International day- FGMDia Internacional  Tolerância Zero à Mutilação Genital Feminina

International Day of Zero Tolerance for Female Genital Mutilation
6 February

Over 140 million girls and women alive today have undergone some form of FGM

 


 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que cerca de 100 a 140 milhões de mulheres e meninas em todo o mundo foram submetidas a práticas de Mutilação Genital Feminina (MGF). 

Todos os anos, mais de 3 milhões de meninas correm o risco de serem submetidas a esta prática. Se as tendências atuais persistirem em 2030 esse número poderá aumentar para cerca de 86 milhões. 

A Mutilação Genital Feminina  é uma forma grave de violência contra mulheres e crianças e constitui um atentado contra os seus direitos.

Hoje diga «Não à Mutilação Genital Feminina!»

banner-female-genital-mutilation


A OMS declarou o dia 6 de fevereiro como o Dia Mundial da Tolerância Zero contra a Mutilação Genital Feminina,(MGF) por considerar uma prática “nociva e uma violação dos direitos básicos das meninas e das mulheres”, apresentando consequências graves que vão desde infeções várias até à morte.

 

A MGF compreende todos os procedimentos que envolvem a remoção total ou parcial dos órgãos genitais externos femininos ou outros danos aos órgãos genitais femininos por razões não médicas, segundo a definição da Organização Mundial da Saúde.

A MGF é praticada na infância e até aos 15 anos das jovens por razões culturais, religiosas e/ou sociais, constituindo uma forma de abuso de crianças e de violência contra as mulheres e as jovens, com consequências físicas e psicológicas graves a curto e a longo prazo.  

Esta prática é uma manifestação de violação dos direitos humanos baseada no género que pretende controlar a sexualidade e autonomia, independência e liberdade da mulher.

 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde todos os anos, milhões de mulheres e raparigas em todo o mundo são submetidas à prática brutal da mutilação genital feminina e muitas outras correm o risco de sofrer a mesma prática.

 

  • A OMS estima que cerca de 100 a 140 milhões de mulheres e meninas e todo o mundo foram submetidas à MGF.
  • Todos os anos, mais de 3 milhões de meninas correm o risco de serem submetidas a esta prática. Sendo que se as tendências atuais persistirem em 2030 esse número poderá aumentar para cerca de 86 milhões.
  • Na Europa ainda é desconhecido, embora o Parlamento Europeu calcule que sejam cerca de 500.000 a 180.000 mulheres e raparigas em risco de serem submetidas à prática anualmente.

 

por Susana Pereira
  Presidenta Executiva da ACEGIS

Links de Interesse:

http://www.un.org/en/events/femalegenitalmutilationday/index.shtml

http://ec.europa.eu/justice/gender-equality/gender-violence/eliminating-female-genital-mutilation/index_en.htm


 Documentos e Relatórios:

Manual – Boas Práticas no Combate à Mutilação Genital Feminina 

Female Genital MutilationGood practices in combating female genital mutilation 

(Download) 

 


FIM À MUTILAÇÃO GENITAL FEMININA – Uma Estratégia para as Instituições da União Europeia

MGF_relatorioFim à Mutilação Genital Feminina 

(Download)