Nigéria. 101 Alunas raptadas pelo Boko Haram foram devolvidas às famílias

Nigéria. 101 Alunas raptadas pelo Boko Haram foram devolvidas às famílias

O Governo nigeriano confirma a libertação de 101 de jovens raparigas que foram raptadas a 19 de fevereiro pelo grupo extremista islâmico Boko Haram.

A 19 de Fevereiro, elementos do Boko Haram atacaram uma escola para raparigas em Dapchi e raptaram 110 raparigas com idades entre os 10 e os 18 anos.
O Governo nigeriano confirmou a libertação de 101 de jovens raparigas que foram raptadas a 19 de fevereiro pelo grupo extremista islâmico Boko Haram, no nordeste do país.
Cinco morreram durante o ataque do Boko Haram e uma rapariga cristã ainda está nas mãos dos terroristas.
De acordo com a agência France Presse, as raparigas foram mantidas em ilhas do lago Chade, controlado pela fação que se declarou fiel ao grupo Estado Islâmico.
A 19 de fevereiro último, elementos do Boko Haram atacaram uma escola para raparigas em Dapchi e raptaram 110 com idades entre os 10 e os 18 anos.
Desde 2009, o grupo jihadista mantém o nordeste da Nigéria em conflito, que já provocou mais de 20.000 mortos e obrigou 2,6 milhões de pessoas a fugir.
O ataque desenvolveu-se em circunstâncias idênticas ao rapto de Chibok, em abril de 2014, em que 260 raparigas foram levadas por militantes do Boko Haram, desencadeando uma campanha mundial pela sua libertação.
A campanha #BringBackOurGirls envolveu altas figuras como a primeira-dama norte-americana Michelle Obama ou a Prémio Nobel Malala Yousafzai.
Subscreva gratuitamente a nossa newsletter e receba no seu email toda as nossas notícias e artigos.

FIQUE A PAR DAS NOSSAS NOTÍCIAS! 

Junte-se a 14.701 outros subscritores

Associação ACEGIS - ONGD

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social