Ano Europeu dos cidadãos 2013 com continuação para 2014

Ser um cidadão europeu é muito mais do que residir num país da União Europeia. Há deveres e direitos que vêm com esse título. Existem contudo muitas portas fechadas quando é necessário reclamar esses direitos. 

«Ser CIDADÃO significa envolver-se ativamente na vida das comunidades  de que se sente próximo e na democracia política, a todos os níveis. Ser cidadão é um dever que nos advém também de viver num espaço  civilizacional que nos salvaguarda direitos essenciais.

Ser CIDADÃO EUROPEU permite-nos estudar, viajar, trabalhar, residir, receber cuidados médicos, transferir direitos de segurança social, ser voluntário ou simplesmente fazer compras ou passar férias, em todo o espaço europeu. E, claro, permite ainda votar e ser candidato a eleições europeias (e locais, mesmo fora do país de origem) e apresentar petições, reclamações e sugestões de toda a ordem.

De facto, os cidadãos podem e devem ter uma palavra a dizer nos processos de definição e de decisão das políticas da UE.

PORQUE CADA UM DE NÓS PODE SER (MAIS) CIDADÃO.»