Escravatura Moderna: 21 milhões de vítimas em todo o mundo

Artigo ACEGIS | 2 de dezembro –  Dia Internacional para a Abolição da Escravatura

 

Dia Internacional para a Abolição da Escravatura: 21 milhões de vítimas em todo o mundo

 

O século XXI ainda não erradicou a escravatura. Hoje existem mais pessoas em situação de escravidão do que em qualquer outro momento da história. Mais de 21 milhões de crianças, mulheres e homens vivem em situação de escravidão moderna.

21-milho%cc%83es-de-vitimas-em-todo-o-mundo-1


 

O artigo 4 da Declaração Universal dos Direitos Humanos estabelece que “ninguém será mantido em escravatura ou em servidão; a escravatura e o tráfico de escravos, sob todas as formas, são proibidos”.

A escravatura continua, no entanto, a ser um problema grave por resolver, afetado sobretudo mulheres e crianças.

 

O século XXI ainda não erradicou a escravatura.

Hoje a servidão, o trabalho forçado, o trabalho escravo, o tráfico de seres humanos, a prostituição forçada, incluindo de crianças, a exploração sexual, os casamentos forçados e o trabalho infantil constituem as novas formas de escravidão moderna. 

Combater a escravatura significa não só a sua condenação, mas também a luta contra a pobreza, a discriminação de género e a violência contra as mulheres e as crianças.

Neste Dia Internacional, renovamos o nosso compromisso em sensibilizar na luta contra a escravatura e todas as formas de negação dos direitos e da dignidade do ser humano.

 

Um crime contra a humanidade. Junte-se à luta contra a escravatura moderna.

 


 5 Factos sobre a Escravatura Moderna

 A escravatura moderna é comum

 vitimas-de-trabalho-forc%cc%a7ado21 milhões de pessoas vítimas de trabalho forçado. 150 bilhões de dólares de lucros ilegais.

A escravidão moderna está em toda parte, mas passa despercebida pela maioria de nós. Hoje existem mais pessoas em situação de escravidão do que em qualquer outro momento da história.

Há mais de 21 milhões de crianças, mulheres e homens que vivem em situação de escravidão moderna, o equivalente a 3 em cada 1.000 pessoas em todo o mundo. Se todas vivessem numa única cidade, seria uma das maiores cidades do mundo.

.

 

Cerca de uma em cada cinco pessoas são vítimas de exploração sexual

tipo-de-vitimas-de-trabalho-forc%cc%a7ado

 

A maior parte das pessoas vítimas da escravatura moderna trabalha em indústrias como agricultura, pesca, construção, confecção têxtil, mineração, serviços e trabalho doméstico.

Cerca de uma em cada cinco pessoas são vítimas de exploração sexual.

 

.

 

A escravatura moderna é um dos negócios mais rentáveis do mundo

Um estudo recente da Organização Internacional do trabalho estimou que a escravatura moderna gera mais de 150 bilhões de lucro todos os anos, o equivalente à soma dos lucros das quatro empresas mais rentáveis do mundo.

.

Os países desenvolvidos e da Europa são os que mais lucram com a escravatura moderna

vitimas-trabalho-forc%cc%a7ado-regia%cc%83o

 

O lucro anual por vítima de trabalho forçado é muito mais alto em países desenvolvidos e na União Europeia do que em qualquer outra parte do mundo.

.

A escravatura moderna está em toda parte

Existem mais de 1,5 milhões de pessoas que trabalham em condições escravatura em todos os continentes do mundo desde a Europa, à América do Norte, ao Japão e à Austrália.

.

O que podemos fazer? 

Campanha 50 for Freedom

50-for-freedom_modern-slavery_acegis

Protocolo da Organização Internacional do Trabalho – Convenção sobre o Trabalho Forçado: Um tratado para mudar a vida de 21 milhões de pessoas em todo o mundo.

 

Participe na campanha 50 for Freedom e ajude milhões de mulheres, de homens e crianças a reconquistarem a sua liberdade e dignidade.

Se quisermos mudar a vida de 21 milhões de homens, de mulheres e de crianças vítimas da escravatura, do trabalho força e da servidão, subscreva a campanha da Organização Internacional do Trabalho (OIT). E exija a ratificação dos Estados do Protocolo da OIT na luta contra a escravatura, a servidão e o trabalho forçado.

 

Assine e exija a responsabilização dos Estados a adoptarem medidas concretas para combater a escravatura moderna sob todas as suas formas. Apoie o tratado internacional para acabar com a escravidão moderna!


JUNTE-SE À LUTA CONTRA A ESCRAVIDÃO MODERNA

Assine a Campanha 50 for Freedom – AQUI!

 

O objetivo é convencer pelo menos 50 países a ratificarem o Protocolo sobre trabalho forçado até 2018.

50forfreedom-org

 


Documentos para Download

Protocolo sobre o trabalho forçadoOrganização Internacional  do Trabalho (2014)

O Lucro e a Pobreza: A Economia do Trabalho ForçadoOrganização Internacional  do Trabalho (2014)

Estimativa Global sobre Trabalho Forçado – Organização Internacional  do Trabalho (2012)

por Susana Pereira

Fundadora e Presidenta Executiva da ACEGIS