Discurso “I Have a Dream” de Luther King faz hoje 54 anos

Discurso “I Have a Dream” de Luther King faz hoje 54 anos

28 de agosto de 2017. Assinalamos os 54 anos do Discurso “I Have a Dream” de Luther King, um dos mais belos discursos de todos os tempos na história da humanidade.
54 anos depois, perguntamos: O que estamos nós a fazer para manter o sonho vivo? #KeeptheDreamAlive!

Discurso “I Have a Dream” de Luther King faz hoje 54 anos
Duzentas e cinquenta mil pessoas assistiram ao vivo, diante do Lincoln Memorial. Milhões viram-no na televisão ou ouviram-no na rádio. As três televisões que existiam na altura cobriram o discurso ao vivo. Ao longo dos 55 minutos, Martin Luther King repete a frase “I Have a Dream” oito vezes.
Martin Luther King, nunca desistiu do sonho de ver “filhos de ex-escravos e filhos de ex-proprietários de escravos sentados à mesa da fraternidade”.
Um ano depois deste discurso, em 1964, Martin Luther King ganhou o Prêmio Nobel da Paz, sendo na altura a pessoa mais jovem a receber este galardão, com 35 anos de idade. Em 1968, o Dr. Martin Luther King foi assassinado enquanto estava na varanda do hotel onde estava hospedado.

#KeeptheDreamAlive!
«Eu tenho um sonho. O sonho de ver os meus filhos a serem julgados pela sua personalidade e não pela cor da sua pele.»
54 anos depois, perguntamos: o que estamos nós a fazer para manter o sonho vivo? 

 


Vídeo: Martin Luther King | I Have A Dream – 28 de Agosto, 1963 


Martin Luther King Júnior (1929 – 1968) 
Biografia
Martin Luther King ativista norte-americano Nascido em 15 de janeiro de 1929, Luther King, ministro batista, dedicou sua vida a garantir direitos iguais aos afro-americanos e a todas as minorias que eram discriminadas e marginalizadas na sociedade american
Lutou contra a discriminação racial e tornou-se um dos mais importantes líderes dos movimentos pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos.
Considerado um dos mais importantes líderes do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos, e no mundo, com uma campanha de não violência e de amor ao próximo. Em 1955 liderou o boicote aos autocarros de Montgomery. A sua luta levou à Marcha sobre Washington de 1963, onde fez o seu célebre discurso “I Have a Dream”. Em 14 de Outubro de 1964 recebeu o Prémio Nobel da Paz pelo combate à desigualdade racial sem recurso à violência.
Nunca desistiu do sonho de ver “filhos de ex-escravos e filhos de ex-proprietários de escravos sentados à mesa da fraternidade”.
A defesa da paz no mundo era a sua grande causa. Em 1964, com apenas 35 anos, torna-se na pessoa mais jovem a receber o Prémio Nobel da Paz. Destacando-se pela sua capacidade de liderança pela não-violência e pelo fim do preconceito racial nos Estados Unidos.
Martin Luther King foi assassinado em 4 de abril de 1968, em Memphis, Tennessee. Recebeu postumamente a Medalha Presidencial da Liberdade em 1977 e Medalha de Ouro do Congresso em 2004. Centenas de ruas nos EUA também foram renomeadas em sua homenagem.