mar é um romance dramático e thriller realizado pelo Luso-Canadiano William Vitória e conta a história de um casal, o Eduardo (João Santos Silva) e o Xavier (Lourenço Seruya), que visita Portugal e se hospeda em casa de um amigo de infância Cristóvão (Diogo Tavares).

Este amigo guarda um segredo que apenas a sua mãe (Sylvie Rocha) conhece. Aos poucos o casal desenvolve uma atracão por este amigo até que faz uma descoberta macabra.

O filme surgiu devido a saudade que o realizador sente por Portugal, pelo gosto por contar histórias LGBTQ e a vontade de mostrar ao mundo a beleza e talento do país.

O argumento é de William Vitória e de Diogo Tavares.

Esta curta-metragem venceu um Award of Distinction atribuída pela Canada Shorts Film Festival, foi exibida na Regent Theatre em Toronto e na Cinemateca Portuguesa.

Vai estar em exibição no próximo dia 19 de maio às 21h30 na Ler Devagar em Lisboa, com entrada livre.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

Portugal Inovação Social: €5 milhões de euros para financiar projetos de empreendedorismo e inovação social

16 Maio, 2018
/ / /

Portugal Inovação Social: são €5 milhões de euros para financiar projetos de empreendedorismo e inovação social

A Portugal Inovação Social abre pela terceira vez candidaturas a títulos de impacto social. Apoio a projetos inovadores nas áreas da proteção social, emprego, justiça, saúde e inclusão digital.

Portugal Inovação Social tem, desde 9 de maio, candidaturas abertas para financiar projetos inovadores orientados para ganhos de eficiência na prestação de serviços públicos e na resolução de problemas sociais, nomeadamente na área da Inclusão Digital.

São 5 milhões de euros que ficaram disponíveis para apoiar, através de Títulos de Impacto Social, a realização de projetos de inovação social que deverão atuar nas áreas da Inclusão Digital, Proteção Social, Emprego, Justiça ou Saúde.

 

O que são os Títulos de Impacto Social (TIS)

Os Títulos de Impacto Social (TIS) destinam-se a apoiar projetos inovadores que respondam a problemas sociais prioritários da competência da política pública, numa lógica de pagamento por resultados.

O projeto é implementado por uma ou mais entidades privadas e financiado por um ou vários/as investidores/as sociais, propondo-se alcançar determinados resultados sociais mensuráveis, cujos indicadores e métricas devem ser previamente validados pela Entidade Pública responsável pela política setorial.

Se esses resultados contratualizados em candidatura forem alcançados, os/as investidores/as sociais são integralmente reembolsados.

O risco de insucesso está, por isso, do lado dos/as investidores/as sociais que suportam inicialmente os custos necessários à implementação do projeto.

Podem ser investidores/as sociais empresas privadas, Fundações e Associações, bem como consórcios de várias destas entidades.

Apresentação de Candidaturas

A apresentação das candidaturas decorre em contínuo, encontrando‐se aberto o concurso a partir das 09:00h do dia  9 de maio de 2018.  

Na Plataforma de Formulários da Portugal Inovação Social podem ser descarregados ou preenchidos os vários formulários e documentos necessários à candidatura, bem como aceder às Perguntas Mais Frequentes (FAQ’s)

Está também disponível um Guia de Apoio à Candidatura. Recomenda-se o uso deste Guia na preparação da candidatura, após a leitura atenta do aviso de abertura de candidaturas e dos documentos a submeter. Este Guia de Apoio é indicativo. No caso de existir qualquer inconsistência, tem prevalência a informação constante do aviso de abertura de candidaturas.

Em caso de dúvidas após a leitura do guia de apoio, pode contactar-nos por e-mail através de geral@inovacaosocial.portugal2020.pt.

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.305 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

Câmara Municipal de Mogadouro está a recrutar 4 Técnicos/as Superiores

15 Maio, 2018
/ / /

Câmara Municipal de Mogadouro está a recrutar 4 Técnicos/as Superiores

Abertura de procedimento concursal comum para contratação em regime de contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo certo para ocupação de 4 (quatro) postos de trabalho da carreira/categoria de técnico/a superior: – 1 Psicólogo/a Clínico, 1 Educador/a Social, 1 Terapeuta da Fala e 1 Terapeuta Ocupacional.
A Câmara Municipal de Mogadouro abriu procedimento concursal comum, para preenchimento de 4 (quatro) postos de trabalho na carreira/categoria de Técnico Superior (m/f), para assegurar o projeto "Gabinete Técnico de Apoio ao Aluno e à Família" na modalidade de contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo certo, pelo prazo de três anos, tendo em vista o preenchimento dos postos de trabalho abaixo identificados.
Referência A – Psicólogo/a Clínico - um lugar - Inscrição na Ordem dos Psicólogos;
Referência B – Educador/a Social – um lugar;
Referência C – Terapeuta da Fala – um lugar;
Referência D – Terapeuta Ocupacional – um lugar.
Candidaturas de 15 a 28 de maio de 2018.

Formalização de Candidaturas

Para a formalização de candidatura deverá ser utilizado obrigatoriamente o formulário tipo "Formulário de Candidatura ao Procedimento Concursal" (disponível na página eletrónica em www.mogadouro.pt ou no Núcleo de Recursos Humanos da Câmara Municipal de Mogadouro), devendo ser entregue no Balcão Único/Atendimento da Câmara Municipal de Mogadouro, no horário de atendimento ao público (9:00 horas às 17:00 horas, de segunda a sexta-feira), ou remetido por correio por carta registada até ao termo do prazo de candidatura para:
Câmara Municipal de Mogadouro, Largo do Convento de São Francisco, 5200 - 244 Mogadouro, não sendo consideradas candidaturas enviadas por correio eletrónico.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Subscreva gratuitamente a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Junte-se a 13.305 outros subscritores

Read More

Rede DLBC Lisboa está a recrutar Consultor(a) Externo(a)

15 Maio, 2018
/ / /

Rede DLBC Lisboa está a recrutar Consultor(a) Externo(a). Candidaturas até 18 de maio de 2018.

As candidaturas deverão ser enviadas para o email da REDE DLBC Lisboa geral@rededlbclisboa.pt com a referência “Ref. Recrutamento Consultor(a) Externo(a) 2018”

Principais responsabilidades da/o Consultor/a Externo/a:
Responsabilidades gerais:
Apoio à elaboração de candidaturas para o Concurso SI2E; Apoio à elaboração de planos de negócio ;
Realização de ações de formações; Realização de sessões de consultoria

Perfil e Qualificações:

 

Formação superior (preferencial na área de Gestão, Economia e Administração de Empresas); Experiência em consultoria;
Experiência em formação; Capacidade de análise crítica;  Excelente capacidade de comunicação escrita e oral;
Forte proatividade e autonomia; Sentido compromisso e responsabilidade;
Conhecimentos sobre Empreendedorismo Social (preferencial).

 

Formalização de Candidaturas

As candidaturas deverão ser enviadas para o email da REDE DLBC Lisboa geral@rededlbclisboa.pt com a referência: Ref. Recrutamento Consultoria Externa_2018.
Só serão consideradas as candidaturas que apresentarem uma carta de motivação com indicação de uma referência profissional juntamente com o CV em Português.
Prazo de Apresentação de candidaturas: entre 9 de 18 de maio de 2018.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.305 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More

Portugal Economia Social 2018| Encontro do Empreendedorismo e Inovação Social

14 Maio, 2018
/ / /

Portugal Economia Social o maior evento de empreendedorismo e inovação social do país

A 3ª edição do Portugal Economia Social realiza-se nos dias 23 e 24 de Maio no Centro de Congressos de Lisboa, com entrada livre.

Estimular o Empreendedorismo e a Inovação Social e promover a Economia Social Solidária | Lisboa, 23 e 24 de maio

A próxima edição da iniciativa Portugal Economia Social vai ter lugar no Centro de Congressos de Lisboa, nos dias 23 e 24 de maio de 2018.

Sabia que Portugal foi o primeiro país da Europa a reservar parte dos fundos estruturais europeus para a área da inovação social?
No nosso país, o sector social é o segundo maior “empregador” nacional, com cerca de 260 mil trabalhadores em instituições, associações, IPSS, ONG’s, mutualistas, colectividades, cooperativas, misericórdias e fundações.
Neste contexto surge o Portugal Economia Social enquanto evento empenhado em promover e debater a Economia Social Solidária e estimular uma Economia Social Sustentável, através de um encontro com duas vertentes: o Fórum de Debate e uma mostra de produtos e soluções para o sector.

 

Mostra de Produtos e Serviços de Apoio
Nova área para empresas e entidades que se destacam pela inovação dos seus produtos e serviços na ajuda a diferentes públicos com necessidades diversas.
Uma interacção em permanência com quem necessita. Aposte connosco!
Municípios e a Inclusão Social
Mostra de Municípios que defendem um território mais Inclusivo, que promovem o Envelhecimento Activo e a Mobilidade e defendem Respostas Sociais adaptadas e Boas Praticas. Uma oportunidade para:
Dar visibilidade aos projectos sociais inovadores;
Mostrar a importância do poder local;
Debater as políticas públicas de desenvolvimento
Na sequência do sucesso do ano passado, o Social Innovation Shaker será novamente aposta no Fórum Debate do evento, com a apresentação de negócios sociais à procura de investimento, assim como de cinco projectos estrangeiros. A grande novidade será a presença na iniciativa de três investidores internacionais do sector da economia social.
Existem cerca de 61 mil entidades envolvidas na Economia Social. Torna-se, portanto, fulcral explorar a questão do financiamento. Assim, no Portugal Economia Social poderá assistir à Conferência “Financiamento e Inovação Social”, ideal para a obtenção de informação sobre as candidaturas para projectos co-financiados na área e também quais os benefícios fiscais para os Investidores Sociais.
Outra das novidades será a apresentação do “Guia de Boas Práticas de Acessibilidade – Comunicação Inclusiva em Monumentos Museus e Palácios”, um trabalho do Turismo de Portugal e da Direcção Geral do Património Cultural que visa a promoção de experiências de turismo mais inclusivas.
Num contexto pedagógico e interactivo o evento irá criar um espaço de experiências denominado “Viver a Diferença” onde será possível vivenciar algumas das dificuldades que pessoas com algumas incapacidades têm de superar.

 

Ajudar a cadeia da Economia Social a dar novas respostas é a missão principal do Portugal Economia Social, que fará convergir no mesmo espaço os municípios, as empresas e os investidores, um local de networking e partilha de conhecimentos e ideias com vista ao crescimento qualitativo do sector.

 

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.305 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Read More
  • Jogo Educativo – Cidadania 4Kids!

  • UMA FORMA DIVERTIDA DE APRENDER CIDADANIA!

    São jogos, quebra-cabeças, puzzles, sudokus e muito mais!

    100% Português. 100% Solidário.

    Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS!

  • ECONOMIA SOCIAL EM DESTAQUE | ATUALIDADEInformação e atualidade no âmbito da Economia Social e Solidária

    Programa FACES – Financiamento e Apoio para o Combate à Exclusão Social

    23 Maio, 2018
    Abertura de candidaturas para a 2.ª Edição do Programa FACES - Financiamento e Apoio para o Combate à Exclusão Social. A apresentação das candidaturas para o programa FACES – Financiamento e Apoio para o Combate à Exclusão Social decorre entre 3 de maio e 15 de junho de 2018. Mais informações, aqui. 2.ª edição do […]

    Portugal Inovação Social: €5 milhões de euros para financiar projetos de empreendedorismo e inovação social

    16 Maio, 2018
    Portugal Inovação Social: são €5 milhões de euros para financiar projetos de empreendedorismo e inovação social A Portugal Inovação Social abre pela terceira vez candidaturas a títulos de impacto social. Apoio a projetos inovadores nas áreas da proteção social, emprego, justiça, saúde e inclusão digital. Mais informações, aqui. A Portugal Inovação Social tem, desde 9 de maio
51 visitantes ligados agora
1 visitantes, 50 bots, 0 membros