Dia do/a Trabalhador/a: A trabalho igual, salário Igual

1 de maio, Dia do Trabalhador e da Trabalhadora: a trabalho igual, salário igual. Está mais do que chegada a hora de pôr em prática a igualdade remuneratória entre mulheres e homens no mercado de trabalho. A trabalho igual, salário Igual. É tempo de #IgualdadeReal.

1 de maio, Dia do Trabalhador e da Trabalhadora: a trabalho igual, salário igual

Apesar do princípio da igualdade de remuneração entre mulheres e homens estar consagrado numa vasta legislação internacional, europeia e nacional, o mesmo ainda não se traduziu ou teve efeitos práticos na redução das desigualdades e das disparidades salariais.

Atendendo aos progressos até agora realizados, a Europa Ocidental poderá ser a primeira região do mundo a fechar o hiato de género em termos económicos em 46 anos. Se a tendência atual prosseguir, será necessário esperar até 2063 para que mulheres e homens aufiram salários equivalentes. 
 

 

Eurostat, 2016

Disparidades salariais entre homens e mulheres

1 %
uE-28
1 %
Portugal

Os mais recentes progressos e avanços das mulheres no acesso à educação e formação profissional, ainda não se traduziram na melhoria das condições e posições no mercado de trabalho.

Apesar do princípio da igualdade de remuneração entre mulheres e homens estar consagrado numa vasta legislação internacional, europeia e nacional, o mesmo ainda não se traduziu ou teve efeitos práticos na redução das desigualdades e das disparidades salariais.

Homens e mulheres não têm as mesmas oportunidades no mercado de trabalho, e as disparidades salariais entre homens e mulheres são a consequência prática e visível das desigualdades e discriminação entre sexos.

O direito ao trabalho é condição essencial à efetivação da igualdade de direitos, na independência económica e na realização profissional, pessoal e social das mulheres. É condição essencial na construção de uma sociedade mais justa, paritária e desenvolvida.

Está mais do que chegada a hora de pôr em prática a igualdade remuneratória entre mulheres e homens no mercado de trabalho.

A trabalho igual, salário Igual. É tempo de #IgualdadeReal. 

Associação ACEGIS

A Associação ACEGIS reconhece-se enquanto entidade de referência nas áreas estratégicas da cidadania, inclusão, igualdade de género, empreendedorismo e inovação social.

Recomendamos!

Dia Europeu da Igualdade Salarial: mulheres ganham menos 16,2% do que os homens

Disparidades Salariais: Mulheres ganham menos 16,2% do que os homens, na União Europeia. Em Portugal, a diferença de remuneração é de 17,5%.

Lei da Igualdade Salarial entre homens e mulheres entra hoje em vigor

Com a entrada em vigor da nova lei passa ser obrigatório assegurar a existência de uma política remuneratória transparente e que assegure a igualdade salarial entre a homens e mulheres.

Disparidades Salariais: Trabalho e Salários Iguais

Globalmente, estima-se em 23% as disparidades salariais de género. As mulheres ganham 77% do que ganham os homens A este ritmo, a igualdade de género nos salários e oportunidades de emprego só será atingida daqui a 169 anos, ou seja em 2186.

Nove mulheres assassinadas desde o início do ano. Até quando?

Em apenas 35 dias, nove mulheres foram assassinadas em contexto de violência doméstica. Apesar dos progressos significativos, das legislações e dos programas desenvolvidos para erradicar a violência contra as mulheres, ainda subsiste a perceção de que o assédio, os ciúmes e a violência contra as mulheres são normais e aceitáveis.

Dia Internacional da Rapariga: a igualdade está longe de ser alcançada

1 100 milhões de meninas exigem o fim das desigualdades, o fim da discriminação pelo simples facto de terem nascido do sexo feminino. O mundo não continuar a perder o potencial de uma parte tão significativa da sua população.

Violência contra as Mulheres: A necessidade de quebrar o ciclo da violência

Seja em casa, na rua, no trabalho ou em conflitos armados, a violência contra mulheres e meninas é uma violação dos direitos humanos que ocorre em espaços públicos e privados. Em todo o mundo, uma em cada três mulheres ou raparigas já sofreram violência física ou sexual durante a sua vida, sendo que na maioria dos casos foi cometida pelo seu parceiro.

Portugal e a violência contra as mulheres: progressos significativos, mas evidencia uma baixa taxa de condenações judiciais

Relatório do Grupo de Peritos para o Combate à Violência contra as Mulheres e a Violência Doméstica (GREVIO) alerta para a baixa taxa de condenações nos casos de violência doméstica.

Jogo Educativo - Cidadania 4 KIDS!

O Jogo Educativo – Cidadania 4Kids é um jogo educativo que foi pensado em desenvolver de uma forma lúdica competências e conhecimentos tendo como referência os valores da cidadania, da igualdade, da liberdade, dos direitos humanos, da tolerância e da paz.

São jogos, quebra-cabeças, puzzles, sudokus e mais, muito mais!

 

 

 

Uma forma divertida de aprender Cidadania, Ambiente, Direitos Humanos e os Direitos da Criança.

Jogo produzido e desenvolvido pela Associação ACEGIS, sem qualquer apoio empresarial ou financiamento. Apenas a nossa vontade de mudar o mundo!

Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS. 100% Português. 100% Solidário

%d bloggers like this: