Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra está a recrutar na área da Psicologia

Abertura de procedimento concursal comum para ocupação de um posto de trabalho da categoria de Técnico/a Superior, na modalidade de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado, do mapa de pessoal dos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra.

Candidaturas de 28 de março a 11 de abril de 2019. Saiba como se candidatar a esta oferta!

Habilitações literárias: Licenciatura em Psicologia ou em Psicologia Clínica (pré-Bolonha) ou Mestrado Integrado em Psicologia ou Psicologia Clínica (Pós-Bolonha).

Procedimento concursal comum para ocupação de um posto de trabalho da categoria de técnico/a superior, na modalidade de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado, do mapa de pessoal dos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra.

 

Caraterização do posto de trabalho:

Desenvolvimento de funções inerentes ao conteúdo funcional da carreira de técnico superior na área da psicologia, nomeadamente:
- Exercer funções consultivas, de estudo, planeamento, programação, avaliação e aplicação de métodos e processos de natureza técnica, que fundamentam e preparam a decisão, exercidas com responsabilidade e autonomia, ainda que com enquadramento superior qualificado;
- Realizar consultas de Psicologia Clínica, integrando equipa multidisciplinar que envolve Psiquiatras, Médicos de Clínica Geral, Psicólogos e Enfermeiros;
- Identificar e intervir junto de estudantes que revelem necessidades de Aconselhamento Psicológico;
- Desenvolver medidas de intervenção no combate ao insucesso académico;
- Realizar atividades de coaching individual e de grupo;
- Promover o programa de pares nas Residências Universitárias;
- Intervir ativamente junto da comunidade universitária estudantil, organizando e realizando ações de formação e informação;
- Participar em Programas de Promoção da Saúde;
- Recolher dados e produzir relatórios para apoio à decisão;
- Participar em atividades de investigação no âmbito da saúde.

 

Habilitações literárias: Licenciatura em Psicologia ou em Psicologia Clínica (pré-Bolonha) ou Mestrado Integrado em Psicologia ou Psicologia Clínica (Pós-Bolonha).

Os/as candidatos/as deverão:
- Ser detentores/as de cédula profissional, como membro efetivo, emitida pela Ordem dos Psicólogos Portugueses;
- Ter realizado estágio na área da Psicologia Clínica;
- Demonstrar fluências nas línguas portuguesa e inglesa, falada e escrita;
- Possuir conhecimentos de informática na ótica do utilizador.

Serão condições preferenciais:
- Deter título de Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde pela Ordem dos Psicólogos Portugueses;
- Deter formação e/ou experiência em terapia de grupo;
- Deter experiência em atividades de investigação;
- Demonstrar fluência noutras línguas que não a portuguesa e inglesa.

 

Formalização de Candidaturas:

 Conforme o disposto no n.º 2 do artigo 51.º da Portaria n.º 83-A/2009, na sua redação atual, é adotado o formulário tipo de candidatura a procedimento concursal, aprovado pelo Despacho n.º 11321/2009, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 89, de 8 de maio, a utilizar obrigatoriamente pelos candidatos, que se encontra disponível na página eletrónica dos SAS UC. 

O formulário, devidamente preenchido e assinado, bem como os documentos referidos no ponto 10.2 do aviso deverão, até ao termo do prazo fixado, ser remetidos pelos interessados por correio registado, com aviso de receção, para os Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra, Rua Guilherme Moreira, 12, 3000-210 Coimbra.

As candidaturas poderão, igualmente, ser entregues pessoalmente, dentro do prazo acima referido, no Núcleo de Gestão de Recursos Humanos dos SAS UC, sito na morada aqui indicada, durante o respetivo horário de funcionamento (das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30).

 

Documentos a apresentar:
Cada candidato/a deve anexar ao formulário os seguintes documentos:
Anexo 1 – Fotocópia dos documentos comprovativos das habilitações literárias;
Anexo 2 – Curriculum Vitae datado e assinado.
Anexo 3 – Fotocópia dos certificados das ações de formação frequentadas, relacionadas com a área funcional do posto de trabalho para que se candidata.

Além dos documentos referidos, os/as candidatos/as, à exceção dos trabalhadores dos SASUC, devem, ainda, apresentar: 
Anexo 4 – Declaração, emitida e autenticada pelo serviço de origem, que comprove a categoria que detém, a carreira em que se encontra integrado, a posição remuneratória, a natureza do vínculo de emprego público de que é titular, a respetiva antiguidade, bem como as menções, qualitativa e quantitativa, obtidas na avaliação do desempenho relativa ao último ciclo de avaliação;
Anexo 5 – Declaração, emitida e autenticada pelo serviço de origem, contendo a atribuição, competência ou atividade caracterizadoras do conteúdo funcional correspondente ao posto de trabalho que ocupa.  Tratando-se de candidato portador de deficiência, deve, também, apresentar:
Anexo 6 – Declaração, sob compromisso de honra, do respetivo grau de incapacidade e tipo de deficiência, nos termos do Decreto-Lei n.º 29/2001 e dos artigos 23.º e 24.º do Código do Trabalho, aplicável por força do estatuído no artigo 4.º, n.º 1, alínea c), da LTFP.

 A não apresentação dos documentos exigidos determina a exclusão do procedimento. Determina, ainda, a exclusão do procedimento, a não entrega, o preenchimento incorreto e ou a não assinatura do formulário obrigatório de candidatura.

 

Não serão admitidas candidaturas remetidas por via eletrónica.

Ainda não recebe a nossa newsletter?

Subscreva gratuitamente a newsletter da Associação ACEGIS e receba as notificações das nossa notícias e artigos no seu e-mail.

Subscrever Newsletter

Junte-se a 15.564 outros subscritores

Cidadania 4KIDS! Um jogo desafiante que ensina às crianças os valores da cidadania, da igualdade, dos direitos humanos e a educar por um ambiente mais sustentável e ecológico.

Jogo Educativo | Cidadania 4 KIDS

São jogos, quebra-cabeças, puzzles, sudokus e muito mais!
%d bloggers like this: