Passaporte português vai ser o primeiro da UE com grafia braille

Passaporte português vai ser o primeiro da UE com grafia braille

Nova funcionalidade vai permitir aos cidadãos e cidadãs com deficiência visual identificar nome, número e data de validade do documento.
O Passaporte eletrónico português vai incluir uma vinheta em braille, uma medida inovadora na União Europeia que permitirá aos cidadãos com deficiência visual identificar nome, número e data de validade do documento, foi anunciado durante a cerimónia que assinalou os 42 anos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). 
A Secretária de Estado para a Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, a quem foi entregue um passaporte com a vinheta em braille, afirmou que «uma vez mais Portugal foi pioneiro», e «pequenos passos como este vão permitir às pessoas mais e melhor autonomia».
O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, afirmou que há vários países a trabalhar em projetos semelhantes, mas Portugal foi o primeiro país europeu a ter o passaporte com este tipo de grafia «em pleno funcionamento».
«A vinheta em braille é decisiva e integra a nossa política de igualdade de oportunidades. Tem uma dimensão simbólica, mas é uma garantia de igualdade de oportunidades entre os cidadãos», disse o Ministro.
Subscreva a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Newsletter ACEGIS

Junte-se a 13.950 outros subscritores

Ao clicar em “Subscrever”, está a aceitar a nossa política de privacidade.

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social
Consulte a nossa Política de Privacidade. © ACEGIS, direitos reservados. 

Partilhe este artigo!