Câmara Municipal de Vila Flor está a recrutar 4 Técnicos/as Superiores

Câmara Municipal de Vila Flor está a recrutar 4 Técnicos/as Superiores

A Câmara Municipal de Vila Flor abriu procedimento concursal comum de recrutamento para ocupação de 4 postos de trabalho, para uma relação jurídica de emprego público por tempo determinado (resolutivo certo), para o período de um ano. Candidaturas terminam a 31 de agosto de 2018.

Abertura de procedimento concursal comum para constituição de relação jurídica de emprego público por tempo determinado (resolutivo certo), para o período de um ano, conforme mapa de pessoal da Câmara Municipal de Vila Flor.

Áreas: Psicologia, Animação Social, Terapia da Fala e Técnicas Laboratoriais

Formalização de candidaturas até 31 de agosto de 2018.


Ref. A — 1 postos de trabalho para a Carreira e categoria de Técnico/a Superior, área da psicologia (área educacional). Inscrição na ordem dos Psicólogos;

Ref. B — 1 postos de trabalho para a Carreira e categoria de Técnico/a Superior, área da animação sociocultural;

Ref. C — 1 posto de trabalho para a carreira e categoria de Técnico/a Superior, área da terapia da fala;

Ref. D — 1 posto de trabalho para a carreira e categoria de Técnico/a Superior, área de técnicas laboratoriais  (Licenciatura em Biologia-Geologia ou Físico-química).


Formalização de Candidaturas

 

A candidatura deve ser formalizada através do preenchimento de formulário tipo, de utilização obrigatória, um formulário por referencia, no caso de um candidato/a pretender candidatar-se a mais que uma referencia, em suporte de papel, podendo ser entregue pessoalmente, ou remetida pelo correio, com aviso de receção, dirigidos ao Senhor Presidente da Câmara Municipal de Vila Flor, sito no Edifício Paços do Concelho de Vila Flor, Av.ª Marechal Carmona, 5360 -303 Vila Flor, até ao termo do prazo fixado, não sendo admitida a formalização de candidaturas por via eletrónica.

 

— Documentos a apresentar:

a) Documentos comprovativos da posse dos requisitos de admissão a concurso (certificado de registo criminal, declaração do próprio que comprove a posse da robustez física e do perfil psíquico exigidos para o exercício de funções públicas e comprovativo do cumprimento das leis de vacinação obrigatória). É dispensada a apresentação dos documentos indicados no presente ponto, desde que os/as candidatos/as declarem, no formulário tipo, que reúnem os referidos requisitos;

b) Fotocópia do certificado comprovativo da habilitação académica e profissional ou outro documento idóneo, legalmente reconhecido para o efeito e curriculum vitae detalhado;

c) Documento comprovativo do tipo de vínculo de emprego público detido, bem como da carreira e categoria de que seja titular, da atividade que executa, do posto de trabalho que ocupa, da posição remuneratória correspondente à remuneração auferida e do órgão ou serviço onde o candidato exerce funções, para candidatos/as com uma prévia relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado;

d) Curriculum vitae detalhado, do qual deve constar: identificação pessoal, habilitações literárias, qualificações profissionais (formação profissional, estágios praticados e trabalhos efetuados) e experiência em áreas funcionais específicas, principais atividades desenvolvidas e em que períodos e avaliação de desempenho obtida no período relevante para a sua ponderação;

e) Os/as candidatos/as com deficiência de grau de incapacidade igual ou superior a 60 %, deverão apresentar documento comprovativo da mesma ou declarar sob compromisso de honra o seu grau de incapacidade.

— Os/as candidatos/as  que exerçam funções nesta Autarquia, é dispensada a apresentação dos documentos indicados nas alíneas b) e c) do ponto anterior, desde que expressamente refiram que os mesmos se encontram arquivados no seu processo individual.

 

Candidaturas de 20 a 31 de agosto de 2018.

%d bloggers like this: