Racismo, Eurocentrismo e Lutas Políticas | 3 a 8 de setembro de 2018, Sala 2, CES | Alta (Coimbra)

Área(s) temática(s)do curso: Eurocentrismo, produção de conhecimento, (anti-)racismo, movimentos de base

Apresentação

Esta Escola de Verão aborda debates e lutas contemporâneos sobre racismo e eurocentrismo a três níveis: na produção de conhecimento, nas políticas públicas e nas iniciativas dos movimentos de base.

Tem como objetivos principais: a) debater a produção eurocêntrica de conhecimento no âmbito da história do colonialismo, da escravatura e do racismo, através da problematização de conceitos e abordagens dominantes no âmbito político e académico; b) discutir noções fundamentais para a compreensão destes complexos processos políticos (nomeadamente, estado racial, violência, nação, cidadania); c) apresentar uma variedade de casos de investigação em diferentes contextos internacionais e com diferentes abordagens disciplinares (Sociologia, História, Filosofia, Economia Política, Geografia); d) promover uma análise críticas das políticas públicas para a integração e o combate à discriminação; e) dialogar com as alternativas que têm sido formuladas pelos movimentos de base e que questionam a produção e disseminação conhecimento eurocêntrico, incluindo a apresentação de iniciativas no âmbito da educação informal e educação pelas artes.

Assim, este curso pretende ser palco de um diálogo entre a produção de conhecimento na academia e nos movimentos e lutas políticas, considerando as relações de poder que condiciona este diálogo e as articulações possíveis entre os dois âmbitos.

A equipa docente distribuirá entre as/os participantes uma lista de referencias e uma serie de textos, relacionados com os tópicos dos seminários.


 

Área(s) temática(s)do curso

Eurocentrismo, produção de conhecimento, (anti-)racismo, movimentos de base

Público-alvo: Alunos de pós-graduação em ciências sociais e humanas, ativistas políticos e membros de ONGs na área de anti-racismo e direitos humanos, professores nas áreas de Sociologia, História e Geografia, jornalistas.

Investigadoras responsáveis: Silva Rodríguez Maeso e Marta Araújo

 

Equipa docente

Amílcar Pereira (Universidade Federal de Rio de Janeiro)
Anabela Rodrigues (AMI-AFRO Laboratory, GTO-LX)
Bruno Gonçalves (ROMED and SOS Racismo)
Cayetano Fernández (CES)
Cristina Roldão (Instituto Politécnico de Setúbal)
Katy P. Sian (University of York)
Kwame Nimako (Black Europe Summer School)
Mamadou Ba (SOS Racismo)
Mario Espinoza Pino (Instituto DM – Democracia y Municipalismo)
Marta Araújo (CES)
Shirley-Anne Tate (Leeds Beckett University)
Silvia Rodríguez Maeso (CES)
Youssef Boussoumah (Partie des Indigènes de la République)


 

InscriçãoAté 20 de agosto: 300€; Após 21 de agosto: 400€

Línguas de trabalho. português e inglês

Número máximo e mínimo de participantes: 25 e 10, respetivamente

Financiamento: Fundação para a Ciência e Tecnologia - FCT e cofinanciada pelo Fundo Europeu para o Desenvolvimento Regional (FEDER) através do programa operacional COMPETE 2020 - PTDC / IVC-SOC / 1209/2014 - POCI-01-0145-FEDER-016806.

%d bloggers like this: