Pagar para concorrer a uma das umas das 120 vagas da Policia Judiciária

Concorrer para uma das 120 vagas da Policia Judiciária tem um custo de 60€, para efeitos de “comparticipação no custo de procedimento”.

Pagar pelo simples acto de apresentar uma candidatura a uma oferta de emprego ou de estágio?

 

POLICIA JUDICIARIA

No passado 20 de março a ACEGIS divulgou o concurso para admissão de 120 inspetores estagiários da Polícia Judiciária. 

Decidimos hoje, após efetuar contactos junto de responsáveis dos Recursos Humanos da Policia Judiciária, retirar essa mesma oferta da nossa página. 

A ACEGIS procura e procurou sempre publicar e divulgar ofertas de empregos que cumpram devidamente todos os requisitos legais,  bem como em matéria de não discriminação e de igualdade de oportunidades. Procuramos sempre divulgar ofertas credíveis e de entidades credíveis.

Após efetuar contactos junto de responsáveis  pelos dos Recursos Humanos da Policia Judiciária, a ACEGIS decidiu retirar da nossa página a oferta supracitada, atendendo que é exigindo no acto de formalização de candidatura o pagamento de 60 € para efeitos de “comparticipação no custo de procedimento”.

A ACEGIS questionou os Recursos Humanos da Policia Judiciária, informando-nos «tratar-se de um procedimento vigente desde o último concurso  de admissão de inspectores em 2010».

Mais referiu que os 60€  exigidos para efeitos de formalização de candidaturas são um custo de procedimento,  tratando-se de uma  «taxa» e uma «taxa legal».

Consideramos gravoso que numa altura em que a taxa de desemprego jovem é de 33,6%, sejam adotados este tipo de procedimentos e “taxas” que muito embora possa ser consideradas legais, evidenciam e constituem uma usurpação e aproveitamento dos muitos e muitas jovens que procuram uma oportunidade de emprego.

Sob o nosso ponto de vista o concurso coloca em causa o princípio da igualdade de oportunidades e discriminação no acesso ao trabalho em emprego.

Ninguém tem que pagar para se candidatar a um oferta de emprego!

Ninguém tem que pagar pelo simples acto de apresentar um Curriculum Vitae!

Ninguém tem que pagar pelo simples acto de apresentar uma candidatura a uma oferta de emprego ou de estágio! 

Por último, deixamos  em aberto a questão que responsáveis dos  Recursos Humanos da Policia Judiciária não nos souberam responder:

«Pode, igualmente, uma empresa exigir o pagamento de uma comparticipação ou taxa aos candidatos (as)  pelo simples acto de apresentar candidatarem a uma oferta de emprego ou estágio? »

Susana Pereira´

A Presidente Executiva da ACEGIS