Ban Ki-moon: Crise dos Refugiados | Refugee Crisis

O secretário-geral das Nações Unidas admite que o conselho de segurança falhou em relação à guerra na Síria.

 

UN security council is failing Syria, Ban Ki-moon admits

UN secretary general urges Russia and China to ‘look beyond national interest’ and stop blocking proposals to help end conflict.

Ban Ki-moon: «I deplore the abject failure to end the suffering of the Syrian people. That failure takes expression in today’s refugee crisis in Europe»

 

 


Ban Ki-Moon falou de “vergonha” e de “raiva” pela impotência que a comunidade internacional tem revelado no objetivo de terminar a guerra na Síria. Acrescentando que  o fracasso em acabar com o sofrimento do povo da Síria, tem agora expressão na crise dos refugiados (as) na Europa.

 

Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU, admitiu que o concelho de segurança das Nações Unidas está a falhar no conflito sírio devido às divisões entre as grandes potências. Para o responsável, são elas que têm impedido a ação para acabar com um conflito que já causou milhares de mortos e está a aumentar o êxodo de refugiados.

Numa entrevista ao britânico The Guardian, Ban Ki Moon atribuiu a culpa às divisões entre as grandes potências, nomeadamente a China e a Rússia que sempre votaram contra uma intervenção militar.

 

“Esta é uma tragédia humana que requer uma resposta política coletiva determinada. É uma crise de solidariedade, não uma crise de números”. Ban Ki-moon

.

Leia aqui, na íntegra, o artigo e a  entrevista  a Ban Ki-moon ao  The Guardian

 .

UN Ban Ki-moonStatements on 8 September 2015 | Secretary-General

Ban Ki-moon

link: http://www.un.org/sg/STATEMENTS/index.asp?nid=8950