“Damas da Noite”, um espetáculo de Elmano Sancho

Damas da Noite, é um espetáculo de Elmano Sancho, estreia quinta-feira, 9 de maio, no teatro Carlos Alberto, no Porto. Um projeto em parceria com a Associação ACEGIS.

Damas da Noite, é um espetáculo de Elmano Sancho, estreia quinta-feira, 9 de maio, no teatro Carlos Alberto, no Porto.

Damas da Noite, de Elmano Sancho

Damas da Noite aborda a presença ou ausência de fronteiras entre realidade/ficção, ator/personagem, homem/mulher e teatro/performance.

 09 a 12 de maio, Teatro Carlos Alberto, Porto

Nesse jogo de relações, aposta-se a identidade como matéria fluida, “rimbaudiana”, revelando o outro que somos, o estrangeiro que albergamos.

Para erguer essa figura ficcionada chamada Cleópatra, Elmano Sancho imergiu no mundo fascinante e provocador do transformismo. Os artistas transformistas “vestem a pele de um outro, tentam ser um outro. São “flores que se abrem de noite”, intérpretes de uma transformação “pautada pela transgressão, o desconforto, a ambiguidade, a brutalidade dos corpos e a violência das emoções”. Através dessa interpretação paradoxal da diferença, “Damas da Noite” explora a presença ou ausência de fronteiras entre realidade e ficção, ator e personagem, homem e mulher, teatro e performance, tragédia e comédia, original e cópia, interior e exterior, dia e noite.

Nesse jogo de relações, aposta-se a identidade como matéria fluida, “rimbaudiana”, revelando o outro que somos, o estrangeiro que albergamos.

Texto e encenação – Elmano Sancho
Interpretação – Elmano Sancho, Dennis Correia aka Lexa Black e Pedro Simões aka Filha da Mãe
Espaço Cénico – Samantha Silva
Iluminação – Alexandre Coelho
Assistência de encenação – Paulo Lage
Confeção de Figurino Elmano Sancho – Olga Amorim
Produção executiva – Nuno Pratas
Apoios – Wig By Choice
Parcerias – Associação Plano I, Abraço, ACEGIS

 

Elmano Sancho

Ator e Encenador

Licenciado em Formação de Atores pela ESTC/Lisboa. Estudou na RESAD/Madrid, ECA-USP/Brasil e no CNSAD/Paris e na SITI COMPANY/NY. 

Trabalhou com o Teatro da Garagem, Teatro dos Aloés, Ensemble, Jorge Silva Melo/Artistas Unidos, Emmanuel Demarcy-Mota, Pedro Gil, Rogério de Carvalho, Ana Tamen, Miguel Abreu, Maria João Miguel, Paulo Lage, António Aguiar, Bruno Freyssinet, Barney O´Hanlon, Arthur Nauzyciel, Bruno Bayen/Comédie-Française), Jacques Allaire/Comédie-Française, Virgínio Liberti/Annalissa Bianco, Anne Bogart/SITI Company.

No cinema e na televisão trabalhou com Hugo Diogo, Jorge Silva Melo, Keren Ben Rafael, Odile Brook, Jerôme Cornuau, Valéria Sarmiento, Solveig Nordlund, Jorge Paixão da Costa, Benoît Jacquot, Sérgio Graciano, Yuri Alves, Francisco Manso e Marco Pontecorvo.

Foi nomeado melhor ator de Teatro para os Globos de Ouro com Não se Brinca com o Amor (2012), Herodíades (2013), A Estalajadeira (2014) e Display (2018) e para os prémios SPAAUTORES com Não se Brinca com o Amor (2012) e O Campeão do Mundo Ocidental (2014).

Foi nomeado pela revista TimeOut na categoria de melhor ator do ano de 2012 com Herdades.

Estreia-se, como encenador, no monólogo Misterman, prémio de melhor ator da SPAAUTORES/2015. 

Em 2015, encena I Can´t Breathe, Menção Especial do Prémio da Crítica da APCT/2016. Nomeação na categoria de Teatro para melhor espetáculo SPAAUTORES/2016.

Foi bolseiro da Direção Geral do Livro e das Bibliotecas para a Criação Literária em 2018 com o projeto A Sagrada Família.

Em 2018, recebe o prémio Mirpuri Carlos Avilez com A Última Estação, espectáculo estreado em 2018 no Festival de Teatro de Almada.

09 a 12 de maio, Teatro Carlos Alberto, Porto


Damas da Noite, de Elmano Sancho. Com o apoio institucional da Associação ACEGIS

Recomendamos!

Inclusão pela Arte | Elmano Sancho apresenta no Teatro da Comuna Misterman, de 18 a 27 de setembro

A ACEGIS enquanto parceria do projeto apoia a Inclusão e Cidadania Ativa pela Arte, vai realizar no próximo dia 23 de Setembro duas ações de sensibilização com o ator e encenador Elmano Sancho, Misterman – Inclusão Pela Arte.

I CAN’T BREATHE de Elmano Sancho

I Can’ t Breathe aborda temáticas como a sexualidade e o género na cultura. Com o apoio da Associação ACEGIS. De 1 a 12 de Dezembro, no Teatro da Politécnica

Human Rights Watch critica “silêncio” de Guterres sobre direitos humanos

Falar, denunciar e agir pelos direitos humanos nunca foi fácil. Mas temos a responsabilidade de salvaguardar os valores da igualdade e da universalidades dos direitos humanos. É em nome desses valores que devemos permanecer sempre vigilantes e sem medo.

17 de maio – Dia Internacional Contra a Homofobia, Lesbofobia e a Transfobia

A homossexualidade ainda é crime em 72 países, e em oito continua a ser punida com a pena de morte. Compete aos Estados combater o preconceito e proteger vidas humanas, independentemente da orientação sexual ou identidade de género.

Lançamento da Infografia sobre Violência contra as Pessoas Trans e de Género Diverso

Nos últimos 10 anos, foram reportados 2982 homicídios de pessoas transgénero em 72 países. Na Europa foram registados 139 casos. A transfobia e o preconceito tem de dar lugar à cidadania e à igualdade, garantido a universidade dos direitos humanos. Todas as pessoas têm o direito de viver em igualdade e sem discriminação.

Jogo Educativo - Cidadania 4 KIDS!

O Jogo Educativo – Cidadania 4Kids é um jogo educativo que foi pensado em desenvolver de uma forma lúdica competências e conhecimentos tendo como referência os valores da cidadania, da igualdade, da liberdade, dos direitos humanos, da tolerância e da paz.

São jogos, quebra-cabeças, puzzles, sudokus e mais, muito mais!

 

 

 

Uma forma divertida de aprender Cidadania, Ambiente, Direitos Humanos e os Direitos da Criança.

Jogo produzido e desenvolvido pela Associação ACEGIS, sem qualquer apoio empresarial ou financiamento. Apenas a nossa vontade de mudar o mundo!

Ao COMPRAR está a APOIAR a Associação ACEGIS. 100% Português. 100% Solidário

%d bloggers like this: