Jovens NEET: Estratégia Nacional Jovens que não estudam, não trabalham nem frequentam formação

Jovens NEET: Estratégia Nacional Jovens que não estudam, não trabalham nem frequentam formação

 

No âmbito do programa Garantia Jovem, o Instituto de Emprego e Formação Profissional apresentou a Estratégia Nacional de Sinalização, plano a quatro anos, para encontrar soluções para os jovens que não trabalham e não estudam. 

Existem cerca de 175 mil jovens inactivos em Portugal.


 

Até 2020, o Governo quer chegar a 30.000 jovens que não estudam, não trabalham, não frequentam qualquer formação profissional (os/as chamados/as “nem nem”) e que não estão inscritos nos centros de emprego.

No âmbito da Estratégia Nacional de Sinalização de Jovens que não estudam, não trabalham( NEET), o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) está a criar uma rede de parceiros com o objetivo de trazer para o sistema educativo ou profissional pelo menos 30 mil jovens que não estudam, não trabalham, nem frequentam qualquer formação.

Existem cerca de 175 mil jovens inactivos em Portugal.

A Estratégia foi  delineada para um prazo de quatro anos e que pretende alcançar pelo menos 30 mil dos 67.500 jovens nesta situação – e que são uma parte dos 175.900 até aos 30 anos que não estudam, não trabalham, nem frequentam formação profissional (dados do INE referentes ao 1º trimestre de 2017).

Esta é uma estratégia a desenvolver no âmbito do Garantia Jovem, e tem como principal objetivo proporcionar aos jovens entre os 15 e os 29 anos que não se encontrem a estudar nem a trabalhar, uma oportunidade para apostar na sua qualificação e estar em contacto com o mercado de trabalho, no prazo de quatro meses após a inscrição no ‘site’ do programa ou nos seus parceiros.

A estratégia visa, sinalizar os jovens inativos, “afastados do sistema formal de educação, formação e emprego, não registados no serviço público de emprego”  e pretende alcançar pelo menos 30 mil dos 67.500 jovens nesta situação.

Para este efeito, Portugal contou com o apoio da Organização Internacional do Trabalho (OIT) para a realização de um trabalho de definição de uma estratégia integrada de sinalização e apoio aos jovens NEET.


Programa – Garantia Jovem

O  IEFP através da iniciativa Garantia Jovem, propõe-se alargar a rede de parceiros (cerca de 1500 em todo o território continental) que, no terreno, dão um importante contributo para a sinalização e atendimento dos jovens mais “afastados do sistema”, nomeadamente autarquias, associações de juventude e instituições particulares de solidariedade social.

Até junho de 2018, esta iniciativa estará presente em vários meios e suportes publicitários, canais offline e online, além de disseminar testemunhos de jovens bem-sucedidos em vídeo que participaram nas diferentes respostas do programa Garantia Jovem. Estará ainda presente nas escolas secundárias com uma abordagem preventiva.

Para mais informações, clique aqui.